PORTUGUÊS INSTRUMENTAL pdf
120 pág.

PORTUGUÊS INSTRUMENTAL pdf


DisciplinaPortuguês Instrumental I563 materiais2.588 seguidores
Pré-visualização20 páginas
1ª Edição
Sobral/2017
PROFª Me. LIANA LIBERATO LOPES CARLOS
PROFº Me. EMANOEL PEDRO MARTINS GOMES
PORTUGUÊS 
INSTRUMENTAL
Português Instumental 5
INTA - Instituto Superior de Teologia Aplicada
PRODIPE - Pró-Diretoria de Inovação Pedagógica
Diretor-Presidente das Faculdades INTA 
Dr. Oscar Rodrigues Júnior 
Pró-Diretor de Inovação Pedagógica 
Prof. PHD João José Saraiva da Fonseca 
Coordenadora Pedagógica e de Avaliação 
Profª. Sonia Henrique Pereira da Fonseca 
Professores Conteudistas
Emanuel Martins Gomes
Liana Liberato Lopes Carlos
Assessoria Pedagógica 
Sonia Henrique Pereira da Fonseca 
Transposição Didática
Adriana Pinto Martins
Evaneide Dourado Martins 
Design Instrucional
Sonia Henrique Pereira da Fonseca
Revisora de Português 
Neudiane Moreira Félix
Revisora Crítica/Analista de Qualidade 
Anaisa Alves de Moura
Diagramadores
Anacléa de Araújo Bernardo
Fernando Estevam Leal
Diagramador Web 
Eryberto da Silva Pontes
Produção Audiovisual
Francisco Sidney Souza de Almeida 
(Editor)
Operador de Câmera 
José Antônio Castro Braga
Pesquisadora Infográfica
Anacléa de Araújo Bernardo 
Sumário
1
Palavra do Professor-autor ................................................................................... 10
Sobre os autores ..................................................................................................... 11
NOÇÕES BÁSICAS DE COMUNICAÇÃO HUMANA
Comunicação Humana .....................................................................................................................14
Comunicação e Informação ...........................................................................................................17
Noções de Língua e Linguagem ..................................................................................................18
Variação e Registro ............................................................................................................................20
GRAMÁTICA NO TEXTO
Para que serve a gramática no texto? ........................................................................................24
Coesão e Coerência ..........................................................................................................................25
Concordância Nominal e Verbal...................................................................................................35
Regência Nominal ..............................................................................................................................47
Regência Verbal ..................................................................................................................................49
Colocação Pronominal .....................................................................................................................51
Novo Acordo Ortográfico ...............................................................................................................57
Acentuação ...........................................................................................................................................64
LEITURA E ESCRITA
Os bloqueios e entraves da escrita .............................................................................................66
Tipos de vocabulário ........................................................................................................................71
Limitação cultural ...............................................................................................................................72
Falta de inspiração .............................................................................................................................72
2
3
Bibliografia.......................................................................................................118
Falta de criatividade ..........................................................................................................................73
Redação e a gramática .....................................................................................................................74
Devemos ter cuidado com os erros mais comuns da Língua ...........................................83
Gêneros Textuais............................................................................................................................... 100
Explicando melhor.............................................. .............................................................................. 113
Português Instumental 9
Português Instrumental10
Palavra dos Professores autores
Sejam bem-vindos a disciplina de Português Instrumental.
Caros estudantes,
O plano e organização deste material didático responde à necessidade de uma 
apresentação do conteúdo programático, privilegiando os aspectos inerentes ao es-
tudo da linguagem. No entanto, ao estudarmos algo é preciso e necessário compre-
ender o porquê do estudo. Assim caminharemos em busca de aprender e apreender 
o que nos interessa em nossa vida acadêmica. Afinal, o que é estudar Português 
para alguém que já fala muito bem sua língua? Se já fala perfeitamente sua língua 
porque estudá-la? Estas reflexões nos interessam ao longo de nossa conversa.
Somos seres feitos de linguagem: pensamos, nos comunicamos, sonhamos 
para além daquilo, que nos foi dado, entretanto não sobrevivemos sem a lingua-
gem. Estudar Português é antes de qualquer coisa, estudar a Língua Portuguesa 
aplicada como instrumento às diversas áreas, é o estudo prático da comunicação 
humana, linguagem, vocabulário, frases e fatos gramaticais.
Portanto, esperamos que este material se torne um significativo instrumento 
para aperfeiçoar o uso de uma língua que você já conhece tão bem.
Bom trabalho e aperfeiçoamento do conteúdo.
Os autores!
Português Instumental 11
Sobre os Autores
 Liana Liberato Lopes Carlos, mestre em Educação pela UFC- 
Universidade Federal do Ceará (2016) vinculada no Programa de Pós- 
Graduação em Educação na UFC na Linha de pesquisa de História da 
Educação Comparada . Especialista em Ensino do Português pela UVA-
-Universidade Estadual Vale do Acaraú (2004). Graduada em Letras pela 
UVA-Universidade Estadual Vale do Acaraú (2003). Em 1998 passou a 
compor o quadro de colaboradores do SFIEC- Sistema da Federação das 
Indústrias no Estado do Ceará, onde atuou como professora nos cur-
sos profissionalizantes - SESI e SENAI (1998-2011). Foi professora co-
laboradora da Universidade Estadual Vale do Acaraú-UVA (2009-2011)
ministrando as disciplinas de Produção textual e Português Instrumental. 
Atualmente é Professora nas Faculdades INTA nos cursos de graduação e 
Pós Graduação Lato Sensu e Professora Pesquisadora I pela Universidade 
Estadual Vale do Acaraú - UVA no Programa de Formação de Professores 
(PARFOR) no Curso de Pedagogia. Tem experiência na área de Linguística 
e História da Educação, atuando principalmente nos seguintes temas: 
linguagem, cultura, memória, história oral, identidade e práticas educati-
vas interdisciplinares nos espaços escolares e não escolares. 
Emanoel Pedro Martins Gome, mestre (2013) e doutorando 
(2014-2017) em Linguística Aplicada pelo Programa de Pós-Graduação 
em Linguística Aplicada (PosLA) da Universidade Estadual do Ceará 
(UECE). Membro-pesquisador do Grupo PRAGMACULT - Pragmática 
Cultural, Linguagem e Interdisciplinaridade (ou NIPRA - Núcleo 
Interdisciplinar de Estudos em Pragmática), vinculado ao PosLA, e do 
Grupo Conflitualidade e Violência (COVIO), pertencente ao Programa de 
Pós-Graduação em Sociologia (PPGS), da UECE. Licenciado em Letras/
Português/Literaturas Brasileira e Portuguesa pela Universidade Estadual 
do Ceará (2010), atuando principalmente nos seguintes temas: escândalo 
político, discurso, filosofia da linguagem, análise do discurso crítica, 
pós-marxismo