diagnosticopsicopedagogico 140501140434 phpapp02
119 pág.

diagnosticopsicopedagogico 140501140434 phpapp02


DisciplinaDiagnóstico e Intervenção em Psicolo43 materiais171 seguidores
Pré-visualização30 páginas
pictográficos, e não fonográficos como as 
letras. 
\ufffd Não existe distinção entre eles, letras ou números. 
Anderle, Salete Santos, Psicopedagoga- Clínica, Institucional Pedagoga (UCS/RS), Alfabetizadora 
(UCS/RS) Mestrado em Psicopedagogia UNISUL/SC contatos salete_anderle@hotmail.com fone 54 
32114257 
 50 
\ufffd Inicio da diferenciação limitado ao ponto, dois pontos, traço e reticências, 
são chamados de pontinhos, risquinhos, mas continuam a ser assimilados como letras. 
\ufffd Diferenciação inicial. Alguns são confundidos em função da semelhança 
com números ou letras. 
\ufffd Diferenciação entre letras e sinais de pontuação. As crianças podem não 
nomeá-los mas sabem que estes são letras ou vão com elas. 
\ufffd Distinção nítida. Começam a usar denominação adequada e a distinguir a 
função. 
 
5. Orientação espacial da leitura 
\ufffd Não possui a orientação esquerda \u2013 direita, de cima para baixo. 
\ufffd Transição, hora aponta corretamente e hora não 
\ufffd Domina a orientação convencional da leitura 
 
6. Leitura com imagens, palavras e orações 
\ufffd No processo de aquisição de leitura, a criança recorre a fontes de 
informação visual e não visual e coordena estas duas informações para interpretar. 
\ufffd Para avaliar o nível desta coordenação, propõe-se que a criança leia um 
texto acompanhado de imagens. 
\ufffd Texto e desenho indiferenciado. 
\ufffd Diferenciação entre texto e desenho 
\ufffd Imagem permite antecipar o texto 
\ufffd Leitura de palavras 
- Objetivo: observar a maneira que a criança trabalha com o texto escrito 
sem outra referência mais familiar. 
- Leitura de palavras escritas 
- A criança não utiliza nenhum referencial, vai dizendo palavras do seu 
vocabulário, sem relação como que está escrito. 
- Atribui a palavras grandes, nomes grandes e coisas grandes. 
- Se preocupa com a extensão da palavra escrita e da emitida 
oralmente, sem correspondência sonora. 
- Se preocupa com alguns sons da palavra escrita que já conhece. 
- Lê a palavra com falhas e corrige a leitura conforme a compreensão da 
mesma 
- Lê corretamente 
\ufffd Leitura de orações 
- Objetivo: observar se a criança tem habilidade de operar 
simultaneamente com partes do enunciado oral e com as palavras do texto. 
Anderle, Salete Santos, Psicopedagoga- Clínica, Institucional Pedagoga (UCS/RS), Alfabetizadora 
(UCS/RS) Mestrado em Psicopedagogia UNISUL/SC contatos salete_anderle@hotmail.com fone 54 
32114257 
 51 
Níveis da escrita 
 
Pré-silábico 
1. Grafismo Primitivo \u2013 uuuuummmmxxx 
 Escrita unigráfica \u2013 E (cavalo); A (menina bonita) 
 Escrita sem controle de quantidade \u2013 orcadeoe 
 
2. Escritas Fixas \u2013 AO8 = mar, boneca, etc 
 
3. Escritas diferenciadas 
 Seqüência de letras fixas com quantidade variada 
 Quantidade constante com repertório fixo parcial 
 Quantidade variável com repertório fixo parcial 
 Quantidade constante com repertório ou posição variável 
 Quantidade variável e repertório variável 
 
4. Escritas diferenciadas com valor sonoro inicial 
 Quantidade e repertório variáveis e presença do valor sonoro inicial 
Lápis = asol 
 Escritas silábicas iniciais com valor sonoro convencional em escritas sem 
correspondência sonora. Lápis = Isol 
 Escritas silábicas iniciais com valor sonoro convencional em escritas com 
correspondência sonora. Cavalo = avalo 
 
5. Escritas silábicas com marcada exigência de quantidade (casa = sasa) 
 
Silábico 
1. Escritas silábicas iniciais 
 Escritas silábicas iniciais sem predomínio do valor sonoro inicial. (Lápis=i s) 
 Escritas silábicas com marcada exigência de quantidade e predomínio do 
valor sonoro inicial. (Gato = oat; mariposa = aioe) 
 Escritas silábicas escritas, com marcada exigência de quantidade e 
predomínio do valor sonoro inicial. (cebola = eoa) 
 
2. Escritas silábicas escritas 
 Escritas silábicas escritas sem predomínio do valor sonoro convencional. 
(cebola = epu) 
Anderle, Salete Santos, Psicopedagoga- Clínica, Institucional Pedagoga (UCS/RS), Alfabetizadora 
(UCS/RS) Mestrado em Psicopedagogia UNISUL/SC contatos salete_anderle@hotmail.com fone 54 
32114257 
 52 
 Escritas silábicas escritas com predomínio do valor sonoro convencional. 
(cebola = coa) 
 
Nível silábico-alfabético 
1. Escritas silábico-alfabéticas 
 Sem predomínio do valor sonoro convencional \u2013 gato = tgo 
 Com predomínio do valor sonoro convencional \u2013 gato = gto 
 
Nível alfabético 
1. Escritas alfabéticas 
 Sem predomínio do valor sonoro convencional. (gato = ootg) 
 Com algumas falhas no valor sonoro convencional. (pagamento = 
pagamato) 
 Com valor sonoro convencional. (sal = sal) 
 
Ditado 
Palavras não convencionais = tigela, árvore, livro, tubo, escada, unha, figo, jarra, fumaça. 
 
Anderle, Salete Santos, Psicopedagoga- Clínica, Institucional Pedagoga (UCS/RS), Alfabetizadora 
(UCS/RS) Mestrado em Psicopedagogia UNISUL/SC contatos salete_anderle@hotmail.com fone 54 
32114257 
 53 
 
Nome:_____________________________ Data ____/____/_______ 
 
1. Diga uma palavra grande:_______________________________________ 
Porque?________________________________________________________________ 
2. Diga uma palavra pequena:______________________________________ 
Porque?________________________________________________________________ 
3. Qual é a palavra maior: Aranha ou Boi?______________________________ 
Porque?________________________________________________________________ 
4. Qual palavra é maior: Trem ou Telefone?____________________________ 
Porque?________________________________________________________________ 
5. Diga uma palavra parecida com Bola._______________________________ 
Porque?________________________________________________________________ 
6. Diga uma palavra parecida com Cadeira. ____________________________ 
Porque?________________________________________________________________ 
7. As palavras Baleia e Bala são parecidas?____________________________ 
Porque?________________________________________________________________ 
 
8. Diante de duas cartelas escritas MESA e CADEIRA, pede-se a criança onde 
está escrito CADEIRA. ( ) Acertou ( ) Errou 
Como você sabe?________________________________________________ 
 
9. Diante de três cartelas escritas COPO, COLO e ÁGUA o examinador chama 
a atenção da criança para a semelhança visual entre as duas primeiras palavras e faz a 
pergunta: Está palavra parecida com COPO é COLO ou ÁGUA? 
( ) Acertou ( ) Errou 
Como você sabe?_________________________________________________ 
 
10. Diante do par de palavras BOI e ARANHA o examinador fala: nas 
condições que as palavras estão escritas, onde você acha que está escrito ARANHA? 
( ) Acertou ( ) Errou E BOI? ( ) Acertou ( ) Errou 
Porque?________________________________________________________ 
 
11. Diante do par de palavras PÉ e DEDO, o Examinador fala: Onde você acha 
que está escrito DEDO? ( ) Acertou ( ) Errou 
Porque?________________________________________________________ 
 
Anderle, Salete Santos, Psicopedagoga- Clínica, Institucional Pedagoga (UCS/RS), Alfabetizadora 
(UCS/RS) Mestrado em Psicopedagogia UNISUL/SC contatos salete_anderle@hotmail.com fone 54 
32114257 
 54 
Nome:______________________________Data: ____/____/_______ 
 
PROVA DE LEITURA SEM IMAGEM 
 
Leitura de Palavras 
1.1- Apresenta-se para a criança uma lista de palavras e pergunta-se: 
 O que você acha que está escrito em cada linha da ficha? 
1.2-Palavras apresentadas Resposta da Criança 
1._______________________ ___________________________ 
2._______________________ ___________________________ 
3._______________________ ___________________________ 
4._______________________ ___________________________ 
5._______________________ ___________________________ 
6._______________________ ___________________________ 
7._______________________