A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
19 pág.
ARQUITETURA HOSPITALAR

Pré-visualização | Página 6 de 9

baixo custo da construção sem que a mesma saia do padrão existente ou utilize materiais de menor performance. Com isso, recorrendo à forma como solução para redução de custo, o arquiteto deverá sugerir:
		
	 
	Podemos optar por uma construção mais quadrada, próximo ao índice de compacidade de 88,6%.
	
	Podemos optar por uma construção mais retangular, próximo ao índice de compacidade de 70,88%.
	
	Podemos optar por uma construção mais hexagonal, próximo ao índice de compacidade de 110%.
	
	Podemos optar por uma construção mais circular, próximo ao índice de compacidade de 100%.
	
	Podemos optar por qualquer formato de construção, pois não há relação alguma entre forma e custo.
	
	Ref.: 201508387323
		
	
	 6a Questão
	
	
	
	
	Uma importante ferramenta que analisa de forma percentual a relação das paredes que envolvem o edifício e sua superfície horizontal foi apresentada por Juan Mascaró, que é o índice de compacidade. Em seu trabalho sobre critérios para projetos, ele nos mostra como a forma das construções interfere nos custos. Levando em conta esse conceito, analise as assertivas abaixo e marque a alternativa que apresenta os itens verdadeiros. I - A solução circular é muito pouco usada na prática por questões construtivas, culturais e dificuldade de elaboração de um bom layout. II - Os custos de construção crescem à medida que o índice de compacidade diminui, ou seja, quanto mais afastado do ponto ótimo de compacidade (100%), menos eficaz é a forma adotada. III - A forma circular é a mais indicada na prática para construções econômicas, apresentando índice de compacidade de 100%. IV - A solução circular mostra que é tão superior na prática em relação às outras formas que o perímetro do círculo é usado na fórmula do índice de compacidade. V - A forma quadrada é considerada na prática o ponto ótimo de compacidade, pois um índice acima de 88,6% é desaconselhável do ponto de vista econômico por gerar perdas na construção.
		
	
	Todas estão corretas.
	
	I, II, III e IV estão corretas.
	 
	I, II e V estão corretas.
	
	III e IV estão corretas.
	
	I e V estão corretas.
	
	Ref.: 201507506055
		
	
	 7a Questão
	
	
	
	
	A pesquisa feita em vários hospitais britânicos pelos ingleses John Weeks e Peter Cowan sobre o tamanho médio dos ambientes em um hospital, identificou que os compartimentos com 15m2 são os mais frequentes. Esse importante estudo influenciou profundamente a maneira de se planejar um hospital porque:
		
	
	trouxe racionalização e organização do espaço ao se implantar a obrigatoriedade da malha ortogonal com módulos de 7,20 x 7,20m.
	
	otimizou os custos de obra com pequenos espaços, mostrando que os ambientes que exigem área em torno de 50m2 representam apenas 2% de todo o edifício e, por isso, são antieconômicos.
	
	trouxe racionalização e organização do espaço ao se implantar a obrigatoriedade da malha ortogonal com módulos de 5,60 x 5,60m.
	 
	permitiu a utilização do conceito de malha ortogonal modular como sugestão para o layout de forma a trazer mais flexibilidade para o edifício.
	
	mostrou que a tendência dos espaços que exigem área acima de 50m2, representando somente 2% de todo o edifício, é acabarem, já que não são espaços que contribuem de forma significativa para o orçamento da instituição.
	
	Ref.: 201507506057
		
	
	 8a Questão
	
	
	
	
	Os planos verticais representam 34% do custo da construção. Sabemos que esse espectro pode variar entre 17% e 45%. Dentre os fatores que contribuem para essa variação, NÃO podemos considerar:
		
	
	os materiais componentes e sistemas construtivos
	
	a forma dos edifícios
	
	a forma dos ambientes
	 
	a modulação dos ambientes
	
	o tamanho médio dos ambientes
	Exercício: SDE0629_EX_A7__V1 
	29/01/2018 23:05:46 (Finalizada)
	Aluno(a): 
	2017.4 EAD
	Disciplina: SDE0629 - ARQUITETURA HOSPITALAR 
	201507231016
	Ref.: 201507506059
		
	
	 1a Questão
	
	
	
	
	A RDC-50 da ANVISA estabeleceu uma estratégia de controle de infecção de serviços de saúde, classificando zonas de risco em áreas críticas, áreas semicríticas e áreas não críticas. Quanto às áreas críticas, NÃO podemos afirmar:
		
	
	São ambientes onde se realizam procedimentos de risco, com ou sem pacientes.
	
	São ambientes onde se realizam procedimentos de risco sem pacientes.
	 
	São ambientes onde se realizam procedimentos de risco, necessariamente com pacientes.
	
	São ambientes onde existe risco aumentado de transmissão de infecção.
	
	São ambientes onde se encontram pacientes imuno deprimidos.
	
	Ref.: 201507506061
		
	
	 2a Questão
	
	
	
	
	É fundamental que os gestores sejam bem informados sobre as questões funcionais do seu estabelecimento e possam participar das decisões de projeto arquitetônico, conseguindo assim, melhores resultados. Uma boa definição sobre o tipo de internação e se a unidade de enfermaria deve ter corredor simplesmente ou duplamente carregado, é um ponto importante para a eficiência dos serviços. Sendo assim, é INCORRETO afirmar que:
		
	
	No corredor duplamente carregado os ambientes de apoio e circulação vertical são dispostos nas extremidades do setor de internação.
	
	O corredor duplamente carregado com pátio tem a vantagem de possibilitar ventilação e iluminação natural dos banheiros, já que os ambientes de apoio ficam nas extremidades.
	
	No corredor duplamente carregado as enfermarias e apartamentos localizam-se nos dois lados da circulação.
	
	No corredor simplesmente carregado as enfermarias e apartamentos localizam-se apenas de um lado da circulação.
	 
	No corredor simplesmente carregado aberto às enfermarias e apartamentos localizam-se apenas de um lado da circulação. Do outro lado estão os ambientes de apoio e circulação vertical.
	
	Ref.: 201508387223
		
	
	 3a Questão
	
	
	
	
	Um Hospital cuja edificação tem 90 anos foi destruído em um incêndio de grandes proporções. A diretoria deseja reconstruir o prédio baseado no projeto original, já que o mesmo encontra-se disponível. Como um Gestor, o que você tem a contribuir nesse caso?
		
	
	Informar que o projeto original é aconselhável já que as demandas de um edifício hospitalar daquela época estão de acordo com a legislação do CREA - Conselho Regional de Engenharia e Agronomia.
	 
	Informar que o projeto original não é aconselhável já que as demandas de um edifício hospitalar não param no tempo e consequentemente não serão atendidas por um projeto cujo lapso temporal é de 90 anos.
	
	Informar que o projeto original apresentaria possíveis erros estrutural.
	
	Informar que o projeto original é uma ótima ideia e que proporcionará uma boa economia com custos de contratação de novo projeto arquitetônico.
	
	Informar que o projeto original precisará de algumas modificações pontuais.
	
	Ref.: 201507924875
		
	
	 4a Questão
	
	
	
	
	Ao analisar o projeto para construção do hospital de sua empresa, a gestora Juliana, responsável pelo empreendimento, criticou a forma como as instalações foram disponibilizadas. Ela acha que a localização dos ramais dificultará uma futura manutenção e pede uma solução para um edifício mais flexível. O que o Escritório de Arquitetura pode sugerir para que a manutenção das instalações seja feita no futuro de forma econômica, rápida e sem maiores transtornos?
		
	
	O registro de todo o sistema de instalações por meio de arquivo digital, possibilitando a quebra das paredes somente nos trechos em que a manutenção for necessária.
	
	A redução do número de instalações, trabalhando com uma carga menor e adaptando as demandas do edifício.
	
	Continuar com a diretrizes estabelecidas no projeto,

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.