Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
TSA teste

Pré-visualização | Página 1 de 1

TSA 
“Teste de avaliação do desenvolvimento da morfossintaxe na criança”
	
Autor:
Geraldo Aguado
Língua: 
Castelhano
Objetivo: 
avaliar a compreensão e produção da linguagem de crianças de 3 a 7 anos. Sendo um instrumento de fácil utilização, capaz de análise estatística, que permite resultado em curto tempo.
Objetivos específicos:
1º Explora a sequência da aquisição dos sinais morfossintáticos do espanhol.
2º Capacidade de diagnosticar os atrasos e transtornos na morfossintaxe, especificando os fonemas e marcando a direção terapêutica.
3º Informação para a programação das aulas de linguagem da idade escolar para cada ciclo.
Material: 
- Manual de evolução do TSA, 
- Folha de registro do TSA e Material gráfico (34 de compreensão e 29 ou 36 de expressão).
Sujeitos: 
crianças de 3 a 7 anos (Período Pré – Operatório = Desenvolvimento Cognitivo – Piaget).
Aplicação:
Compreensão: emissão de várias frases e pede a criança que mostre uma imagem entre quatro que corresponder ao que foi dito.
Expressão (produção): o examinador diz duas frases e depois aponta uma imagem. A criança tem que dizer a frase que corresponde a imagem solicitada. Em seguida, é indicada outra imagem para que diga a frase correspondente.
Os últimos cinco itens não tem imagem, então o examinador introduz um tema sobre tempo e vestuário, começando uma frase composta que a criança tem que terminar.
Estrutura (duas partes):
Compreensão: 19 folhas do teste original (NSST) e foram adicionadas 15 para expandir outras formas de castelhano.
Expressão: 20 folhas com dois desenhos cada uma, conservando 19 do original e acrescentando 10 adaptados.
Justificativa para o teste:
Greenfield e Smith: as crianças têm um amplo conhecimento das relações semânticas, mas precisam de diferentes ensaios em que a mesma palavra assuma diferentes funções.
Outra concepção: a sintaxe surge com a gramática de duas palavras e, portanto, fornece o progresso sintaxe como uma aquisição de conhecimento estrutural.
Os autores do TSA apoiam a ideia da gramática pivot-open.
Pivot: palavras definidas pela utilização frequente.
Open: substantivos e verbos.
Uso descritivo e qualitativo:
O teste informa o uso da: interrogação, negação, ordem, voz passiva, artigos, pronomes-sujeito, verbos-tempos, comparações e preposições;
Dados quantitativos:
Para cada tarefa correta é circulado uma letra correspondente. Assim, há uma pontuação que pode ser comparada a cada amostra.
Outras aplicações:
O TSA também pode ser usado para avaliar a memória de curto prazo da criança e o grau de discriminação de audição.