Vocabulário Jurídico
788 pág.

Vocabulário Jurídico


DisciplinaIntrodução ao Direito I88.104 materiais525.204 seguidores
Pré-visualização50 páginas
do Herdeiro, e a 
Successão é o meio, que êlle emprega para adquiril-a, e fazêr-
se d'ella proprietário: 
A Herança existe independentemente de haver herdeiro, e 
mesmo, antes de adida, representa a pessoa do defunto : a A 
Herança se-defere por Testamento em virtude da Lêi; e 
porisso distingue-se em testamentária, e legitima1 (ab-
intestatoji 
Herança Jacente é a não adida, ou não aceita pêlo 
herdeiro, etc. 
Herança\u2014Diccionario de Ferr. Borges 
Herança é a successão na universalidade dos direitos 
activos e passivos de um defunto, taes quaes existiâo no 
momento de sua morte: 
A reunião de todos os direitos successorios não forma uma 
herança propriamente dita, senão antes da adição do herdeiro 
presumptivo; porque, depois da adição, todo o património do 
defunto se-confunde com os bens dosuccessôr: 
Ainda que uma Herança- comprehenda todos os bens 
moveis ou immoveis do defunto, considera-se todavia como 
cousa incorpórea; porque não é da sua essência, que se-achem 
bens: 
VOCABULÁRIO JURÍDICO 119 
O meio pratico de obter a Herança é a Acção \u2014 de 
petUione hereditatis (de petição de herança) \u2014: 
Para obtêl-a, é necessário sêr herdeiro legitimo, ou 
testamentdrio: Intenta-se contra quem a-possue no todo ou em 
parte à titulo de herdeiro : A' titulo de possuidor, o meio é o 
de'\u2014acção de reivindicação\u2014. 
Herança \u2014 Consolid. das Leis Civis 
A Herança abintestado (Consolid. Art. 959), que também 
se-chama Herança Legitima, defere-se na seguinte ordem : 
1.° Aos Descendentes, 
2.° Na falta de Descendentes, aos Ascendentes; 
3.° Na falta de uns e outros, aos Collaterdes até o decimo 
gráo por Direito Civil; 
4.° Na falta de todos, ao Cônjuge Sobrevivente; 
5.° Ao Estado, em ultimo logâr. 
Na ordem dos Descendentes (Consolid. Arts. 960 à 971), 
succedem: 
1.° Os Filhos Legítimos, e os Illegitimos Successiveis; 
2.' Na falta de Filhos, os Netos, os outros Descendentes ; 
etc. 
Na ordem dos Collaterdes (Consolid. Art. 972), os Irmãos 
Illegitimos, e mais parentes por parte da Mae, succedem entre 
si, ainda que nascidos de illicito e dam-Inado coito. 
Na ordem dos Cônjuges (Consolid. Art. 973), a He" rança 
é deferida ao sobrevivente, sendo que, ao tempo da morte, 
vivessem juntos, habitando na mesma casa:, 
A successão do Estado, em falta de Parentes até o decimo 
gráo por Direito Civil, verifica-se do mesmo modo quando os 
Herdeiros não quizerem aceitar a Herança, e esta fica Vaga (ou 
Vacante): 
A Adição da Herança, abintestado ou testamentária, não é 
mais acto especial, como no Direito Romano; porquanto a sua 
devolução confunde-se com a sua posse, "Visto que esta 
(Consolid. Arts. 978 e 1025) é uma posse 
120 VOCABULÁRIO JURÍDICO 
civil, que transmitte-se logo aos Herdeiros com todos os effêítos 
da posse naturdl, nos termos da Lêi de 9 de Novembro de 1754, 
explicada pelo Ass. de 16 de Fevereiro) de 1786. 
Herança Jacente haverá, não havendo Testamento 
(Consolid. Art. 1230) : 
1.° Se o fallecido não deixar Cônjuge, nem Her~ 
dêiros Descendentes ou Ascendentes, à quem por Direito 
pertença ficar em posse e cabeça de Casal, para proceder 
á Inventario e Partilha; I 
2.° Se os Herdeiros Descendentes, ou Ascendentes, 
repudiarem a Herança. 
I Herança Jacente haverá, havendo Testamento (Consolid. 
Art. 1232) : 
1." Se o fallecido não tiver deixado Testamenteiro, ou este 
não aceitar a Testamentária; 
2." Se não deixar Cônjuge, ou Herdeiros Descendentes ou 
Ascendentes. 
As Heranças Jacentes são arrecadadas pelo Juizo de 
Órfãos, e são Heranças Vagas ou Vacantes, quando n'êsse 
Juizo, lavrados os termos necessários (Consolid. Art. 1250), 
constar claramente havêrem-se praticado todas as diligen-1 cias 
legáes com audiência dos Fiscáes, julgando-se então j esses 
Bens Vagos como pertencentes á Fazenda Nacional\u2014. 
\u2014 Herdeiro é o successôr dos mortos, como seu con 
tinuador activo e passivo, cujos bens se-lhe-transmittem, 
ou em unidade, ou d titulo universal; isto é, em. parte 
aliquota\u2014. \u25a0 
Herdeiro\u2014Diccion. de Per. e Souza 
Herdeiro é aquêlle, que succede em todos os bens, e 
direitos, do defunto; sendo Herdeiro Testamentario è o 
instituído como tal em Testamento, e Herdeiro Legitimo (ab-
intestato) o chamado péla Lêi: 
Os Romanos fazião distincçâo de\u2014Herdeiros Necessário*\u2014, 
VOCABULÁRIO JURÍDICO 121 
\u2014 Herdeiros Seus e Necessários, 
\u2014 E Herdeiros Estranhos: 
Herdeiros Necessários erão os Escravos instituídos por 
seus Senhores, que, instituindo-os herdeiros, lhes-deixavão 
virtualmente a liberdade; e assim chamavâo-se, porque, sendo 
instituidos, erão obrigados a aceitar a herança; e não podião 
renuncial-a, por onerosa que fosse: 
Herdeiros Seus e Necessários erão os Filhos e Netos do 
Defunto, sob seu pátrio poder ao tempo do seu falleci-mento ; 
e dizia-se \u2014 Seus \u2014, porque erão como próprios e domésticos 
do Defunto, e de algum modo proprietários presumptivos 
ainda em vida; e dizião-se Necessários, porque erão obrigados, 
quizessem ou não quizessem, á aceitar a herança; posto que 
depois podião abstêr-se da herança, e tornarem-se Herdeiros 
Voluntários: 
Entre nós, todos os Herdeiros são Voluntários, e não se-
fáz a distincção do Direito Romano; mas distinguimos entre 
Herdeiros Absolutos, e Herdeiros Beneficiários: 
Cs primeiros são os que acêitão a herança, ou fazem 
algum acto de herdeiros; e os segundos são os que não acêitão 
a herança, senão â- beneficio de Inventario. 
Herdeiro Fiduciário é o encarregado de entregar a herança 
á outrem: 
Herdeiro Fideicommissario é o que a-recebeu do Fidu-
\ciario no tempo, e pêlo modo, declarados no Testamento: 
Herdeiro Universal é aquêlle, que succede em todos os bens, e 
direitos, do Defunto: 
Herdeiro Particuldr, ou Porcionario, é aquêlle, que só 
recebe uma porção de bens, como a terça, \u2014 ou um género de 
bens, como os bens moveis', \u2014 ou que é instituído em cousa 
certa, como uma Casa, uma Herdade: 
Herdeiro Posthumo é aquêlle, que nasce depois da morte 
do Testador, mas que jã estava concebido ao tempo da 
devolução da Herança: 
Herdeiro Presumptivo é aquêlle, que se-acha em gráo de 
poder succedêr ao Defunto, e que se-presume sêr seu herdeiro: 
I 
123 VOCABULÁRIO JUBIDICO 
Herdeiro Forçado ó aguelle, que o Testador não pode 
preterir, ou deherdár, excepto nos casos expressos da Lêi, etc. 
O Herdeiro, que directa ou indirectamente embaraça 
alguém o fazer Testamento, tem a pena da Ord. do Liv. 
4.° T. 84 §§ 2.°, 3.°, e 4.° : I 
Os Religiosos não podem sêr herdeiros, nem abintes-ado, 
nem ex testamento, porque se-reputSo mortos para o mundo, 
segundo a Lêi de 9 de Setembro de 1769 §§ 10 e 11: I O 
Herdeiro Legitimo não toma posse sem liquidar a Herança péla 
Sentença, que julgar nullo o Testamento, segundo o Ass. de 5 
de Abril de 1770: 
Os Herdeiros Legítimos, á quem se-devolve a posse dos 
bens de Herança, são todos os Parentes mais próximos até o 
decimo gráo de Direito Civil, segundo o Ass. de 6 de Fevereiro 
de 1786 : 
Os Herdeiros Legítimos nunca se-entendem prejudicados 
com as legitimações concedidas a terceiros, segundo a Resol. 
de 16 de Dezembro de 1798, e Prov. de 18 de Janeiro de 1799, 
etc, etc.\u2014. 
Herdeiro\u2014Diccion. dê Ftrr. Borges 
I Herdeiro se-diz aquelle, que recolhe por titulo de suc-cessão 
(causa mortis) todos os direitos activos, e passivos, que tinha 
um Defunto ao tempo de sua morte. 
Herdeiros de Sócios 
Segundo a Jurisprudência Universal, a morte de um dos 
Sócios dissolve a Sociedade; e se-pergunta se a Sociedade 
passa aos Herdeiros : Sobre as Sociedades não com-merciáes 
não legisla a nossa Ord. Liv. 4.° Tit. 44 : 
B não passará á seus herdeiros, posto que no Contracto se-
declare, que passe é elles: Esta legislação porém, segundo a 
nossa opinião, não procede no Direito Commerciál. 
1:° porque