Currículo do Estado de São Paulo
261 pág.

Currículo do Estado de São Paulo


DisciplinaEducação Física Escolar271 materiais2.123 seguidores
Pré-visualização50 páginas
quanto a feita pelo professor, serão levadas 
em conta todas as atividades realizadas durante 
o curso. Em relação às provas, serão emprega-
dos como instrumentos um conjunto de ativi-
dades selecionadas entre aquelas que foram 
realizadas em aula em cada unidade didática. 
Tanto na avaliação diária quanto na feita por 
meio de provas, deverão ser contempladas as 
diversas competências e habilidades, devendo 
os instrumentos adequar-se a elas. Em cada 
caso, o julgamento deverá ir além dos critérios 
de pura correção gramatical em função de uma 
norma padrão determinada, devendo pautar-se 
por níveis de adequação da produção às diver-
sas situações e aos propósitos almejados.
Conteúdos disciplinares
As expectativas de aprendizagem rela-
cionadas na matriz curricular e comentadas no 
item anterior estão vinculadas também a habi-
lidades e competências que, por sua vez, apa-
recerão sempre dentro da exploração de temas 
de relevância para o grupo de aprendizes e para 
o tratamento e compreensão da língua e das 
questões culturais relevantes para o mundo his-
pânico, foco da disciplina. Ganham, assim, um 
sentido mais amplo os conteúdos linguísticos 
específicos, que devem subordinar-se a esses 
temas, nunca o contrário. Daí que seja impres-
cindível que se estabeleça uma correlação es-
treita entre todos esses elementos. É importan-
te frisar que, para ser coerente com a proposta 
apresentada neste documento, \u201c[...] a gramáti-
ca \u2013 normativa, prescritiva e proscritiva \u2013, pau-
tada na norma culta, modalidade escrita, não 
é a única que deve ter lugar na aula de língua 
estrangeira nem deve ser o eixo do curso\u201d6. O 
conhecimento gramatical, não necessariamen-
te metalinguístico, deve estar associado ao uso 
em contextos, à noção de adequação, a práti-
cas sociais possíveis e relevantes, nas quais as 
formas façam sentido e não se reduzam a me-
ros formalismos.
Práticas formativas
As atividades a serem desenvolvidas ao 
longo das três séries que compõem o Ensino 
Médio devem considerar o desenvolvimen-
to das habilidades orais e escritas da língua e 
deverão ser escolhidas de acordo com a tipo-
logia textual usada em cada momento e com 
o nível de conhecimento dos alunos, sendo 
que o grau de dificuldade deverá ser ampliado 
paulatinamente. Para tanto, embora seja re-
comendável a preferência pelo uso apenas da 
língua estrangeira, tanto oral quanto escrita, 
não se descarta o emprego eventual da língua 
materna dos aprendizes em sala de aula, seja 
para explicações pontuais, seja para estabele-
cer contrastes entre os dois idiomas com vistas 
a uma melhor apropriação, pelos estudantes, 
6 Conforme proposto nas Orientações Curriculares para o Ensino 
Médio \u2013 Linguagens, Códigos e suas Tecnologias \u2013 Espanhol \u2013 pp. 
143-144. 
161
Currículo do Estado de São Paulo
LEM
Espanhol
de determinados fenômenos linguísticos e/ou 
culturais. Da mesma forma, não é inadmissível, 
especialmente nos estágios iniciais, que o pro-
fessor se expresse em espanhol e os alunos se 
expressem parcialmente em português e que, 
aos poucos, o uso efetivo e ativo da nova língua 
seja incrementado, posto que isso favoreceria a 
intercompreensão, entendida como a possibili-
dade de \u201chablar cada uno su lengua y entender la 
de su interlocutor \u2013 sobre todo si es de la misma fa-
milia lingüística\u201d (HERMOSO, 1998). Essa conduta 
tem, ainda, duas vantagens: a de respeitar um 
natural período de silêncio por parte do apren-
diz em estágios iniciais e, ao mesmo tempo, a 
de não favorecer uma espécie de sensação de 
competência espontânea que pode levar à fixa-
ção de problemas que depois são resistentes à 
correção. Entre as práticas que podem ser utili-
zadas tanto em sala de aula quanto em tarefas 
extra-aula, destacam-se as seguintes:
 
Compreensão 
oral7 
Produção 
oral
Compreensão 
leitora
Produção 
escrita
Atividades
Ouvir e interpretar:
\u2022	 informações, avisos, 
instruções, em 
forma de gravações, 
filmes, TV, rádio, em 
diferentes contextos e 
situações;
\u2022	 apresentações públi-
cas (reuniões, teatro, 
espetáculos, confe-
rências, palestras);
\u2022	 conversas entre falan-
tes nativos 
e/ou entre nativos 
e estrangeiros 
e/ou entre estran-
geiros falantes de 
espanhol, de igual ou 
diferente procedência 
e/ou nível sociocultu-
ral, provenientes de 
fontes diversas e ex-
pressas em diferentes 
variedades do idioma.
\u2022	 Transmitir informa-
ções, avisos, instru-
ções em público.
\u2022	 Intervir em diálogos 
(formais e informais, 
de caráter pessoal 
ou profissional).
\u2022	 Comentar, 
perguntar, 
responder.
\u2022	 Ler textos 
próprios e/ou 
de terceiros.
\u2022	 Recitar.
\u2022	 Cantar.
\u2022	 Falar com apoio em 
anotações, imagens, 
gráficos, mapas.
\u2022	 Reproduzir diálogos 
memorizados ou 
narrá-los em 
discurso indireto.
\u2022	 Dramatizar 
situações.
Ler e interpretar:
\u2022	 diálogos, inclusive de textos 
de dramaturgia;
\u2022	 instruções (bulas, manuais 
etc.), inclusive as de exercícios 
e provas;
\u2022	 formulários e documentos de 
diversos tipos e estilos;
\u2022	 letras de músicas;
\u2022	 diversos tipos de textos lúdi-
cos e humorísticos, interpre-
tando o sentido do humor 
em diferentes culturas;
\u2022	 poesia e prosa literária (con-
tos, crônicas, novelas);
\u2022	 cartazes, avisos, anúncios, 
publicidades e propagandas 
de diversos tipos;
\u2022	 artigos e resenhas;
\u2022	 textos jornalísticos, informati-
vos e de opinião;
\u2022	 textos narrativos, dissertativos 
e ensaios.
\u2022	 Preencher formulários e 
documentos.
\u2022	 Responder a ques-
tionários, enquetes e 
pesquisas diversas.
\u2022	 Redigir cartões postais, 
bilhetes e cartas 
pessoais e comerciais, 
e-mails, depoimentos, 
currículos etc. no espa-
ço virtual.
\u2022	 Redigir cartazes, painéis 
e avisos.
\u2022	 Fazer anotações de 
aulas e palestras.
\u2022	 Redigir textos curtos 
e simples de tipologia 
variada, inclusive obten-
do efeitos de humor e 
tentando obter efeitos 
publicitários e de con-
vencimento.
\u2022	 Traduzir e/ou verter 
pequenos textos de 
tipologia variada.
7 Tanto na compreensão oral quanto na escrita, espera-se que o aluno, ao realizar as diferentes práticas, seja capaz de demonstrar os vários 
graus de compreensão, tanto por meios linguísticos quanto extralinguísticos: seleção da resposta correta ou adequada com base numa série de 
opções, produção da resposta, preenchimento de informação, transferência de informação para outro formato (quadro, gráfico, esquema etc.) 
ou linguagem (desenho, mímica etc.).
162
LEM
Espanhol Currículo do Estado de São Paulo
Compreensão 
oral8 
Produção 
oral
Compreensão 
leitora
Produção 
escrita
Finalidades
\u2022	 Captar o sentido 
geral.
\u2022	 Captar informação 
específica.
\u2022	 Captar opiniões e 
argumentos.
\u2022	 Captar insinua-
ções, ironias, duplo 
sentido, insinuações, 
equívocos.
\u2022	 Descrever experiências, situa-
ções, pessoas e/ou lugares.
\u2022	 Narrar fatos e ações do 
cotidiano ou observados na 
realidade presente ou passada 
(perspectiva histórica).
\u2022	 Projetar o futuro.
\u2022	 Dar e pedir informações e/ou 
instruções;
\u2022	 Agradecer e/ou desculpar-se e 
explicar-se.
\u2022	 Expressar pontos de vista, opi-
niões, gostos e preferências.
\u2022	 Argumentar e persuadir.
\u2022	 Captar o sentido 
geral.
\u2022	 Captar informação 
específica.
\u2022	 Captar opiniões e 
argumentos.
\u2022	 Captar insinuações 
simples, ironias, du-
plo sentido, insinua-
ções, equívocos.
\u2022	 Comunicar fatos, 
ideias, opiniões gerais 
e específicas.
\u2022	 Divulgar informação.
\u2022	 Opinar e persuadir. 
\u2022	 Argumentar e contra-
-argumentar.9 
Na abordagem de todas as atividades in-
cluídas no presente item, é fundamental que se 
tenham