Mielite

Mielite


DisciplinaNeuroanatomia e Neurofisiologia1.952 materiais11.263 seguidores
Pré-visualização1 página
Mielite Transversa
Discentes: 
1.Ana Carolina
2.Cirlane Nascimento
3.Gustavo Lessa
4.Kay France
5.Valdinéia Almeida
Docente: Leticia Abreu
Disciplina: Neuroanatomia
Medula Espinhal
Significa miolo e indica o que está dentro. Assim temos a medula espinhal dentro dos ossos, mais precisamente dentro do canal vertebral. É constituída por feixes de fibras nervosas. 
Esses feixes constituem os tratos longos sensitivos e motores, que conectam o encéfalo aos nervos dos membros e do tronco. Levar e trazer informações do e para o encéfalo representa função importante desses tratos.
Mielite Transversa
É uma doença rara que afeta as substâncias branca e cinzenta da medula espinal, bloqueando totalmente a passagem dos impulsos nervosos, o que determina os seus sintomas. Geralmente é aguda, embora possa também desenvolver-se lentamente. 
Estima-se que esta rara desordem afete por ano 3 a 8 indivíduos entre cada 1 milhão. 
Acomete indivíduos de todas as idades, com um pico de incidência entre os 10 aos 19 anos e entre os 30 aos 39 anos de idade.
Mielite Transversa
As suas manifestações são causadas por uma interrupção de forma ascendente e descendente das vias neuroanatômicas no plano transversal da medula espinal, e a presença de um nível sensorial resultante é característica da síndrome. 
A principal característica patológica da Mielite Transversa é a presença de coleções focais de linfócitos e monócitos, com vários graus de desmielinização, lesão axonal e astroglial e ativação da microglia, dentro da medula espinhal
Doenças associadas a Mielite transversa
Desconhece-se a causa da mielite transversa aguda, mas esta doença pode ser o resultado de uma reação autoimune \u2013 em que o sistema imunológico percebe de forma equívoca os tecidos do corpo como sendo estranhos e produz anticorpos que atacam e danificam os tecidos. No caso de mielite transversa aguda, os tecidos danificados estão na medula espinhal. A doença pode se desenvolver durante:
Esclerose múltipla (mais comum)
Neuromielite óptica, doença que também pode causar problemas visuais e pode ir e vir
Certas infecções bacterianas (como doença de Lyme, sífilis ou tuberculose)
Inflamação dos vasos sanguíneos (vasculite), incluindo lúpus (lúpus eritematoso sistêmico)
Meningoencefalite viral (infecção do cérebro e dos tecidos circundantes)
No entanto, depois de avaliação detalhada, 15 a 30% dos casos de Mielite Transversa, em última análise, são categorizados como idiopáticos.
Sinais e Sintomas
Dependem da porção da medula que tenha sido afetada e dos danos causados aos neurônios nela localizados, tem progressão rápida (horas, dias ou semanas) Manifestações clínica:
Dor súbita nas costas
Choque Medular
Dormência 
Fraqueza
Paralisia Muscular
Espasticidade
Fadiga
Perda do controle intestinal e da bexiga e disfunção sexual, mas é comum que ocorra um quadro febril anterior ao surgimento dos sintomas neurológicos.
Diagnóstico
Feito por meio de dados clínicos e de um exame físico detalhado;
Ressonância magnética há 20 anos permite visualizar em vivo as lesões que afetam a substância branca do cérebro e da medula. Exame de suma importância para mostrar o aumento e expansão do reconhecimento da doença;
Tomografia computadorizada e radiografia da coluna são úteis para excluir a presença de fatores que levem à compressão da medula;
Um exame de sangue e uma punção lombar ajudam a esclarecer as causas da enfermidade e a excluir várias outras desordens que possam gerar sintomas assemelhados.
Tratamento
Corticosteroides são drogas usadas tipicamente como tratamento para a inflamação da medula espinhal em pacientes com MT. 
A plasmaférese também é usada como um tratamento para suprimir o sistema imunológico. 
A reabilitação, especialmente a fisioterapia, é uma parte essencial do tratamento. Os pacientes seguem um regime de reabilitação típico para lesões da medula espinhal. O tratamento de longo prazo para a MT se concentra no manejo de sintomas.
Referência Bibliografia 
http://www.abc.med.br/p/sinais.-sintomas-e-doencas/509849/mielite+transversa+o+que+e+quais+sao+as+causas+como+sao+os+sintomas+existe+tratamento+como+evolui.htm
http://neuroimunologia.com.br/mielite/
https://www.infoescola.com/doencas/mielite-transversa/
http://unifafibe.com.br/revistasonline/arquivos/revistafafibeonline/sumario/10/19042010093641.pdf