Farmacologia do sangue (1)

Farmacologia do sangue (1)


DisciplinaFarmacologia Básica518 materiais6.491 seguidores
Pré-visualização2 páginas
da proteína IIb/IIIa
Proteína IIb/IIIa
 - integrinas citoadesinas (plaquetas e megacariócitos)
 - são receptores para fibrinogênio e fator de Willebrand 
 - fixa as plaquetas ao endotélio e entre si
Antagonistas
 - abciximab (anticorpo monoclonal) uso IV
 - eptifibatide (antagonista competitivo) uso IV
 - tirofibana (não peptídico) uso IV
 - xemilofibana (oral)
Antagonistas da proteína IIb/IIIa
Toxicidade
 - podem promover eventos trombóticos (plaquetas 
 ficam mais ativadas) 
 - podem induzir apoptose dos cardiomiócitos 
 - podem induzir agregação plaquetas-leucócitos
 - podem causar sangramentos em quaisquer locais
 - podem causar efeito imunogênico
 - podem induzir trombocitopenia
ANTICOAGULANTES
 Heparina não fracionada (HNF)
Aumenta atividade da antitrombina III (ATIII) em mais de 1.000 vezes
ATIII inibe 5 fatores da coagulação
 - trombina, IXa, Xa, XIa, XIIa
HNF aumenta a afinidade da ATIII pela trombina e fator Xa
Vias de administração
 - S.C. ou I.V. na emergência
Heparina não fracionada (HNF)
Parte da dose é perdida pela ligação da HNF com
 proteínas plasmáticas, endoteliais e macrófagos 
Toxicidade
 - hemorragia
 - trombocitopenia autoimune
 - hipersensibilidade (origem bovina e suína)
 - por via I.M. causa hematoma 
 - várias interações medicamentosas importantes
 - rebote de hipercoagulação
Heparina de baixo peso molecular
Aumenta a afinidade da ATIII pelo fator Xa
Superioridade sobre a HNF:
 - meia-vida 2 a 4 vezes maior
 - maior absorção por via S.C.
 - relação dose-efeito previsível
 - menos hemorragias
 - menos trombocitopenia
 - não há necessidade de monitoramento laboratorial
Ex: enoxaparina
Inibidores diretos da trombina
Lipirudina e argatrobana: via IV 
Dabigatrana: via oral
Atuam na trombina livre ou ligada ao trombo 
Não possuem antídoto específico 
Vantagens sobre a heparina:
 - não se ligam ás proteínas plasmáticas como HNF
 - não dependem de ATIII para fazer efeito
 - pode usar em clearance de creatinina baixo
 - efeito rápido
 - não gera anticorpos contra as plaquetas
Antagonistas da vitamina K (Cumarínicos) 
Anticoagulantes de uso oral
Inibem a \u201cregeneração da vitamina K1\u201d
Atravessam a barreira placentária causando
 - efeito teratogênico e hemorragia fetal
Toxicidade
 - sangramento visível (pele, mucosas) 
 - sangramento oculto em alguns locais como trato 
 GI, rins, SNC, fígado, útero e pulmões
 Usados também como rodenticidas
Intoxicação por rodenticidas
Vitamina K1 é oxidada durante formação do fator II 
Enzima epóxido redutase \u201cregenera\u201d a vitamina K 
Rodenticida inibe a epóxido redutase 
Vitamina K permanece na forma oxidada (inativa)
Estoques de protrombina no fígado se esgotam
Hemorragia inicia 2-3 dias após a ingestão
Hemorragia agrava mais a cada dia
Tratamento: usar vitamina K1
Monitorar tempo de protrombina (TP)
Síntese de protrombina/cumarínicos
ANTIANÊMICOS
Estado anêmico
Principais causas de anemia
 - perda de sangue
 - hemólise
 - alteração da medula óssea
 - deficiência de eritropoetina
 - deficiência de ferro, vitamina B12 ou ácido fólico
 - inflamação aguda ou crônica
Antianêmicos indicados na insuficiência renal
Eritropoetina
 - hormônio produzido pelos rins
 - regula a síntese de hemácias
Nandrolona ou oximetolona
 - andrógeno sintético (anabolizante)
 - estimula a hematopoese
Toxicidade dos anabolizantes
 - hepatotóxico e hipertensor
 - hipertrofia prostática e virilização de fêmeas
Toxicidade dos anabolizantes
Interações indesejáveis:
 - glicocorticoide, mineralocorticoide (edema)
 - aumenta o efeito anticoagulante dos cumarinicos 
 - diminui a concentração de glicose no sangue
Contraindicações
 - câncer de mama com metástase óssea
 - disfunção hepática grave
 - câncer de próstata
 - gestação
Emergência hemorrágica
Repor os fatores de coagulação
Plaqueta, hemácia ou plasma repor apenas a
 quantidade suficiente para melhora clínica
Papa de plaqueta (unidades)
 - uma unidade eleva em 10.000 a 30.000/µl sangue
 - plaquetas injetadas
 - têm duração pequena no sangue
 - a redução é de ± 33% em 24 h 
Emergência hemorrágica
Plasma fresco ou plasma fresco congelado (PFC)
 - repõe os fatores de coagulação 
 - repõe antitrombina III (AT-3)
Em hepatopatia não usar sangue estocado
Coagulação intravascular disseminada repor: 
 - plaquetas
 - fatores de coagulação
 - hemácias
 - antitrombina III (AT-3)