Vocabulário Jurídico
788 pág.

Vocabulário Jurídico


DisciplinaIntrodução ao Direito I88.135 materiais525.690 seguidores
Pré-visualização50 páginas
Escravos, abandonados por seus senhores, seráõ de-
clarados libertos: Se os-abandonarão por inválidos, seráõ 
obrigados á alimental-os, salvo no caso de penúria, sendo 
taxados os alimentos pêlo Juizo de Orphãos \u2014 Lêi n. 2040 de 
28 de Setembro de 1871 Art. 6.° § 4.* \u2014. 
Escravos reputão-se partes integrantes das propriedades 
agrícolas para o effêito de poderem sêr bypothe-eados, etc.\u2014
Art. 2.* § 1." da Lêi Hypothecaria n. 1237 de 24 de Setembro 
de 1864\u2014. 
\u2014 Escriptos particulares não se-admittem para 
prova dos contractos nos casos, em que a Escriptura 
Publica é necessária para tal fim, e muito menos alguma 
prova de testemunhas, posto que a parte não se-oppo- 
nha; embora os Escriptos Particulares sêjão assignados 
pela Parte Obrigada, e com muitas testemunhas (cit. 
Consolid. Arts. 371 e 372): I 
Quaes os remédios, em taes defficiencias, vêjão-se os 
Arts. 373 e segs. da mesma Consolid., e suas Notas\u2014. 
\u2014Escriptura Publica, ou é da substancia dos Cor*' 
tractos, ou só necessária para sua prova (Art. 366 da cit. 
Consolid.): 
VOCABULÁRIO JXJBIDICO 73 
Da substancia dos Contratos, nos casos enumerados pêlos 
seis casos do Art. 367 da mesma Consolid.: H 
Só necessária para sua prova, nos doze casos do Art. 309 
da mesma Consolid. \u2014. 
\u2014 Escripturação, a dos Livros do Commercio, que 
os Commerciantes são obrigados â têr segundo o Art. 10-1 do 
Cod. respectivo, deve ser feita, como determina êsie Cod. 
Arts. 12 e segs. \u2014. 
\u2014 Escrivão, {do Juizo, ou Judicial) é uma de suas muitas 
espécies, & quem incumbe escrever nos Processos do Poro; e 
sem êlle nenhum Juizo fica constituído, e pode funccionàr: A' 
tal respeito vêjSo-se os §§ 66 & 72 do Proc. Giv. de Per. e 
Souza, EdiçSo de Teix. de Freitas\u2014. 
\u2014 Escusas, de que ha varias espécies, podem-se vêr as dos 
Tutores e Curadores no Art. 263 da Consolid. das Leis Civis\u2014
. 
\u2014 Esmolas, de Missas, e Officios, são legados não 
cumpridos, destinados á beneficio dos Hospitaes,\u2014 Consolid. 
eit. no Art. 1127 § l.«\u2014. 
\u2014 Espécie, significa algumas vezes os factos precedentes, 
e concomitantes, de algum acontecimento; e assim se-diz \u2014 a 
espécie de uma questão\u2014: 
Espécie porém\u2014iro specie\u2014mais vezes designa, com o Di-
reito Romano toda a classe das \u2014 cousas não fungíveis\u2014, ou 
que podem sêr substituídas por outras, porque são d'ellas 
representativas: A expressão romana é (in specie), e & tal 
respeito, lêia-se a Nota ao Art. 478 da cit. Consolid. : Tudo 
n'êste Mundo se-representa em antithese, não havendo\u2014 
Unidade \u2014senão em DEUS SÓ ; violada na Ari-thmetica 
Usual, porém debalde com a prova dos\u2014noves fora\u2014. 
14 VOCABULÁRIO JURÍDICO 
I \u2014 Especificação é um dos modos derivativos, pêlos quaes 
se-adquire domínio; isto é, convertendo-se cousas pêlo nosso 
trabalho: Produz questões difficeis, quando as cousas assim 
convertidas são alheias, etc\u2014. 
\u2014 Espolio não é de uso actualmente significar es 
bulho, mas sim\u2014herança deixada por alguém, que não 
tem herdeiros usuáes; como, por exemplo, os\u2014Espólios d» 
Bispos: 
Sendo Bispos Seculares, mortos sem testamento, pertencem 
seus Espólios à seus legítimos herdeiros ; e, na falta d'êstes, 
pertencem ao Estado, como bens vacantes : 
Sendo Bispos Regulares, fallecidos sem testamento, seus 
Espólios pertencem â sua Igreja; isto é, ao Bispo successôr, 
para os-despendêr nas suas precisões episcopáes, e nas de súa 
Cathedrál, suas Parochias, e do seu Clero\u2014. 
\u2014 Esposo é o homem convencionado para casar, e ES-
POSA, a molhér promettida â um homem para casar, ou com 
êlle convencionada para tal fim: Vulgarmente usa-se «Testas 
palavras, significando\u2014pessoas jd casadas\u2014. 
\u2014 Esposório,\u2014Desposório\u2014, indica o mesmo, que&quot;C<m-
tracto de Casa/mento ou Esponsdes \u2014. 
\u2014 Espúrios (filhos) são os naturdes, descendentes de pai 
e mãe, que ao tempo do coito não tinhão entre si parentesco, ou 
outro impedimento, para casarem : 
Quando havia o dito impedimento, os filhos espúrios 
podem sêr de dam nado e punível coito, como os sacri-, legos, 
adulterinos, e incestuosos\u2014. 
\u2014 Estadia, (ou Estalia, termo não usado entre nós), 
é a demora do Navio em porto intermédio ao do seu 
destino, sem que porisso se-lhe deva maior frete além 
do convencionado : Eis o motivo da disposição do Art.l 
567\u20145, exigindo na Carta Partida (titulo escripto do 
VOCABULÁRIO JURÍDICO 75 
Contracto de Fretamento) a enunciação do tempo da carga e 
descarga, portos d'escala; e das Estadias, Sobresladias, 
Demoras; e da forma péla qual estas se-hão-de vencer e 
contar\u2014. 
As Estadias (Ferreira Borges) são regulares, ou irregu-
lares : 
São regulares, quando provém de causa necessária de 
receber, ou entregar, uma carga; e são portanto convencionadas 
entre o Affretadôr e o Capitão, em relação à qualidade da carga 
e descarga, â viagem contemplada no contracto ; e coherentes 
ao u so da praça, ou nação, em que se-contracta: 
São irregulares, quando provém de accidentes de màr, ou 
de caso forçoso; e que porisso, quanto á duração, e effêitos, 
não são reguladas pélas convenções, nem pêlos usos : 
As Estadias Regulares dividem-se em ordinárias, e ex-
traordinárias : 
As Estadias Ordinárias são as que regularmente se-aelião 
estabelecidas e determinadas nos Contractos de Fretamento, 
segundo a necessidade reciproca, e o uso; e estas, fazendo parte 
do Contracto, são comprehendidas no frete, não podendo-se 
exigir outra compensação : 
O uso tem convindo no \u2014 Termo de 15 dias\u2014, para 
carregar e descarregar; 
As Estadias extraordinárias são as que se-augmentão, em 
vantagem do Affretadôr; e pélas quaes, ou a convenção 
determine a compensação; ou à terem logár, terminadas as 
Estadias Ordinárias, antes de seguida a carga, ou descarga, a 
Lêi admitte a compensação â favor do Navio. 
As Estadias Ordinárias se-regulão segundo as circuns-
tancias dos tempos, logares, e accidentes que as-ocasionão: 
Estadias Correntes sãs as que correm de momento & 
momento, e de dia a dia; tanto feriado, como sem interrupção : 
\u25a0til,' i ' 'f 
76 TOCABULABIO JURÍDICO 
Estadias Úteis são aquellas, em que se-pode carregar, 
exceptuando-se os feriados\u2014. 
\u2014 Estado (doutrina de Pereira e Souza) tem diffe-rentes 
accepções, segundo se-refere ao Estado do Homem. 
Ao Estado do Homem, considerado na Ordem da Na-
tureza, segundo se-refere: 
A' Moral, 
As Sociedades Politicas, 
I E ao Direito Civil. 
O Estado da Natureza é propriamente, e em geral, o estado 
do homem no momento do seu nascimento: Tal Estado de 
Natureza é um estado de perfeita liberdade, e igualdade, e tem 
por nome \u2014 Léi Natural\u2014: Os Príncipes, e os primeiros 
Magistrados das Nações independentes, são os que vivem 
presentemente no Estado Naturdl: 
Estado Mordi se-diz em geral toda a situação, em que o 
homem se-acha com relação aos Entes, que o-rodéião; e póde-se 
dividir em primitivo, e accessorio: Estado Primitivo é aquelle, 
em que o homem se-acha constituído,. I quando nasce, sem 
facto humano: Estado Accessorio é aquêlle, em que o homem 
se-constitúe pelo seu facto, como o \u2014 de fami lia, \u2014 de 
Propriedade, \u2014 dos Bens,\u2014 e o ia Sociedade Civil: 
Estado Politico é um termo genérico, que designa uma 
Sociedade de homens, que vivem debaixo de um certo 
Governo, para gozar péla sua protecção da felicidade, que falta 
no Estado Naturdl: Estado Civil se-diz, por opposiçao ao 
Estado da Natureza do homem, que vive em Sociedade com os 
seus semelhantes: 
Estado, no sentido do Foro, significa \u2014 a condição de uma 
pessoa, \u2014 a qualidade pela qual goza de differentes direitos e 
prerogativas : O Estado, n'esta significação, nos-provém, ou da 
Natureza, ou da instituição dos homens; e porisso se-distingue 
em Naturdl e Civil: 
Pelo Estado Naturdl, os homens são: 
Nascidos, ou por nascer: 
YOCÀBULA.KIO JUBIDICO 77 
Os nascidos, são varões, ou do