A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
Metodologia e Prática do Ensino de Língua Portuguesa UNI 2

Pré-visualização | Página 1 de 3

Revisar envio do teste: Questionário Unidade II (2017/2)
 
	Usuário
	
	Curso
	Metodologia e Prática do Ensino de Língua Portuguesa
	Teste
	Questionário Unidade II (2017/2)
	Iniciado
	22/11/17 23:14
	Enviado
	22/11/17 23:15
	Status
	Completada
	Resultado da tentativa
	3 em 3 pontos  
	Tempo decorrido
	0 minuto
	Instruções
	ATENÇÃO: a avaliação a seguir possui as seguintes configurações:
- Possui número de tentativas limitadas a 3 (três);
- Valida a sua nota e/ou frequência na disciplina em questão – a não realização pode prejudicar sua nota de participação AVA, bem como gerar uma reprovação por frequência;
- Apresenta as justificativas das questões para auxílio em seus estudos – porém, aconselhamos que as consulte como último recurso;
- Não considera “tentativa em andamento” (tentativas iniciadas e não concluídas/enviadas) – porém, uma vez acessada, é considerada como uma de suas 3 (três) tentativas permitidas e precisa ser editada e enviada para ser devidamente considerada;
- Possui um prazo limite para envio (acompanhe seu calendário acadêmico), sendo impossível o seu acesso após esse prazo, então sugerimos o armazenamento e/ou impressão para futuros estudos;
- A não realização prevê nota 0 (zero).
	Resultados exibidos
	Todas as respostas, Respostas enviadas, Respostas corretas, Feedback, Perguntas respondidas incorretamente
Pergunta 1
0,3 em 0,3 pontos
	
	
	
	A estratégia de agrupar os alunos para realizar as atividades em sala de aula é uma forma de promover a troca de experiências, a circulação de informações, o desenvolvimento da argumentação, o respeito entre os colegas etc. Entretanto, para que se torne produtivo, o agrupamento precisa ser muito bem pensado pelo professor, que deve...
 
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	c.
 escolher os agrupamentos utilizando-se de critérios estabelecidos durante as observações e registros realizados no acompanhamento da classe.
	Respostas:
	a. 
 permitir que os alunos escolham espontaneamente seus pares para que não haja intrigas entre eles.
	
	b. 
 agrupá-los em duplas, em algumas situações em trios, caso contrário a classe ficará muito barulhenta.
	
	c.
 escolher os agrupamentos utilizando-se de critérios estabelecidos durante as observações e registros realizados no acompanhamento da classe.
	
	d. 
 colocar em duplas os alunos que não se dão bem para que possam deixar de lado a rivalidade no momento da realização da tarefa.
	
	e. 
 colocar os mais tímidos com os mais desinibidos para que o grupo possa ser bem representado no momento da discussão coletiva.
 
	Feedback da resposta:
	As observações e registros que os professores realizam durante suas aulas também precisam ser considerados no momento dos agrupamentos. Por exemplo, é interessante, em alguns casos, colocar alunos que tenham conhecimentos próximos para que discutam sobre um determinado aspecto da língua. Tudo dependerá, porém, dos objetivos do professor com a atividade.
	
	
	
Pergunta 2
0,3 em 0,3 pontos
	
	
	
	De um modo geral, os professores que lecionam nos anos iniciais não se dedicam à realização de leituras para seus alunos porque há uma série de cobranças nessa etapa do ensino, principalmente no que se refere ao cumprimento do conteúdo indicado para o ano vigente. Sabe-se que essa é a realidade na maioria das escolas brasileiras, sejam elas públicas ou particulares. Entretanto, essa realidade...
 
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	a. 
 coloca em evidência a falta de clareza em relação aos benefícios propiciados pela leitura.
	Respostas:
	a. 
 coloca em evidência a falta de clareza em relação aos benefícios propiciados pela leitura.
	
	b. 
 pressupõe que a leitura, por sua importância, já é suficientemente explorada na Educação Infantil.
	
	c. 
 nega a hierarquia entre os conteúdos, ou seja, não há conteúdo mais importante que outro.
	
	d. 
 expõe a impossibilidade de articular com coerência as correntes teóricas e a prática pedagógica.
	
	e. 
 revela a falta de interesse do professor com a formação do leitor competente.
 
	Feedback da resposta:
	Se tanto o currículo escolar como os professores tivessem clareza do quanto contribui para o desenvolvimento e a aprendizagem do aluno a prática da leitura na escola, esta não seria preterida para favorecer outro conteúdo que fosse julgado mais importante. Pelo contrário, estaria com ele em situação de igualdade, o que a tornaria indispensável na atuação pedagógica.
	
	
	
Pergunta 3
0,3 em 0,3 pontos
	
	
	
	Muito se tem discutido sobre o papel da escola nos dias atuais. Entretanto, sabe-se que, no que se refere ao ensino da leitura e da escrita, ela deve buscar a formação do aluno para além da decifração, ou seja, para além da codificação e da decodificação. Isso quer dizer que é seu objetivo nessa área...
 
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	b. 
 contribuir para o desenvolvimento da competência leitora e escritora, utilizando-se, para tanto, de práticas adequadas para esse fim.
	Respostas:
	a.
 treinar o aluno nos diferentes gêneros textuais para que, em caso de necessidade, ele saiba classificá-los adequadamente e escrevê-los segundo o seu rigor.
	
	b. 
 contribuir para o desenvolvimento da competência leitora e escritora, utilizando-se, para tanto, de práticas adequadas para esse fim.
	
	c. 
 proporcionar situações para o desenvolvimento de competências, sem importar-se com o processo de codificação e decodificação.
	
	d. 
 inserir o aluno no conhecimento da codificação e da decodificação para depois iniciar o trabalho com o desenvolvimento de competências.
	
	e.
 permitir que o professor decida livremente se começa a ensinar o aluno a decifrar ou se inverte esse processo iniciando pelo ensino de competências para depois partir para a decifração.
 
	Feedback da resposta:
	Somente quando o aluno desenvolve a competência leitora e escritora pode ir além do texto por meio do estabelecimento de relações com situações vivenciadas, questionamentos, reflexões, articulações com outros conhecimentos, inferências etc.
	
	
	
Pergunta 4
0,3 em 0,3 pontos
	
	
	
	O debate, a discussão e a reflexão em grupo têm recebido incentivos no âmbito escolar. O professor é encorajado a todo momento a promover tais práticas com seus alunos. Apesar de todas as vantagens que essa modalidade de ensino possibilita, o professor deve ter uma atenção redobrada nesses casos, um cuidado que vai além do trabalho com os conteúdos propostos. A ele cabe garantir...
 
	
	
	
	
		Resposta Selecionada:
	c. 
 que os alunos se expressem demonstrando respeito e compreensão em relação ao que expõem seus colegas.
	Respostas:
	a. 
 que a discussão seja encaminhada para uma resposta correta, sem a qual a aprendizagem dos alunos fica comprometida.
	
	b. 
 que todos os alunos possam falar, chamando em primeiro lugar aqueles mais tímidos para que a vez deles não seja deixada de lado.
	
	c. 
 que os alunos se expressem demonstrando respeito e compreensão em relação ao que expõem seus colegas.
	
	d.
 que a discussão ocorra de modo organizado, deixando que cada aluno fale apenas uma vez para que todos tenham a sua oportunidade garantida.
	
	e. 
 que ao final de cada discussão os alunos identifiquem a resposta correta, ou seja, aquela que o professor pretendia ensinar.
 
	Feedback da resposta:
	Se tais princípios não forem tratados de forma adequada com a mediação do professor, corre-se o risco de não se obter uma troca de experiências produtiva entre os alunos, comprometendo a qualidade do resultado apresentado. Além disso, poderão surgir problemas relacionados ao desenvolvimento emocional de alguns alunos.
 
	
	
	
Pergunta 5
0,3 em 0,3 pontos
	
	
	
	O professor desempenha um papel de relevância na formação dos alunos. Não porque tenha todas as respostas para as

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.