FISICA 1
167 pág.

FISICA 1


DisciplinaFísica Básica I1.081 materiais10.588 seguidores
Pré-visualização44 páginas
como poderíamos escrever nossos números decimais em forma de potencia de 10, 
passo a passo. Considere o número 2,354. Como visto, cada numero após a virgula corresponde a uma 
divisão por 10, e se quisermos tirar um numero do denominador e passar para o numerador, basta colocar 
o sinal \u201c-\u201c. Vejamos: 
2,354 = 2354/ 1000 = 2354/10
3
 = 2354x10
-3 
Logo, os números decimais que tínhamos mostrado ficariam assim: 
4,5 = 45x10
-1
 
7,54 = 754x10
-2
 
2,324 = 2324x10
-3
 
100,33 = 10033x10
-2
 
0,324= 324x10
-3
 
 
 
NOTAÇÃO CIENTÍFICA 
 
Quando desejamos expressar um numero que contenha muitos algarismos, fica extremamente complicado 
escreve-lo. 
Para isso adotamos a utilização de bases de potencias. Em nossos estudos sempre usaremos as base no 
valor dez (10),as potencias de base 10 vistas acima 
Assim nossos números podem ser escritos na seguinte forma. 
 
 a x10
b
 
 
Dessa forma, caso tenhamos números com muitas casas, podemos simplesmente abrevia-los, como 
veremos nos exemplos: 
2000000000 = 2x10
 9
 (temos 9 zeros após a virgula, o que equivale a dizer= 
2x10x10x10x10x10x10x10x10x10) 
 
 
SESSÃO LEITURA 
 
 
PORQUÊ OS ESTADOS UNIDOS USAM UNIDADES DE MEDIDAS DIFERENTES DAS 
NOSSAS? 
 
Os primeiros padrões de medida criados pelo homem eram baseados em partes do seu próprio corpo: 
palma da mão, polegar, braço ou uma passada. A milha tem sua origem na Roma antiga onde se utilizava o 
mille passus, medida correspondente a mil passadas duplas. A Inglaterra normalizou seu sistema 
consuetudinário de pesos e medidas em 1215, criando o Sistema Imperial Britânico que posteriormente 
seria adotado pelos Estados Unidos, uma de suas colônias. No Brasil utilizamos o Sistema Internacional de 
12 
 
 
Unidades no qual o padrão de comprimento é o metro com seus múltiplos (Kilometros, decametro etc.) e 
submúltiplos (centímetro, milímetro etc.). Uma milha corresponde a aproximadamente 1.609 metros. 
O Sistema Internacional de Unidades teve origem na França. Em 1789 o Governo Republicano Francês 
pediu à Academia de Ciências que criasse um sistema de medidas baseado numa \u201cconstante natural\u201d, que 
tivesse uniformidade de identidade e de proporção. A Academia propôs que todas as unidades de 
comprimento existentes - côvado, braça, pé, milha, polegada etc. - fossem substituídas por uma única, o 
metro, do grego metron que significa medir. Na época, o metro era definido como a décima milionésima 
parte da distância entre o Pólo Norte e a linha do Equador, medida pelo meridiano que passa sobre Paris. 
Na segunda metade do século XIX, vários países já tinham aderido ao sistema, inclusive o Brasil, que 
oficializou sua adesão em 1862. A Conferência Internacional de Pesos e Medidas decidiu em 1960, com a 
participação do nosso país, substituir o Sistema Métrico Decimal pelo Sistema Internacional de Unidades 
(SI), mais completo e elaborado. 
FONTE: http://www.abcmc.org.br/publique1/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=440&sid=12 
 
 
ALGUMAS UNIDADES MAIS FREQUENTES NOS EUA 
Peso 
\uf0b7 Peso em geral é medido em libras. 
\uf0b7 Escreve-se lbs. mas fala-se "pounds". 
\uf0b7 1 lb = 453 gramas; 1 kg é aproximadamente 2,2 libras. 
\uf0b7 Peso de coisas pequenas é indicado em onças. 
\uf0b7 1 onça corresponde a 28,3 gramas. 
\uf0b7 Escreve-se "oz." e fala-se "ounces". 
\uf0b7 Uma libra tem 16 onças. 
Comprimento (medida linear) 
\uf0b7 Comprimento (inclusive a altura de uma pessoa) é medido em pés. 
\uf0b7 Um pé é "1 foot"; dois pés diz-se "2 feet". 
\uf0b7 Uma polegada é um "inch". 
\uf0b7 Pé e escrito ft. ou '. 
\uf0b7 Polegada é escrito in. ou ". 
\uf0b7 1 pé = 1' = 12" = 30,48cm. 
\uf0b7 1 polegada = 1" = 2,54cm. 
Volume 
\uf0b7Volume de líquidos é medido em galões. 
\uf0b7Galões escreve-se "gallons" e abreviado "g" ou "gal.". 
Distância 
\uf0b7 Distância é medida em milhas. Uma milha tem 1,6 km. 
Temperatura 
\uf0b7 Temperatura é medida em graus "Fahrenheit" (indicado por ºF). 212 ºF = 100 ºC e 32 ºF = 0 ºC. 
FONTE: http://duvekot.com/pt/knowledge-center/n%C3%BAmeros,-unidades-e-medidas.html 
 
 
 
 
 
 
13 
 
 
INTRODUÇÃO Á MECÂNICA 
 
1. MECÂNICA: 
Mecânica é a parte da física que estuda o movimento e repouso dos corpos, levando em conta 
características como velocidade, posição, tempo, aceleração, dentre outros. 
2. PARTES DA MECÂNICA 
A. CINEMÁTICA: 
Estuda o movimento e repouso em si, sem se preocupar com o que colocou ou tirou o objeto do movimento. 
Usa como unidades : posição, comprimento, tempo, velocidade, aceleração. 
B. DINÂMICA: 
Estuda as causas que determinam e modificam o movimento. Ela explica, a cinemática descreve. Ocupa-se 
das grandezas: massa, força 
C. ESTÁTICA: 
Estuda o repouso e o equilíbrio dos corpos, mais aprofundadamente 
 
3. GRANDEZAS VETORIAIS E ESCALARES: 
Na física existem dois tipos de grandezas, as escalares e vetoriais. Primeiramente precisamos definir o que 
é grandeza. Grandeza é a forma de definir alguma coisa através de números. Por exemplo, a área de um 
terreno, o tempo que um objeto demora para cair de uma certa altura, o comprimento de um lápis, todos são 
exemplos de grandeza. Tenho certeza que já perceberam que grandeza nada mais é do que um termo 
chique e elegante para falar sobre a medida de alguma coisa, não é mesmo? 
Agora vamos entender a diferença de escalar e vetorial. Grandezas escalares são aquelas que apenas o 
número sozinho é suficiente para descrevê-las. Retomando os exemplos acima, se digo que um terreno tem 
200 m² de área, isso me satisfaz. Se digo que um lápis mede 15 cm também está ótimo. Eu não preciso de 
mais informações. Outros exemplos : massa, energia, tempo, temperatura, densidade. No caso das 
grandezas vetoriais , isso não ocorre. Eu preciso de mais informações. Por exemplo, dizer que a distancia 
de São Paulo á BH é 510 km não é o suficiente. Pode ser para os leigos, mas não é para nós, aspirantes a 
físicos. Eu preciso dizer ainda que é a distância em linha reta, e na direção sudoeste-nordeste. Em resumo, 
grandezas escalares só dependem de um número (que chamamos de módulo) e de uma unidade de 
medida (cm, ml, metros...) enquanto que as vetoriais dependem do numero, unidade de medida e de 
informações extras como direção e sentido. Vamos falar sobre isso mais a frente. 
 
 
VETORES 
As grandezas vetoriais são representadas por vetores. Vetores são entidades matemáticas que possuem 
MÓDULO, DIREÇÃO E SENTIDO, utilizados na física para expressar as grandezas vetoriais. São 
representados por um segmento de reta AB onde A representa a origem e B a sua extremidade. Veja 
abaixo um exemplo de vetor: 
 
Este vetor apresenta: 
módulo, que nada mais é 
que sua medida, seu 
tamanho. Como sabemos, 
módulo é composto por um 
número seguido de sua 
14 
 
 
unidade de medida. Se cada espaço for 1 cm, teremos 5 cm de modulo. 
Direção: é como o vetor se orienta no espaço. Neste caso é horizontal, mas poderia ser vertical, ou obliqua. 
Sentido: Onde ele começa e termina. No exemplo, seu sentido é esquerda-direita, pois tem origem na 
esquerda e fim na direita. 
ATENÇÃO 
Para dois vetores serem iguais, precisam apresentar mesmo módulo direção e sentido. Se uma 
destas variar, são vetores diferentes! 
 
Vetores iguais: apresentam mesmo modulo, 
direção e sentido 
 
 
 
Vetores opostos: mesmo módulo e direção, mas sentido oposto 
 
 
 
 
 
2. SOMA VETORIAL 
Quando executamos uma operação com vetores, chamados o seu resultado de resultante . Dado dois 
vetores = AO e = BO, a resultante é obtida graficamente trançando-se pelas extremidades de cada um 
deles uma paralela ao outro.