Vocabulário Jurídico
788 pág.

Vocabulário Jurídico


DisciplinaIntrodução ao Direito I88.135 materiais525.690 seguidores
Pré-visualização50 páginas
é feita 
em Juizo por motivo de Execuções de Sentenças ; ou 
determinada pela Lêi, e segnndo a natureza dos bens, e das 
pessoas, como sendo Menores, ou Interdictos: E' voluntária, 
quando nasce da convenção: A Lêi de 20 de Junho de 1774 
marcou as formalida-j des dos Leilões em Lisboa, legislando 
para o Porto e mais Cidades o Alv. de 25 de Agosto do mesmo 
anno; (Ainda hoje regula esta Legislação entre nós, annexas 
VOCABULÁRIO JURÍDICO 205 
V* 
[ as "disposições em matéria commercial do Regul. n. 737 de 
25 de Novembro de 1850): 
T^ Os Leilões dos bens dos Commerciantes fallidos fa-zem-se 
nas Casas, em que acontece a Fallencia (como também pêlo 
nosso Cod. do Comm.)\u2014\u2022 
\u2014 Lcsâo é um prejuizo pecuniário, nas relações jurídicas, 
de uma das Partes, em proveito da\u201eoutra Parte : Distinguem-
se: 
A Lesão Enorme \u2014 Ord. Liv. 4.° Tit. 13, A Lesão Enormíssima \u2014
Ord. Liv. 4." Tit. 13 §10, A Lesão de mais da sêxía parte \u2014 Ord. 
Liv. 4.° Tit. I 96 § 18 \u2014. 
Lesão Enorme nos Contractos\u2014Consolid. das Leis Civis Arts. 
359 e 360 
Todos os Contractos, em que se-dâ, ou deixa, uma cousa 
péla outra {Contractos Commutativos), podem sêr rescindidos 
por acção da Parte Lesada, se fõr \u2014 Lesão Enorme \u2014; isto é, 
se exceder metade do justo valor da cousa : 
A rescisão dos Contractos Lesivos será julgada pêlo 
disposto a tal respeito na Compra e Venda. 
(N. B. a Rescisão não é Resolução, nem Nullidade)\u2014. 
Lesão Enorme na Compra e Venda\u2014Consolid. das Leis Civis Arts. 
560 d 569. 
 Pêlo Vicio da Lesão a Compra e Venda pode sêr res-
cindida, quando qualquer das Partes for enganada além da 
metade do justo preço: 
O Vendedor soffre este engano, quando, por exemplo, 
vendeu por menos de cinco o que, na verdadeira e commum 
estimação, valia déz ao tempo do Contracto: 
O Comprador o-soffre, quando comprou por mais de 
quinze o que, na verdadeira e commum estimação, valia déz ao 
tempo do Contracto . 
I
206 VOCABULÁRIO ftíBIDICO 
Para Rescisão da Venda não basta, que o Vendedor 
allegue têr-lhe custado a cousa vendida o dobro do preço do 
Contracto, ou têl-a depois o Comprador vendido pêlo dobro: 
O Comprador demandado péla Acção de Lesão tem 
escolha, ou para restituir ao Vendedor a cousa comprada, 
recebendo seu preço; ou para inteirar o justo preço, segundo o 
que a cousa valia ao tempo do Contracto: 
A restituição da cousa comprada sempre se-deve fazer 
com a dos fructos desde a contestação da lide : 
Não se-livra o Comprador de sêr demandado, ainda que 
tenha alienado a cousa comprada; e, se não poder restituil-a, 
deve inteirar o justo preço : 
O Vendedor, quando demandado pêlo Comprador, 
também tem escolha; ou para restituir o preço, recebendo a 
cousa vendida; ou para restituir somente o excesso do justo 
preço, regulado pêlo dia do Contracto. 
Lesão Enormíssima\u2014 Consólid. das Leis Civis Art. 567 
Se fôr Engano Enormíssimo, restituir-se-ha a cousa 
precisamente, e com os fructos desde o dia da venda: 
A cit. Ord. Liv. 4." Tit. 13 § 10 não marca o çwan-tum da 
Lesão Enormíssima, e diz somente que pôde sêr demandada 
contra terceiro possuidor, do que resulta sêr \u2014Acção Redl\u2014. 
Lesão de mais da Sexta Parle. \u2014 Consólid. das Leis Civis Arls. 
lí8i, 1182, e 1188 
A' indemnisaçâo dos Herdeiros em Partilhas estão 
obrigados os mais Herdeiros, quando ao menos se-prove, que 
houve Lesão na Sexta Parte \u2014-. 
A Lesão, em tal caso, entendêr-se-ha relativamente á todo 
o quinhão hereditário de quem se-dissér prejudicado : 
Esta Reclamação por Lesão na Sexta Parte só é admissível, 
sendo feita dentro de um anno, contado do final julgamento da 
Partilha. 
VOCABULÁRIO JURÍDICO 207 
Lesão \u2014 Diccion. de Per. e Souza 
Quer dizer dam no, detrimento ; e tem logár, tanto as 
Vendas Voluntárias, como nas Vendas Necessárias e\ 
hidiciáes.\u2014Ord. Liv. 4.° Tit. 13 § 7.°: 
Lesão de mais de metade do justo preço não pode alle-gàr 
o Devedor da Fazenda Publica, â quem pêlo Juizo Privativo 
d'ella se-vendêrão bens, e os não remio, sendo citado para 
fazêl-o em oito dias.\u2014Regim. de 3 de Setembro de 1627, Cap. 
77. 
Lesão \u2014 Diccion. de Ferr. Borges 
E' o damno, ou prejuízo, em qualquer Contracto 7 
(definição imperfeita) : 
A nossa Ord. Liv. 4.° Tit. 13 diz, que se-pode des-I fazer 8 
Venda, dando-se engano que exceda metade do \u2022 justo preço, \u2014 
segundo a verdadeira e commum estimação } da causa ao tempo 
do Contracto \u2014 ; 
Dá este remédio de Rescisão na venda de moveis e ' immoveis, 
particular ou publica; exceptuando óVéste beneficio os Officiâes 
nos objectos de seus respectivos Ofícios, (que não entra nos 
objectos de propriedade pecu-\ niaría); e ampliando o que diz da 
compra e venda aos Arrendamentos, Aforamentos,Trocas 
{Escambos), Transacções; e quaesquér outras Avenças, em que 
se-dá, ou deixa, uma I cousa por outra: 
A Legislação moderna da Europa tem alterado esta, 
I alias dificillima Legislação nossa, (Pêlo nosso Cod. do 
I Comm. Art. 220 apenas se-dispõe, que a Rescisão por Lesão 
não tem lugar nas Compras e Vendas celebradas entre 
5 pessoas todas commerciantes, salvo provando-se erro, fraude 
ou simulação) etc, etc. 
Nada mais oscillante, do que o preço das cousas, e 
í detefminâr-se-lhe em qualquer época o verdadeiro valor 
ê difficillimo, pricipalmente dando-se preço de affeição (a 
que o Art. 25 do Cod. Crim. manda attendêr): Em todo 
208 VOCABULÁRIO JURIDIC'0 
0 caso o remédio da\u2014prova por pintos\u2014é preferivel-fi 
toda a outra testemunhal,- etc. 
E' grande questão se tem logár o Beneficio da Lesão\ nos 
Contractos de Seguros; e alguns Autores admittemj a 
Rescisão por Lesão, além da metade do justo premiom ainda 
sem intervenção de fraude ou dolo, etc. 
Quanto aos Contractos em geral dos Commerciantes entre 
si, em que não houver dolo ou fraude, a nosa opinião é, que não 
tem logár ; pois os-consideramos como Offlci&es em matéria 
de seus Offlcios nos termos do § 8^| da Ord. Liv. 4." Tit. 13, 
(Parece não haver paridade), etc.\u2014.1 
\u2014 Letras são as únicas representações materiáes, sem! 
as quaes o Homem não pode sêr illuminado pêlo ESPI 
RITO SANTO, e alcançar os verdadeiros fins da vida ter 
restre : J 
Letras, nas relações commerciáes, são os papéis tão 
conhecidos, com as seguintes espécies : 
1 Leiras de Cambio, ;J 
Letras da Terra, '" 
Letras de Seguro, \u25a0 
Letras de Risco. 
Da exigência da taxa das Escriptores Publicas (Conso-lid. 
das Leis Civis Art. 369) são exceptuadas as Letras dei Cambio, 
as de Risco, e as da Terra ; as quaes tem força; d'Escriptura 
Publica segundo a Lêi de 20 de Junho de 1774 § 41, o Alvs. de 
15 de Maio de 1776, de 16 de Janeiro de 1793 ; e o Cod. do 
Comm. Arts. 425, e Regul. n. 737 de 25 de Novembro de 1850 
Art. 247 § 3.°. 
Letras de Cambio \u2014 Dicciou. de Per, e Souza 
E' um mandato, que da um Banqueiro, ou um Com-
merciante, para fazer pagar á quem d'elle é portador o J 
dinheiro n'êlle declarado : 
Ha três condições essenciáes, que distinguem as Lê-\ trás 
das outras ordens, promessas, e bilhetes de commercio: 
VOCABULÁRIO JURÍDICO 209 
1.° Que o cambio seja real e effectivo, ou a Letra de I 
Cambio seja tirada (sacada) de uma praça ; e assim, quando é 
tirada (sacada) dentro da mesma Cidade, não é verdadeira ' Letra 
de Cambio ; 
2.° E' necessário, que o Sacador tenha igual somma em 
mão da pessoa, sobre quem tira (saca) a Letra ; 
3.° Que a Letra de Cambio seja feita na forma legal, 
isto é, que contenha o nome da Cidade, de onde é tirada 
(sacada), com a sua data, e declaração da somma tirada 
\u2022 (sacada), e tempo em que o pagamento do que se contém 
na Letra deve sêr feito : o nome de quem a-deve receber, 
e igualmente de quem deu ou prometteu o seu valor ; 
\u2014 o em que fôi fornecido, se em dinheiro,