amorzinho
20 pág.

amorzinho


DisciplinaAdministracao Empr Estatais11 materiais10 seguidores
Pré-visualização6 páginas
Curso de Psicologia \u2013 EPC
RP: M. F. O. P: 4426/15 \u2013 24º: 14/10/2016
A cliente chegou atrasada na recepção, eu já estava a aguardando, nos cumprimentamos e nos deslocamos até o setting terapêutico. No caminho, ela disse que estava muito cansada e que a semana não foi muito boa.
 Sentamos e iniciamos a sessão.
Terapeuta: Vamos começar? Como foi a semana? Perguntei para você no corredor e fez uma carinha de mais ou menos... 	Comment by Eliana Hamasaki: Tente evitar esse "início", ok!
Cliente: Ai! Esta á semana foi muito cansativa, é, estaá semana, a diretoria pegou meu celular por duas vezes (risos), porque eu estava mexendo na sala (risos). Na primeira e na segunda vez, foi no intervalo de uma aula pra outra. Na segunda vez, a mocinha lá disse que não pode em nenhum momento, aí,i ela catou. Eu fiquei dois dias sem, depois que voltou o feriado, eu peguei e, aí, i hoje ela pegou de novo. Aí,i depois ela me devolveu e eu tive que assinar outra ocorrência. 
Terapeuta: Ela retira seu celular e fica um dia ou dois com ela?
Cliente: Primeiro, ela disse que eu poderia pegar no final da aula, mas eu tinha entendido que era só a mãe que poderia pegar. Então, eu deixei lá e a minha mãe não queria buscar. Aí,i hoje ela disse que só a minha mãe poderia pegar, só que ela me entregou.
Terapeuta: Como é que você se sente com toda estaá situação?
Cliente: Eu fiquei com raiva! Só que, são as ordens da escola (risos)...
Terapeuta: Como a sua mãe reagiu com tudo isso?	Comment by Eliana Hamasaki: Ótimo que você tenha se importado com a reação da mãe sobre isso, uma vez que, sabemos da importância desta relação para os sentimentos da Marcela. Contudo, fiquei pensando que, talvez, pudesse investigar questões referentes ao cumprimento de normas/ordens e os efeitos disso sobre ela. Fica para uma outra vez!
Cliente: Ah! Ela nem falou nada, tipo ela, mas ela não sabe que pegaram meu celular hoje e nem vou contar. 
Terapeuta: E quando ela descobrir que você mentiu?
Cliente: Ela irá descobrir na reunião que vem, se ela prestar atenção.	Comment by Eliana Hamasaki: Significativa essa fala, não é? Parece que o sentimento dela é o de que a mãe "não dá muita atenção" às coisas relacionadas a ela - Marcela. E isso deve contribuir para que ela se engaje - cada vez mais - a fazer coisas, mesmo aquelas que inevitavelmente desagradarão a mãe... pois, assim, a mãe "vai prestar atenção", com maior probabilidade... Hipótese, ok!
Terapeuta: Você não acha melhor contar pra ela? Desta forma, ela não irá começar a ter confiança em você porque você irá falar em vez de outra pessoa falar. O que você acha?	Comment by Eliana Hamasaki: Muito sugestivo... Lembre-se de emitir o menor número de regras, ok!
Cliente: Ah não! Eu sei que... Ah sei lá! Não queria falar assim: Mãe pegaram meu celular de novo!
Terapeuta: Não seria um meio para você começar a ter diálogo com ela, lembra que você falou que você gostaria de ter atitudes mais maduras. Lembra? E se você esperar alguém falar, é uma atitude madura ou imatura?	Comment by Eliana Hamasaki: Aqui, já melhorou muito!!! 
Cliente: Imatura!
Terapeuta: E se você chegar e falar pra ela, independente da conseqüência, será uma atitude madura ou imatura?
Cliente: Madura! 
Terapeuta: Então, o que você acha da idéia de contar pra sua mãe que pegaram seu celular hoje na escola? 	Comment by Eliana Hamasaki: Só fico um pouco receosa de parecer regra demais para ela... vamos avaliar o efeito, ok!
Cliente! Verdade... Eu irei falar, mas ela irá ficar dizendo: ah... Mas ela não irá falar nada.
Terapeuta: Mesmo que ela não fale nada, você diz que resolveu contar pra ela o que houve, para que ela saiba por você e não por outras pessoas. O que você acha?
Cliente: Sim! Segunda coisa, nossa aconteceu tanta coisa! Estou atolada de trabalho, isso mexe demais com a minha cabeça! Ah quanto trabalho, socorro! Trabalho de biologia é imenso, o trabalho de historiahistória é imenso, o trabalho de química é imenso... Ah! E tudo é pra semana que vem! Eu estou tipo, ah socorro! Mas eu vou tentar, porque o de biologia é em grupo, o de química acho que dá pra fazer em dois dias e o de história, tem que assistir dois filmes e anotar várias coisas sobre eles, muita preguiça.
Terapeuta: E se você começasse a organizar na sua agenda? 
Cliente: Eu vou separar os dias pra fazer cada um, porque se não, tenho vários trabalhos!
Terapeuta: Tenho uma idéia. Mas você irá falar se você quer ou não! Podemos começar a fazer a organização da sua agenda e estudo juntos, pegamos uns 10 minutos da sessão, pode ser no começo ou no fim. O que você acha? E quando quer? Na semana que vem, a gente começa e você já trazás pra gente o que você tem pra fazer, e começamos a organizar juntos: Então? 
Cliente! Nossa! Táa! Sim, podemos fazer no final! Ah, outra coisa, eu mandei um currículo para uma empresa, uma clinicaclínica que faz medicamentos, lá é legal! Fiquei sabendo que eles dão algumas oportunidades de ir para o exterior, eu não entendo muito bem estaá parte, mas, aí,i eu mandei o currículo e, aí,i vamos ver se eles me chamam e foi a minha mãe que me falou sobre estaá vaga. Aí,i eu falei, nossa me passa o e-mail agora que eu quero mandar. Porque eu quero trabalhar logo, pra minha mãe tipo, pra mim criar uma certa responsabilidade e ela perceber isso em mim, sabe! 	Comment by Eliana Hamasaki: Quanta necessidade de agradar a essa mãe, não é?
Terapeuta: E os estudos?
Cliente: Eu penso, vixi! Dependendo do horário, vai ser bem complicado, mais, aí,i eu vou ver!
Terapeuta: Desde a primeira sessão, você fala que quer a independência, e quanto mais coisas for fazer, terá que ter mais responsabilidades. Quanto maior a independência, maiores são as responsabilidades. Você estáa em uma fase de transição, passou pela infância, agora está na adolescência, está adquirindo experiência e está caminhando para a vida adulta. E um adulto tem responsabilidades, mas, também, ele tem o lado bom, a liberdade. Lembra, você quer o resultado, mas o que você está fazendo hoje para chegar aos seus objetivos e resultados? Terá que pensar sobre os estudos, qual horário irá trabalhar e horário para estudar.
Cliente: É tudo verdade... Eu estudo de manhã e trabalharia à tarde! Aí,i quando for prova, eu tenho que prestar muito atenção no horário das aulas e nossa! Decorar aquelas fórmulas, no sábado e domingo. Deixa eu ver o que mais! Meu final de semana foi legal, porque eu fiquei o dia inteiro fora, perto de casa, eles arrumaram o asfalto do meu bairro e ficou muito liso lá, o que eu fiz?! Chamei meu amigo e fiquei andando de skate lá o dia todo e foi legal! Eu me senti até magra (rs), não emagreci, mas me senti mais magra. O amigo foi aquele que falei que estava gostando de mim. 	Comment by Eliana Hamasaki: Porque fez coisas das quais gosta e se sente bem com a atividade e com essa companhia! Sentiu-se "leve"!
	É! Só que ele estáa afima fim de outra garota agora, e eles estão meio que próximos, a menina está para terminar com o namorado dela, aiaí, foi legal o final de semana. E tatá! Aconteceu uma coisa muito ruim também, eu estava jantando. , nãoNão! , primeiroPrimeiro, eu estava no Facebook e fiz uma postagem, assim pra saber a opinião das pessoas, coloque assim: Você apóia o casamento de pessoas do mesmo sexo? Sim ou não? 
	Aí,i a minha tia viu, aí,i ela ficou, sei lá meio bruxa e, quando a gente foi jantar, ela começou a reclamar e falou pra mim tirar. Disse que não iria tirar, por que eu tenho que tirar? Não vou tirar! Aí,i ela ficou falando, falando, falando, aí,i eu meio que retruquei, mas ela consegue que colocar a minha família meio que contra tipo, minhas ações, coloca a minha família contra mim, ela consegue, tipo destacar um ponto negativo meu pra minha família, aí,i minha família só foca naquilo que é negativo, sabe! E aí,i eles ficam me cobrando toda hora.
	Toda hora ela fala pra minha mãe me tirar da escola, ah ela não merecia estar em uma escola particular, ah sei lá o que! Aí,i