Aula 4   RISCOS OCUPACIONAIS E MAPA DE RISCOS
63 pág.

Aula 4 RISCOS OCUPACIONAIS E MAPA DE RISCOS


DisciplinaQualidade e Segurança na Construção9 materiais18 seguidores
Pré-visualização3 páginas
AULA 04 
Riscos Ocupacionais 
Riscos Ocupacionais 
Riscos Físicos 
RUÍDO: é definido como um som indesejável, produto das 
atividades diárias da comunidade. O som representa as vibrações 
mecânicas da matéria através do qual ocorre o fluxo de energia na 
forma de ondas sonoras. 
VIBRAÇÃO: é qualquer movimento que o corpo executa em 
torno de um ponto fixo. Esse movimento pode ser regular, ou 
irregular, quando não segue um padrão determinado. 
RADIAÇÃO IONIZANTE: São emissões de energia em 
diversos níveis, ultra-violeta, raio-X, raio gama e partículas 
alfa e beta que, em contato com elétrons de um átomo, 
provocando a ionização destes. 
Riscos Físicos 
RADIAÇÃO NÃO-IONIZANTE: Ao contrário da anterior, não 
tem poder de ionização. Pode causar contrações cardíacas, 
debilitação do sistema nervoso central, catarata ou até 
mesmo a morte. Fator determinante é o tempo de exposição. 
PRESSÕES ANORMAIS 
 
Hipobárica: elevadas altitudes, (coceira na pele, dores 
musculares, vômitos, hemorragias pelo ouvido e ruptura do 
tímpano). 
 
Hiperbárica: mergulho e uso de ar comprimido 
Riscos Físicos 
RISCOS FÍSICOS EFEITOS PARA SAÚDE SETORES OU CATEGORIAS 
Temperaturas extremas: 
calor, frio e umidade 
Fadiga, gripes e resfriados 
Trabalho a céu aberto; 
ambientes fechados com ar 
condicionado; trabalho junto 
a fornos, caldeiras e outras 
fontes de calor, como 
siderúrgicas e fundições. 
Ruído 
Surdez, nervosismo 
(estresse) 
Trabalhos com máquinas 
barulhentas e outras fontes 
de ruído. 
Pressões anormais 
 
Afogamentos, distúrbios 
 neurológicos, embolia 
Pulmonar 
 
Mergulhadores 
subaquáticos 
Vibrações 
 
Distúrbios osteomusculares 
Operadores de máquinas 
pneumáticas, motoristas de 
ônibus e tratores. 
Umidade 
 Metabólicos e 
endocrinológicos 
Riscos Físicos 
RISCOS FÍSICOS 
EFEITOS PARA 
SAÚDE 
SETORES OU 
CATEGORIAS 
Radiações Ionizantes 
Câncer de vários tipos 
 
Indústrias nucleares, 
trabalhadores de saúde 
(raio X), ou que lidam 
com material radioativo 
 
Radiações Não 
Ionizantes 
(como ondas 
eletromagnéticas e 
ondas de rádio) bem 
como o infrassom e o 
ultrassom 
 
Problemas neurológicos 
Eletricitários e 
trabalhadores próximos 
a subestações de 
eletricidade e estações 
de transmissão 
 
Riscos Físicos 
Riscos Físicos 
Riscos Químicos 
RISCOS QUÍMICOS 
EFEITOS PARA 
SAÚDE 
SETORES OU 
CATEGORIAS 
Substâncias, compostos 
ou produtos que possam 
penetrar no organismo, 
por exposição crônica ou 
acidental, pela via 
respiratória, nas formas 
de poeiras, fumos, 
névoas, neblinas, gases 
ou vapores, ou que, pela 
natureza da atividade ou 
da exposição, possam ter 
contato ou serem 
absorvidos pelo 
organismo através da pele 
ou por ingestão. Também 
incluem os riscos 
químicos 
desencadeadores de 
explosões e incêndios. 
Efeitos decorrentes de 
acidentes químicos, como 
explosões e incêndios. 
Contaminações químicas 
gerando efeitos 
carcinogênicos, 
teratogênicos, 
Sistêmicos (como os 
neurotóxicos), irritantes, 
asfixiantes, 
anestésicos, alergizantes, 
entre outros. 
.Indústria química, 
petroquímica e de 
petróleo (solventes 
orgânicos como o 
benzeno, riscos químicos 
diversos) 
.Garimpo de ouro e 
Indústria de cloro-soda 
com tecnologia de 
amálgama (mercúrio); 
.Fábrica de baterias 
(chumbo); 
.Minas de amianto e setor 
de Fibrocimento (amianto) 
.Jateadores de areia no 
setor metalúrgico e naval 
(sílica) 
.Trabalhadores em geral 
Riscos Químicos 
Riscos Químicos 
Riscos Biológicos 
RISCOS 
BIOLÓGICOS 
EFEITOS PARA 
SAÚDE 
SETORES OU 
CATEGORIAS 
Microrganismos 
patogênicos (bactérias, 
fungos, bacilos, 
parasitas, protozoários, 
vírus, entre outros) 
Doenças contagiosas 
diversas, inclusive 
gripes e resfriados; 
 
Trabalhadores em 
ambientes 
fechados com ar 
condicionado; 
Profissionais de saúde; 
Laboratórios de 
pesquisa em saúde 
pública e análises 
clínicas; 
Animais peçonhentos 
Envenenamento por 
picada de 
cobra ou escorpião 
Trabalhadores agrícolas 
(mordidas de cobra); 
Presença de vetores 
(mosquitos, ratos...) e 
outras mordidas de 
animais 
Doenças contagiosas e 
feridas 
por mordidas 
 
Carteiros (mordidas de 
cães) e trabalhadores em 
geral 
 
Riscos Biológicos 
Riscos Ergonômicos 
RISCOS 
ERGONÔMICOS 
EFEITOS PARA 
SAÚDE 
SETORES OU 
CATEGORIAS 
Esforços Físicos 
Posturas Forçadas 
Movimentos Repetitivos 
Problemas na coluna, 
dores 
musculares, 
 
Estivadores; 
carregadores; 
trabalhadores de linha de 
montagem; Postos de 
trabalho mal projetados 
em geral e com trabalho 
estático ou repetitivo; 
 
Riscos Ergonômicos 
Riscos Mecânicos 
RISCOS 
MECÂNICOS 
EFEITOS PARA 
SAÚDE 
SETORES OU 
CATEGORIAS 
Acidentes com quedas 
Acidentes com veículos 
Acidentes com máquinas 
Traumatismos diversos 
até a morte. 
 
Trabalhadores da ind. da 
construção civil; 
motoristas de 
transportes coletivos; 
operadores de máquinas 
em vários setores, como 
o metalúrgico e 
agricultura; 
trabalhadores em geral. 
 
Riscos Mecânicos 
Riscos Ocupacionais 
Vias de penetração dos agentes agressores: 
 
- Cutânea 
- Digestiva 
- Respiratória 
Riscos Ocupacionais 
 TEMPO 
DE 
EXPOSIÇÃO 
SENSIBILIDADE INDIVIDUAL 
\uf06c CONCENTRAÇÃO 
\uf06c INTENSIDADE 
\uf06c NATUREZA DO RISCO 
Limites de tolerância 
São valores definidos em razão da natureza, 
concentração ou intensidade e o tempo de 
exposição ao agente, onde a grande maioria das 
pessoas expostas a estes limites não sofrerão 
nenhum dano à saúde durante toda sua vida laboral. 
Limites de tolerância 
Ruídos 
\uf0fc O ruído elevado poderá produzir uma redução 
na capacidade auditiva do trabalhador. Quanto 
mais alto os níveis encontrados, maior o 
número de trabalhadores que apresentarão 
início de surdez profissional e menor o tempo 
que este e/ou outros problemas aparecerão. 
\uf0fc O agente ruído, é dividido em dois critérios: 
Ruído Contínuo ou Intermitente e Ruído de 
Impacto. 
Ruídos 
\uf0fc Ruído contínuo ou intermitente é considerado o 
ruído que de acordo com o processo produtivo, 
exponha o trabalhador a níveis de pressões 
sonoras durante todo o seu ciclo de trabalho, sem 
grandes interrupções. 
\uf0fc O ruído de impacto é definido como um pico de 
energia com duração inferior a 1 (um) segundo e 
cuja repetição se dá a intervalos superiores a 1 
(um) segundo. 
Ruídos 
Ruído contínuo e intermitente. 
Níveis de Ruído dB(A) Máxima exposição (t)
85 8 horas
90 4 horas
95 2 horas
100 1 hora
105 30 minutos
110 15 minutos
*115 7 minutos
Vibrações 
 
\uf0fc As vibrações podem afetar o conforto e a 
eficiência, com consequência a redução do 
rendimento do trabalho e causar efeitos adversos 
à saúde. Podem, ainda, progressivamente causar 
desordem irreversível das funções fisiológicas, 
quando de exposição intensa as mesmas. 
Existem dois tipos de vibrações: 
\uf0fc Vibração de corpo inteiro 
\uf0fc Vibração localizada 
Vibrações 
LIMITES DE TOLERÂNCIA 
\uf0fc Os Limites de Tolerância definidos têm por base 
os limites de exposição elaborados pela 
Organização Internacional para a Normalização 
em suas Normas ISO 2631 (vibração de corpo 
inteiro) e ISO 5349 (vibração localizada). 
Radiações