Aula 01 (1)
22 pág.

Aula 01 (1)


DisciplinaGestão de Operações e Serviços136 materiais527 seguidores
Pré-visualização6 páginas
imobiliário com base nos seus principais 
indicadores: valor médio do financiamento, volume de financiamento e número de 
unidades financiadas para as classes de baixa renda (imóveis até R$ 100 mil), média 
(imóveis até R$ 350 mil) e de alta renda (imóveis acima R$ 350 mil).
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
______________________________________________________________________________
Respostas Comentadas 
1. O setor de serviços de crédito imobiliário está em franca expansão e crescimento em 
nosso país. Portanto, todos os elementos e indicadores estão em alta. O volume médio do 
financiamento vem crescendo ao longo do tempo \u2013 de 82.024, em 2006, para 93.326, 
em 2007, e 101.316 em 2008.
2. Quanto ao volume total de financiamento para as classes média e baixa (imóveis 
até R$ 350 mil e com muitos imóveis até R$ 100 mil), ocorreu também um crescimento 
significativo.
No período de abril/2006 a março/2007, o volume de financiamento foi de R$ 9,822 
bilhões; nesse mesmo período, um ano após (abril/2007 a março/2008), o volume de 
financiamento foi de R$ 17,922 bilhões, um crescimento bastante expressivo em relação 
ao ano anterior. 
O número de unidades financiadas também cresceu de 122,4% (abril/2006 a março/
2007) para 202,6% (abril/2007 a março/2008), um aumento de 65,5%.
E quanto ao volume total de financiamento para a classe alta (imóveis acima de R$ 350 
mil) o crescimento foi ainda maior, bem como o número de unidades financiadas.
No período de abril/2006 a março/2007, o volume total de financiamento foi R$ 626 
milhões; de abril/2007 a março/2008, o valor total de financiamento atingiu o patamar 
de R$ 2.279 bilhões \u2013 um crescimento de 264,1%.
O mesmo ocorreu com o número de unidades financiadas \u2013 de 3 mil unidades no 
período de abril/2006 a março/2007 para 10,5 mil unidades no período de 
abril/2007 a março/2008, portanto, um aumento de 248,5%.
26 C E D E R J
Gestão de Operações de Serviço | A nova economia de serviços: características, tendências e 
perspectivas 
C E D E R J 27
A
U
LA
 
1
 
Estamos em plena era dos serviços, cujo início se deu em 1995, com a inclusão 
das maiores empresas de serviços no ranking da Revista Forbes. O setor de 
serviços cresce em todo o mundo a tal ponto que já é possível a utilização 
do termo \u201ceconomia de serviços\u201d.
Essa nova onda de serviços mudou completamente a economia. Até mesmo 
as empresas industriais introduziram os serviços em suas atividades de 
negócio, pois perceberam que os serviços contribuíam e alavancavam a 
venda de seus produtos.
Por outro lado, as empresas de serviços cresceram e se diversificaram. 
Surgiram novos ramos de serviços. A antiga divisão entre indústria e serviço 
deixou de existir. Os produtos se comoditizaram e a competição evoluiu 
da qualidade dos produtos para a eficácia dos serviços. As empresas não 
tinham outra saída senão investir em novos serviços.
Assim, a economia de serviços expandiu-se em novos formatos, estratégias e 
atributos como, por exemplo, diferenciação, personalização, customização, 
foco no cliente e desenvolvimento de plataformas de serviço.
Surgiram novos setores de serviços, tais como o de serviços de crédito 
imobiliário, atualmente em franca expansão. Outros setores de serviços 
entraram em crise, sendo o melhor exemplo o de transportes aéreos de 
passageiros. São apenas alguns exemplos que demonstram a força das 
mudanças que afetam os serviços nos dias de hoje.
Esse novo setor é constituído de diversos segmentos, com características 
próprias e tendências diversas. Conhecer as características do seu setor de 
serviços, a sua evolução, os seus fatores críticos e de sucesso, as estratégias 
e os novos segmentos é condição essencial para a obtenção de riqueza no 
negócio de serviços.
Há empresas, como a IBM e a Starbucks, que fizeram do serviço o fator-
chave do seu sucesso.
R E S U M O
28 C E D E R J
Gestão de Operações de Serviço | A nova economia de serviços: características, tendências e 
perspectivas 
INFORMAÇÃO SOBRE A PRÓXIMA AULA
Na próxima aula, vamos estudar o conceito e a natureza dos serviços.