SOLIDÃO DA MULHER NEGRA
174 pág.

SOLIDÃO DA MULHER NEGRA


DisciplinaCiência Social183 materiais542 seguidores
Pré-visualização41 páginas
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO 
PUC \u2013 SP 
 
 
 
Claudete Alves da Silva Souza 
 
 
 
 
 
 
 
A solidão da mulher negra \u2013 sua subjetividade e seu preterimento 
pelo homem negro na cidade de São Paulo 
 
 
 
 
 
 
MESTRADO EM CIÊNCIAS SOCIAIS 
 
 
 
 
 
 
 
São Paulo 
2008 
 
PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO 
 
PUC \u2013 SP 
 
 
 
 
Claudete Alves da Silva Souza 
 
 
 
 
A solidão da mulher negra \u2013 sua subjetividade e seu preterimento 
pelo homem negro na cidade de São Paulo 
 
 
 
MESTRADO EM CIÊNCIAS SOCIAIS 
 
 
Dissertação apresentada à Banca 
Examinadora como exigência 
parcial para obtenção do título de 
Mestre em Ciências Sociais, na 
área de Antropologia pela 
Pontifícia Universidade Católica 
de São Paulo, sob a orientação da 
Profa. Dra. Terezinha Bernardo 
 
São Paulo 
2008 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Banca Examinadora 
 
 
___________________________________________ 
Professora Doutora Terezinha Bernardo 
 
___________________________________________ 
Professora Doutora Ana Virginia Santiago Araújo 
 
 
________________________________________________ 
Professora Doutora Eliane Hojaij Gouveia 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Aos meus queridos filhos Kelly e Jefferson razões 
do meu existir e que me trazem diariamente a 
certeza de que o mundo não é apenas branco e 
preto. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
AGRADECIMENTOS 
Especialmente a Jesus, meu \u201cajudador\u201d que me fortalece em todas as 
horas na batalha do existir. 
Negros Jorge e Bira com quem trilhei e trilho jornadas amorosas de 
cumplicidade e carinho. 
Professora Doutora Terezinha Bernardo, mestra querida, que se 
interessou pela minha causa e me propiciou uma orientação segura e brilhante 
convencendo-me que eu era capaz. 
A valiosa colaboração e sugestões das Professoras Doutoras Ana Virginia 
Santiago Araújo e Eliane Hojaij Gouveia por ocasião da Banca de Qualificação. 
Professores Doutores Carmem Sylvia de A. Junqueira, Edgar de Assis 
Carvalho, Marisa do Espírito Santo Borin, Dorothea Voegeli Passetti, Paulo Edgar 
Almeida Resende, cujos ensinamentos foram fundamentais. 
Todas as mulheres que fizeram parte desse estudo desnudando 
generosamente suas almas e contribuindo com os seus relatos para construir 
saberes. 
Aos professores João Galvino e Ana Maria Florentino de Macedo, pela 
sua dedicação e ajuda indispensável. 
 A todas as mulheres negras, parceiras de historicidade e guerreiras de 
sempre que bravamente continuam resistindo contra o processo de 
embranquecimento do país. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
RESUMO 
SOUZA, Claudete Alves da Silva. A solidão da mulher negra \u2013 sua 
subjetividade e seu preterimento pelo homem negro na cidade de São Paulo 
 
Abordei neste trabalho a solidão da mulher negra na dimensão afetivo-sexual, tendo 
como eixo central seu preterimento, enquanto pretendente ao mercado matrimonia, 
pelo parceiro da mesma etnia. Para o entendimento de tal fenômeno procurei buscar 
na literatura dados que dessem conta dessa realidade empírica, partindo da 
concepção sócio-histórica desse sujeito e das implicações a ela correlacionadas. A 
linha metodológica utilizada foi a qualitativa, caracterizada pelo grupo focal e pela 
análise do discurso, permitindo conhecer as representações dessas mulheres. Os 
dados obtidos com a devolução de 62 roteiros de entrevista nortearam a realização 
do grupo focal, composto por 11 mulheres. A análise dos dados mostrou que os 
sujeitos consideram que existe uma situação de desvantagem da mulher negra em 
comparação com a mulher branca no que concerne à preferência do homem negro 
na escolha de parceira afetiva e conjugal. Esta situação repercute com mais 
intensidade nas jovens negras, independente da classe social. O comportamento do 
homem negro foi percebido como resultado de uma desvalorização social da 
população negra do Brasil, de longa data, que vem estimulando os jovens negros a 
procurar \u201cclarear\u201d a família. A associação inter-racial foi vista como vantajosa para o 
homem negro, no sentido da sua ascensão social, e muito desvantajosa para a 
mulher negra pela tendência observada da predominância de pares inter-raciais, 
quais sejam homem negro-mulher branca. As participantes consideram que o 
preterimento da mulher negra acarreta solidão e humilhação. Para enfrentar esta 
situação o grupo considerou que a educação formal é um fator importante de 
resgate dos valores étnicos da raça negra, possibilitando a identificação de maior 
número de indivíduos com estes valores. 
Palavras-chaves: Solidão afetivo-sexual, matrifocalidade, etnia, identidade, 
preterimento. 
 
 
 
ABSTRACT 
 
This work has as an aim to tackle the loneliness of the black woman in the affective-
sexual dimension, having as a central axis her rejection while pretender to the 
marriage market by the partner of the same ethnicity. For the understanding of this 
phenomenon we looked for in the literature datas that could show this empirical fact 
starting from the socio-historical conception of this subject and the correlated 
implications. Thus, in addition to the Bibliographic research, the methodological 
line leds up qualitative technical piece, characterized by the focus group and by the 
analysis of the speech, allowing to know the representations of these women. The 
obtained datas with the devolution of 62 interview routes sent to 62 women guided 
the focus group realization. The datas analysis showed that women who joined the 
survey consider that there is a disadvantage situation of the black women compared 
to the white women regarding to the preference of the black men in the choice of 
the affective and conjugal partner. This situation affects more intensively on young 
black women, independent of the social class. The behavior of the black man was 
perceived as a result of a social devaluation of the black population from Brazil, from 
a long time ago, that is stimulating the young black men to seek "lighten" the family. 
The Inter-racial association was seen as beneficial to the black man, meaning its 
social climbing and very disadvantaged for the black woman, by the tendency 
observed between the inter-racials couples the couple black man-white woman as 
predominant. The participants believe that the exclusion of the black woman brings 
loneliness and humiliation. To face this situation, the group considered that the 
formal education is a rescue major factor of the black ethnic black, enabling the 
identification of a bigger number of people with thesevalues. 
 
Keywords: Affective-sexual loneliness, matrifocality, ethnicity, identity, rejection. 
 
 
 
 
 
 
Claudete Alves da Silva Souza 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
A solidão da mulher negra \u2013 sua subjetividade e seu preterimento 
pelo homem negro na cidade de São Paulo 
 
 
 
 
 \u201cA tomada de consciência da opressão ocorre, 
antes de tudo, pelo racial\u201d. 
 
Lélia Gonzalez 
 
 
 
São Paulo 
2008 
A Mulher Negra Guerreira está morta... 
 
Tributo À Fênix Negra 
Há poucas horas, enquanto lutava com a realidade de ser humana e não um 
mito, a mulher negra guerreira faleceu. Fontes médicas afirmam que ela 
morreu de causas naturais, mas os que a conheceram sabem que