A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
AV1 filosofia da educacao

Pré-visualização | Página 1 de 2

Avaliação: CEL0468_AV_ » FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO
	Tipo de Avaliação: AV
	Aluno: 
	Professor:
	
	Turma: 9011/AA
	Nota da Prova: 4,0    Nota de Partic.: 1   Av. Parcial 1  Data: 18/03/2016 20:10:11
	
	 1a Questão (Ref.: 201502241056)
	Pontos: 0,5  / 1,5
	A Filosofia Medieval se desenvolveu a partir de questões que foram postas pelo Cristianismo em sua origem. Dentre os pensadores cristãos que se destacaram, podemos citar: Santo Agostinho e São Tomas de Aquino. Sendo assim, responda:
A) Explique uma contribuição filosófica de Santo Agostinho para o desenvolvimento da Filosofia Ocidental.
 
B) Explique uma contribuição filosófica de São Tomas de Aquino para o desenvolvimento da Filosofia Ocidental.
		
	
Resposta: Santo Agostinho desenvolve uma filosofia apatir da razão e fé.
	
Gabarito:
A. Desenvolveu a noção de interioridade que prenuncia o conceito de subjetividade do pensamento moderno.
B. São Tomás de Aquino teve uma imensa influência em sua época, estendendo-se mesmo até o período contemporâneo, quando é representado pelo neotomismo,  foi de fato um pensador de grande criatividade e originalidade, que desenvolveu uma filosofia própria em um sentido fortemente sistemático, tratando praticamente de todas as grandes questões da filosofia e da teologia.
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201502105216)
	Pontos: 0,5  / 1,5
	"Para realizar seu trabalho, a Filosofia investiga e interpreta o significado de ideias gerais como: realidade, mundo, natureza, cultura, história, verdade, falsidade, humanidade, temporalidade, espacialidade, qualidade, quantidade, subjetividade, objetividade, diferença, repetição, semelhança, conflito, contradição, mudança, necessidade, possibilidade, probabilidade, etc." (CHAUI, 2008, p. 23). Explique por que a atividade filosófica é uma análise, uma reflexão e uma crítica.
		
	
Resposta: Por que a filosifia estuda o homem e seu mundo, conhecer sua realidade através da ciencia, da natureza humana.
	
Gabarito:
Porque é uma análise das condições e princípios do saber e da ação, isto é, dos conhecimentos, da ciência, da religião, da arte, da moral, da política e da história;
É uma reflexão porque volta do pensamento sobre si mesmo para conhecer-se como capacidade para o conhecimento, a linguagem, o sentimento e a ação;
É uma crítica porque é uma avaliação racional que vai discernir entre a verdade e a ilusão, a liberdade e a servidão, investigando as causas e condições das ilusões e dos preconceitos individuais e coletivos, das ilusões e dos enganos das teorias e práticas científicas, políticas e artísticas, dos preconceitos religiosos e sociais, da presença e difusão de formas de irracionalidade contrárias ao exercício do pensamento, da linguagem e da liberdade.
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201502103705)
	Pontos: 0,0  / 0,5
	Segundo Chauí (2003, p. 16), quem não se contenta com as crenças ou opiniões preestabelecidas, quem percebe as contradições e incompatibilidades entre elas, quem procura compreender o que elas são e por que são problemáticas está exprimindo um desejo, o desejo de saber. E é exatamente isso o que, na origem, a palavra filosofia significa, pois, em grego, philosophia quer dizer:
		
	
	conhecimento amoroso.
	 
	conhecimento.
	 
	amor à sabedoria.
	
	sabedoria com amor.
	
	sabedoria.
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201502733114)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	O método socrático pressupõe que a verdade está latente em todo ser humano, podendo aflorar aos poucos na medida em que se responde a uma série de perguntas simples, quase ingênuas, porém perspicazes. O momento do método denominado ¿ironia¿ pode ser assim compreendido:
		
	
	Sócrates ironizava apenas as opiniões superficiais e buscava contribuir para o que interlocutor percebesse o problema e melhorasse sua argumentação.
	
	Sócrates levava seu interlocutor a afirmar coisas absurdas por meio de um jogo de palavras que o confundia.
	
	Sócrates era irônico na medida em que, ao verificar que seu interlocutor era incapaz de sustentar uma opinião, evidenciava sua fraqueza.
	
	Sócrates levava o interlocutor a vislumbrar novos conceitos, novas opiniões sobre o assunto em pauta, estimulando-o a pensar por si mesmo.
	 
	Sócrates levava o interlocutor a duvidar de seu próprio saber sobre determinado assunto, revelando as contradições presentes em sua atual forma de pensar, normalmente baseadas em valores e preconceitos sociais.
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201502069997)
	Pontos: 0,0  / 0,5
	A religião cristã, originária do judaísmo, surge e se desenvolve no contexto do helenismo. É precisamente da síntese entre o judaísmo, o cristianismo e a cultura grega que se origina a tradição cultural ocidental de que somos herdeiros até hoje.
Assinale a única alternativa FALSA.
		
	
	A ação eficaz dos chamados ¿Santos Padres¿ fez com que o cristianismo fosse apresentando como ¿verdadeira filosofia¿, num esforço de cristianização da filosofia considerada pagã.
	
	Na formação da ortodoxia cristã, há um recurso frequente a elementos da filosofia grega em defesa dos pontos doutrinários, na fixação dos dogmas e na condenação das heresias.
	 
	De acordo com a tradição cristã, os filósofos gregos são vistos, em grande parte, principalmente Sócrates, Platão e alguns estoicos, como graves entraves ao desenvolvimento da filosofia cristã.
	
	Santo Agostinho, de tradição platônica, foi o grande formulador da conciliação entre teologia cristã e filosofia grega, entre fé e razão.
	 
	O cristianismo difundiu-se progressivamente ao longo do século I através de núcleos de fiéis que surgiram nos principais centros urbanos como fruto de vários pregadores.
	
	
	 6a Questão (Ref.: 201502674044)
	Pontos: 0,5  / 0,5
	É comum fazer referência à idade média como a idade das trevas, devido à monopolização do conhecimento formal pela igreja católica. Esse período teve bastante influência das leituras de Platão e Aristóteles. Foi nesse período que ocorreu o surgimento das:
		
	
	Escolas técnicas
	 
	Escolas e universidades;
	
	Catedrais e igrejas;
	
	Escolas Jônicas
	
	Escolas Filosóficas;
	
	
	 7a Questão (Ref.: 201502685001)
	Pontos: 0,0  / 0,5
	Na luta contra a Reforma Protestante,  na Igreja Católica do século XVI, surgem novas ordens religiosas de caráter militante, fazendo parte da Contra-Reforma. Uma de entre as apresentadas abaixo surge nesta época. Escolha a alternativa correta:
		
	
	Ordem dops Dominicanos
	 
	Ordem de santo Agostinho
	
	Ordem dos Beneditinos
	
	Ordem dos Franciscanos
	 
	Companhia de Jesus de santo Inácio de Loyola
	
	
	 8a Questão (Ref.: 201502072908)
	Pontos: 0,0  / 0,5
	 Analise as proposições parafraseadas do pensamento de Descartes, a seguir. Afirma Descartes:
1. Que desde a infância nutriu-se das letras, por estar persuadido de que estas poderiam levar a um conhecimento claro e seguro de tudo o que fosse útil à vida, e ele queria aprender. Todavia, ao completar os estudos numa das melhores escolas da França, achava-se com tantas dúvidas e indecisões que todos aqueles anos de estudos pareciam não ter servido, senão ao propósito de revelar cada vez mais sua ignorância.
2. Que tão logo adquiriu independência, abandonou o estudo das letras e passou a procurar a ciência, que estivesse nele próprio e no grande livro do mundo. Passou, portanto, a dedicar sua mocidade a viajar e recolher experiências diversificadas, testando-se a si mesmo e refletindo de forma profunda sobre as coisas para chegar a algum proveito. (MARCONDES, Danilo, Zahar)
Sobre as proposições, escolha a opção corretamente formulada.
		
	
	ao desistir das letras, descartes desistiu da ciência.
	 
	Descartes descobre que o ensino na escola era feito por métodos errados.
	 
	Descartes descobre