custos de producao e metodologia  economia rural
21 pág.

custos de producao e metodologia economia rural


DisciplinaEconomia Rural286 materiais3.313 seguidores
Pré-visualização5 páginas
a vida 
útil dos mesmos em horas, utiliza-se a seguinte fórmula: 
( ) ) ]( }[{ VMxQM xT Ocup xP A. . / /2 
 
onde: 
 
 21
 
VM = Valor do bem novo. 
QM = Quantidade do bem. 
T. Ocup. = Taxa de ocupação do bem, definida como sendo o percentual de 
utilização deste bem em uma dada lavoura. 
P = Taxa de prêmio. 
A = Área cultivada da lavoura. 
 
 
 
 
Para as máquinas e implementos, utiliza-se a seguinte fórmula: 
) ) ] }(([{ VMxQM CAT xHs Tr xP/ / .2 
onde: 
VM = Valor do bem novo. 
QM = Quantidade do bem. 
CAT = Capacidade anual de trabalho do bem em horas, definida como a 
razão entre a vida útil do bem em horas e a vida útil do bem em anos. 
Hs. Ts. = Total de horas trabalhadas por hectare pelo bem, em uma safra, 
para realizar todas as tarefas do preparo do solo à colheita em dada lavoura. 
P = Taxa de prêmio. 
3.1.16. Remuneração Esperada Sobre o Capital Fixo 
É a remuneração atribuída ao montante de capital fixo (benfeitorias, 
instalações, máquinas e equipamentos) empregado na produção. Considera-se, para 
tanto, qual seria a remuneração percebida pelo capital empatado em ativos fixos na 
produção, em seu melhor uso alternativo. No presente caso, utiliza-se a taxa média real 
de 6% ao ano (remuneração paga às aplicações em caderneta de poupança), como 
 
 22
 
representativa do custo de oportunidade do capital fixo empregado no processo de 
produção agrícola. Esta taxa de juros é aplicada sobre a metade do valor total dos 
ativos fixos cotados ao preço atual de mercado do equipamento novo. 
Para as benfeitorias e instalações, devido a dificuldade de se definir a vida 
útil dos mesmos em horas, utiliza-se a seguinte fórmula: 
) ) ] }(([( VMxQM xT Ocup xJ A. . / /2 
onde: 
VM = Valor do bem novo. 
QM = Quantidade do bem. 
T. Ocup. = Taxa de ocupação do bem, definida como sendo percentual de 
utilização deste bem em uma dada lavoura. 
J = Taxa de remuneração. 
A = Área cultivada da lavoura. 
 
Para máquinas e implementos, a fórmula utilizada é a seguinte: 
) ) ] }(([{ VMxQM CAT xHs Tr xJ/ / . .2 
 
onde: 
VM = Valor do bem novo. 
QM = Quantidade do bem. 
CAT = Capacidade anual de trabalho do bem em horas, definida como a 
razão entre a vida útil do bem em horas e a vida útil do bem em anos. 
Hs. Tr. = Total de horas trabalhadas por hectare pelo bem, em uma safra, 
para realizar todas as tarefas, do preparo do solo à colheita, em uma dada 
lavoura. 
J = Taxa de remuneração. 
 
 23
 
3.1.17. Remuneração do fator terra 
O valor da terra é obtido através de informações coletadas nas reuniões e de 
pesquisas sistemáticas. Para efeito de cálculo do custo, estima-se que a taxa de 
remuneração da terra é de 3% sobre o preço real médio histórico de venda da terra, 
considerado por cultura. Assim, seleciona-se os principais estados produtores de cada 
cultura com base em dados recentes de área cultivada, e utilizando-se esta informação 
como fator de ponderação, obtém-se o preço real médio da terra por cultura.