Introdução à Simulação com ARENA
199 pág.

Introdução à Simulação com ARENA


DisciplinaSimul Computacional II1 materiais2 seguidores
Pré-visualização17 páginas
à diretoria. 
Coloque animação para os recursos, apresente a ocupação média de 
cada um através de um gráfico de \u201cplot\u201d, e inclua também o resultado 
da contagem de e-mail, através de um mostrador numérico e de um 
mostrador de nível. 
Animação 
A presentação do atendimento com animação
C apítulo 5 - Exemplo
Atendente
Técnico 1
Técnico 2
Técnico 3
Chamadas atendidas
 0
92 3- ANIMAÇÃO DE MODELOS 
 
 
 Animação da Atendente 
PARAGO 3 \u2013 ANIMAÇÃO DE MODELOS 93 
 
 
CURSO ARENA - ENEGEP 2005 - PARAGON - Todos os Direitos Reservados - 
www.paragon.com.br 
 
Animação do gráfico dos técnicos 
94 3- ANIMAÇÃO DE MODELOS 
 
 
Animação do contador numérico de chamadas 
 
 0
PARAGO 3 \u2013 ANIMAÇÃO DE MODELOS 95 
 
 
CURSO ARENA - ENEGEP 2005 - PARAGON - Todos os Direitos Reservados - 
www.paragon.com.br 
 
 Animação do contador em nível de chamadas 
 
96 3- ANIMAÇÃO DE MODELOS 
 
 
Workshop 
Acrescente animação ao modelo do workshop anterior (capítulo 2). É 
necessário apresentar os resultados à gerência de uma forma fácil de 
ser entendida. 
Coloque animação a todos os recursos, com a ocupação média 
mostrada através de gráfico \u201cplot\u201d, e um mostrador numérico que 
apresente quantos pedidos foram processados até o momento. 
Acrescente ainda um gráfico de nível para o mostrador numérico 
acima, para que o número de pedidos processados seja mais visível. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
CAPÍTULO 4 
Variáveis e Atributos 
 
 
98 4- VARIAVEIS E ATRIBUTOS 
 
 
CURSO ARENA \u2013 ENEGEP 2005 PARAGON - Todos os Direitos Reservados - 
www.paragon.com.br 
 
Variáveis e Atributos 
Como toda linguagem de programação, o ARENA possui elementos 
que permitem uma maior flexibilidade na criação da lógica. O uso de 
variáveis e atributos permitem uma maior personalização do modelo, 
tanto em termos de estatística como de lógica. 
Variáveis e atributos são ambos meios de armazenamento de valores, 
com apenas uma diferença fundamental: variáveis guardam valores 
que ficam disponíveis para todo o modelo, e atributos guardam valores 
individuais para cada entidade. 
O diagrama abaixo representa graficamente a área de abrangência : 
 
Portanto, cada entidade tem os seus próprios valores de atributo, 
enquanto que o valor das variáveis é o mesmo para todo o modelo e 
para todas as entidades. 
 
 
 
Modelo de simulação 
 
Variáveis: 
Contagem = 3 
Sinal = 64 
Desvio = 0 
Entidade 1 
Atributos: 
Cor = 1 
Peso = 4 
Entidade 2 
Atributos: 
Cor = 4 
Peso = 3 
Entidade 3 
Atributos: 
Cor = 2 
Peso = 1 
PARAGO 4 \u2013 VARIAVEIS E ATRIBUTOS 99 
 
 
CURSO ARENA - ENEGEP 2005 - PARAGON - Todos os Direitos Reservados - 
www.paragon.com.br 
 
 
Definição das variáveis e atributos 
O ARENA possui um módulo de dados dedicado à definição das 
variáveis, é o módulo VARIABLE. Caso uma variável não seja definida 
em Variable, mas seja citada dentro do modelo, seu valor por padrão 
será considerado 0 (zero). 
Também é possível definir variáveis matrizes unidimensionais 
(vetores) e bidimensionais. 
O Módulo de Dados VARIABLE 
 
Para fazer a definição dos atributos, não há um módulo específico, 
uma vez que cada entidade terá os seus valores individuais. Quando 
Quantidade de 
linhas no caso 
de matriz 
Nome da 
variável 
Relação 
de 
valores 
iniciais 
Quantidade de 
colunas no 
caso de matriz 
bidimensional 
100 4- VARIAVEIS E ATRIBUTOS 
 
 
CURSO ARENA \u2013 ENEGEP 2005 PARAGON - Todos os Direitos Reservados - 
www.paragon.com.br 
 
houver necessidade de definir um valor para um atributo, deve ser 
usado o módulo de fluxograma ASSIGN, da forma explicada a seguir. 
Manipulação das variáveis e atributos 
O módulo de fluxograma do ARENA que permite alterar os valores das 
variáveis e atributos é o ASSIGN. Quando uma entidade passa pelo 
módulo ASSIGN dentro do fluxograma, ela aciona os comandos 
colocados dentro dele, alterando valores de variáveis ou de atributos. 
No caso dos atributos, serão alterados apenas os atributos da própria 
entidade que está passando por ASSIGN. Este módulo já foi 
apresentado no capítulo 2. Apresentamos abaixo as opções 
disponíveis para manipulação de valores: 
 
 
Assign
PARAGO 4 \u2013 VARIAVEIS E ATRIBUTOS 101 
 
 
CURSO ARENA - ENEGEP 2005 - PARAGON - Todos os Direitos Reservados - 
www.paragon.com.br 
 
Exemplo de Aplicação 
A empresa deseja estudar a logística de abastecimento de matéria 
prima nas linhas de produção. Parte deste estudo prevê a simulação 
dos comboios que passam por dois postos de trabalho abastecendo 
uma peça que é necessária para ambos. 
Os comboios chegam do almoxarifado com uma carga de 30 peças, 
a intervalos de tempo que seguem uma distribuição exponencial de 
média 6 minutos. Cada posto de trabalho é abastecido com a 
quantidade de peças consumida (se possível), a qual varia de acordo 
com uma distribuição uniforme de mínimo 5 e máximo 30. O tempo 
de abastecimento é o mesmo em todos os postos, seguindo uma 
distribuição normal de média 2 minutos e desvio padrão de 1,75. 
Todos os deslocamentos duram um tempo de distribuição normal 
com média 2 minutos e desvio padrão de 0,5. 
Simule durante 8 horas, contando quantas vezes o comboio foi 
incapaz de abastecer na quantidade necessária, quantas vezes isso 
foi conseguido e qual o tempo médio de todo o ciclo. 
Conte também quantos comboios estão circulando na linha 
simultaneamente. 
 
 
 
 
 
 
 
 
102 4- VARIAVEIS E ATRIBUTOS 
 
 
CURSO ARENA \u2013 ENEGEP 2005 PARAGON - Todos os Direitos Reservados - 
www.paragon.com.br 
 
Lógica do Exemplo 
Fluxograma 
 
 
 
comboios
Chegada dos
1
Deslocamento
posto 1
Abastece
posto 1
pecas do
carga as
Subtrai da
pecas
carga de 30
estabelece
Marca tempo e
True
False
negativo
esta com valor
Verifica se carga
2
Deslocamento
posto 2
Abastece
posto 2
pecas do
carga as
Subtrai da
abastecer
conseguiu
vezes
Conta quantas
tempo do ciclo
Registra
valor negativo
retornos com
Conta
almoxarifado
Volta para o
comboio
saida de um
Informa a
Informa a entrada de um comboio
na linha
simultaneamente
Número de comboios
0 
 0 0
0 
 0
 0 0
0 
 0
 0
 0
PARAGO 4 \u2013 VARIAVEIS E ATRIBUTOS 103 
 
 
CURSO ARENA - ENEGEP 2005 - PARAGON - Todos os Direitos Reservados - 
www.paragon.com.br 
 
 
 
Módulo Create: chegada dos comboios 
comboios
Chegada dos
0 
104 4- VARIAVEIS E ATRIBUTOS 
 
 
CURSO ARENA \u2013 ENEGEP 2005 PARAGON - Todos os Direitos Reservados - 
www.paragon.com.br 
 
Módulo Assign: Configura a carga inicial e marca o tempo de 
entrada no sistema através da variável interna TNOW 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
pecas
carga de 30
estabelece
Marca tempo e
PARAGO 4 \u2013 VARIAVEIS E ATRIBUTOS 105 
 
 
CURSO