A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
87 pág.
apostila contabilidade geral 127 exercicios resolvidos

Pré-visualização | Página 24 de 24

Comerciais 178.000 
Despesas gerais e Administrativas 175.000 
Outras receitas e despesas operacionais 12.500 
Receitas e despesas financeiras 112.000 
Resultado não Operacional 12.500 
PIR e Contribuição Social sobre o Lucro 90.525 
Total 1.711.775 1.887.500 
Com base nesses valores, conclui-se que o lucro líquido do período se situa: 
a) abaixo de R$ 100.000,00 
b) entre R$ 100.000,00 e R$ 150.000,00 
c) entre 200.000,01 e R$ 250.000,00
d) entre R$ 150.000,00 e R$ 200.000,00 
e) acima de R$ 250.000,00 
Comentários:
Questão dada de presente. Basta diminuirmos as receitas (saldos credores) das despesas (saldos 
devedores).
Obs: Os valores totais colocados no enunciado não fazem parte da questão. 
Assim:
1.887.500 – 1,711.775 = 175.725 
Resposta: D 
126. A Companhia Acumuladora apresenta abaixo alguns elementos da demonstração de lucros ou 
prejuízos acumulados, referentes ao exercício encerrado em 31 de dezembro de 2001. 
Lucro Acumulados em 31/12/2000 156.250 
Ajustes de Exercícios Anteriores 25.230 
Reversão da Reserva de Lucros a Realizar 75.200 
Lucro Líquido do Exerício 125.300 
Reserva Legal (6.265) 
Reserva de Contingências (25.000) 
Reservas Estatutárias (35.000) 
84
Considerando os elementos acima que a reserva de lucros a realizar foi constituída antes da Lei 
10.303/2001 e que deve seguir o critério de formação do lucro líquido ajustado da legislação vigente 
à época da sua constituição, pode-se afirmar que o lucro líquido ajustado, base de cálculoo do 
dividendo mínimo obrigatório, em conformidade com a Lei das Sociedades Anônimas é de (em R$) 
a) 169.235 
b) 104.235 
c) 124.235 
d) 134.235 
e) 94.235 
Comentários:
Questão estranha já que remente à legislação anterior. No caso o cálculo do dividendo é feito da 
seguinte forma: 
 Lucro Líquido ......................... 125.300 
(-) Reserva Legal ............................ (6.265) 
(-) Reserva de Contigência ........... (25.000) 
(+) Reserva de Lucros a Realizar .. 75.200 
(=) Base de Cálculo do Dividendo ..169.235 
Resposta: A 
127. São os seguintes os elementos de uma demonstração das origens e aplicações de recursos da 
Companhia Líquida, no exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2001(em R$) 
:
Lucro Líquido do Exercício 253.120 
Despesa de Depreciação 125.360 
Despesa de Variação Cambial de Passivo Exigível a longo prazo (PELP) 36.700 
Aumento do Passivo Exsigível a longo prazo 253.120 
Aumento do Ativo Realizável a longo prazo (ARLP) 12.500 
Emissão de novas ações com ágio 52,500 
Dividendos Declarados 80.000 
Aquisição de ações permanentes (investimento) 12.600 
Aquisição de ativo imobilizado 416.780 
Compra de ações próprias para tesouraria 20.000 
Diante dessas rubricas e valores, pode-se afirmar que a variação do capital circulante líquido foi de ( 
em R$): 
a) 218.920 
b) 178.920 
c) 203.920 
d) 541.880 
e) 720.800 
85
Comentários
 Origens Aplicações 
Lucro Líquido 253.120 Aumento do ARLP 12.500 
(+) Depreciação 125.300 Dividendos 80.000 
(+) Despesa var. cambial do PELP 36.700 Aquisição de ações permanentes 12.600 
Aumento do PELP 253.120 Aquisição de ativo imobilizado 416.780 
Emissão de novas ações com ágio 52.500 Compra de ações para tesouraria 20.000 
 Total 720.800 Total 541.880 
A variação do capital circulante líquido é: 
Origens – Aplicações = 720.800 – 541.880 = 178.920 
Resposta: B