Apol Prática Profissional Educação e Trabalho nota 100 (1)
6 pág.

Apol Prática Profissional Educação e Trabalho nota 100 (1)


DisciplinaPrática Profissional: Educação e Trabalho232 materiais416 seguidores
Pré-visualização2 páginas
classes sociais, pois eles continuaram a trabalhar na terra para garantir a própria sobrevivência.
II. ( ) O advento da propriedade privada possibilitou que os proprietários vivessem do trabalho alheio.
III.( ) Nas civilizações grega e romana, a ideia de uma aristocracia que detinha a propriedade privada da terra e dos escravos caracterizou o modo de produção antigo como modo de produção escravista. Nesse período, o trabalho era desenvolvido tanto pelos proprietários como pelos homens livres.
IV. ( ) Com o surgimento da separação de classes, a educação passou a acontecer de forma diferenciada para os homens livres e para os escravos, sendo que estes últimos passaram a receber uma educação mais intelectualizada.
Agora, marque a sequência correta.
	
	A
	V \u2013 V \u2013 F \u2013 F
	
	B
	F \u2013 V \u2013 F \u2013 F
	
	C
	V \u2013 V \u2013 F \u2013 V
	
	D
	F \u2013 F \u2013 V \u2013 V
	
	E
	F \u2013 V \u2013 V \u2013 V
Questão 4/5 - Prática Profissional: Educação e Trabalho 
Leia o fragmento de texto a seguir.
\u201cConsideremos a desigualdade categórica, isto é, aquelas formas de benefício desigual em que conjuntos inteiros de pessoas, de um lado e de outro da fronteira, não recebem o mesmo tratamento. Desigualdades categóricas são, por exemplo, as que dividem homens e mulheres, pessoas que falam hebraico das que falam árabe, membros de diferentes religiões ou cidadãos de nações distintas. [...] As categorias são cruciais, pois moldam desigualdades e identidades, e sempre estabelecem fronteiras entre os que estão dentro e os que estão fora. Todos os dias nos deparamos com fronteiras sociais\u201d.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: TILLY, Charles. O acesso desigual ao conhecimento científico. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-20702006000200003>. Acesso em 01 nov. 2017.
De acordo com o fragmento de texto e os conteúdos do livro-base Trabalho e educação: uma perspectiva histórica, analise as afirmativas a seguir, que tratam da influência da divisão dos homens em classes para a educação, assinalando V para as verdadeiras e F para as falsas.
I.  ( ) Com a transição da posse da propriedade comum, ocorre a apropriação privada em que o produtor deixa de ser proprietário dos meios do seu trabalho.
II.  ( ) As relações sociais se modificam e interferem na forma como os homens se organizam para produzir o que necessitam para viver por meio do trabalho. Essa nova forma de organização, embora influencie as relações de trabalho, não oferece impacto na forma de se pensar a educação.
III. ( ) Aristóteles (384-322 a.C.) considerava que o trabalho manual deveria ser executado pelos escravos, pois estes tinham almas diferentes dos homens livres e por isso estavam aptos a desenvolverem esse tipo de atividade.
Agora, marque a sequência correta.
	
	A
	F \u2013 F \u2013 V
	
	B
	V \u2013 F \u2013 F
	
	C
	F \u2013 V \u2013 V
	
	D
	V \u2013 F \u2013 V
	
	E
	F \u2013 F \u2013 F
 
Questão 5/5 - Prática Profissional: Educação e Trabalho
Atente par ao excerto de texto a seguir.
\u201cEste modo de produção, o Capitalista, sucedeu o antigo modo e produção feudal, de maneira praticamente absoluta tomou conta das relações de produção, afirmando-se entre o século XVIII e o século XIX, pois de princípio, somente o Socialismo significava uma espécie de contrária a ele, porém, ultimamente nenhuma outra forma de produção concorre com ele, estando presente de forma absoluta, tanto em sociedades desenvolvidas quanto nas sociedades subdesenvolvidas. [...] Então, o capitalista, com uma quantia pequena, em relação ao retorno que terá, compra mercadorias, investindo em instrumentos e objetos de produção e assim, consegue colocar no mercado o produto industrializado por um preço alto, recebendo um lucro absurdo. Esse lucro é obtido através da força humana do proletariado, que a vende e produz objetos exacerbadamente, para dar lucro ao capitalista.\u201d
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: NETTO, José Paulo. Economia Política: uma introdução crítica. São Paulo: Cortez, 2006. p. 26. 
De acordo com o excerto de texto e os conteúdos do livro-base Trabalho e Educação: uma perspectiva histórica, o atual modo de produção de vida capitalista é composto nas relações entre o trabalho assalariado e o capital para a produção de bens. Analise as afirmativas seguintes sobre esses fatos, assinalando V para as verdadeiras e F para as falsas.
I.  ( ) Os produtos e mercadorias pertencem ao capitalista, que lucra com a mais-valia, que vem da diferença entre o valor do produto e o valor do capital envolvido no processo de produção.
II. ( )  O capitalismo tem como características principais: atividades industriais como principal fonte de negócio e lucros, concentração de renda nas mãos da burguesia industrial, que são os grandes donos de indústrias e grande desigualdade social, pois os lucros ficam quase que totalmente com os donos de indústrias.
III.( ) À medida que a produção e o intercâmbio de mercadorias se desenvolvem, quando até mesmo a força de trabalho se torna mercadoria, o valor (trabalho abstrato) passa a ser representado pelo dinheiro, uma mercadoria que serve de valor de troca de todas as mercadorias. O dinheiro assume o caráter de capital quando o seu possuidor toma posse dos meios de produção e para acioná-los adquiri a mercadoria força de trabalho.
IV. ( )  As mudanças com a industrialização a partir do século XIX, caracterizada pela introdução de máquinas na produção, revolução científica, Iluminismo e ampliação da divisão do trabalho, não causaram nenhuma mudança no perfil da educação escolarizada.
Agora, marque a sequência correta.
	
	A
	V \u2013 F \u2013 V \u2013 F
	
	B
	F \u2013 V \u2013 F \u2013 V
	
	C
	V \u2013 V \u2013 V \u2013 F
	
	D
	F \u2013 F \u2013 V \u2013 V
	
	E
	F \u2013 F \u2013 F \u2013 V