A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
ExercPreparodeSolucoes

Pré-visualização | Página 1 de 1

Ministério da Educação 
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ 
Setor de Ciências da Saúde 
Departamento de Farmácia 
Disciplina de Química Medicinal Farmacêutica 
 
REVISÃO SOBRE PREPARO DE SOLUÇÕES 
 
 
CONCENTRAÇÃO COMUM 
 
- relação massa e volume: gramas por litro 
 
 C = m/V 
 
Exercício 1: 8 g de sacarose são dissolvidos em água para 500 mL de solução. Qual a 
concentração em g/L desta solução? 
 
 
 
CONCENTRAÇÃO MOLAR 
 
- relação da razão estabelecida entre o número de moles de moléculas de soluto e o 
volume (L) da solução. 
 
M = n/V 
 
onde n = número de moles de moléculas de soluto; V = volume, em litros, da solução; 
M = concentração molar 
 
n = m/Mw 
 
onde m= massa do soluto em gramas; Mw= massa molecular do soluto em g/mol 
 
então a fórmula pode ser expressa desta forma: 
 
M = (m/Mw)/V 
 
Exercício 2: Dissolvem-se 19,6 g de H2SO4 em água suficiente para 800 mL de 
solução. Qual a molaridade dessa solução? Dados do H2SO4 concentrado: d = 
1,84 g/mL, concentração = 96% p/p. 
 
 
 
CONCENTRAÇÃO NORMAL 
 
- relação do número de moles das “unidades reagentes” por litro da solução, em uma 
determinada reação. 
 
N = equiv/V 
 
onde equiv = número de equivalentes do soluto; V = volume em litros; N = 
concentração normal 
 
equiv = m/Eq e Eq = Mw/x 
 
onde m = massa do soluto em gramas; Eq = valor correspondente aos equivalentes-
grama do soluto; Mw = massa molar do soluto; x = “unidades reagentes” 
 
então a fórmula pode ser expressa desta forma: 
 
N = (m/Eq)/V ou N = [m/(Mw/x)]/V ou N = (mol . x)/V 
 
Depende dos equivalentes-gramas (Eq) do ácido, base ou sal em questão. 
 
Equivalente-grama de um ácido (EqA): massa em gramas capaz de fornecer 1 mol de 
íons H
+
 (ou H3O
+
). 
 
EqA= Mw/x x = nº de H ionizáveis 
 
para H2SO4 
 
 H2SO4 → 2 H
+
 + SO4
2-
 
 
 98 g (1 mol) 2 moles 
 
logo: EqA= 98 g/2 = 49 g para H2SO4 
 
Equivalente-grama de uma base (EqB): massa em gramas capaz de fornecer 1 mol de 
íons OH
-
 
 
EqB= Mw/x x = nº de OH ionizáveis 
 
para Ca(OH)2 
 
 Ca(OH)2 → Ca
2+
 + 2 OH
-
 
 
 74 g (1 mol) 2 moles 
 
logo: EqB= 74 g/2 = 37 g para Ca(OH)2 
 
 
Equivalente-grama de um sal (EqS): massa em gramas, de um determinado sal, 
formada pela reação de 1 equivalente-grama de um ácido com 1 equivalente-grama de 
uma base. 
 
EqS= Mw/x x = EqA ou EqB para formação de 1 mol de sal 
 
 
para o Al2(SO4)3 
 
3 H2SO4 + 2 Al(OH)3 → Al(SO4)3 + 6 H2O 
 
3 moles 2 moles 1 mol 
 
H2SO4 Al(OH)3 
 
1 mol = 2 EqA 1 mol = 3 EqB 
3 moles = 6 EqA 2 moles = 6 EqB 
 
3 H2SO4 + 2 Al(OH)3 → Al(SO4)3 + 6 H2O 
 
6 EqA 6 EqB 1 mol 
 
Logo EqS= 342 g/6 = 57 g para Al2(SO4)3 
 
 
Mais facilmente 
 
EqS = Mw/valor absoluto da carga positiva ou negativa da fórmula 
 
Al2(SO4)3 = Al2
3+
 (carga total = 6) e (SO4
2-
)3 (carga total = 6) 
 
 
Exercício 3: Prepara-se uma solução dissolvendo-se 147 g de H2SO4 em água suficiente 
para 1200 mL. Qual a concentração normal desta solução? 
 
 
 
MOLARIDADE X NORMALIDADE 
 
 
N = M . x x = nº de H ionizáveis para ácidos 
 nº de OH ionizáveis para bases 
 nº de cargas totais positivas ou negativas 
 
Exercício 4: Determine a normalidade de uma solução 0,8 M de H2SO4. 
 
 
 
 
 
 
Exercício 5: Qual a molaridade de uma solução 1,2 N de Al2(SO4)3? 
 
 
 
 
 
DILUIÇÃO DE UMA SOLUÇÃO 
 
- acréscimo de solvente: 
 
 
 
 
 C1 . V1 = C2 . V2 
 
 M1 . V1 = M2 . V2 
 
 N1 . V1 = N2 . V2 
 
 
Exercício 6: Considere 40 mL de uma solução 0,5 M de NaCl. Que volume de água 
deve ser adicionado para que sua concentração caia para 0,2 M? 
 
 
 
 
LISTA DE EXERCÍCIOS. 
 
 
1. No preparo de um litro de solução 2,5 M de HCl, qual o volume de HCl 
concentrado (37% p/p, d = 1,19 g/mL) a ser utilizado? Descreva todos os passos 
a serem realizados durante o preparo. 
 
2. Encontre a molaridade e a normalidade de uma solução de HCl a 37% (d = 
1,19 g/mL) (HCl concentrado, comercial). 
 
3. Quantos mililitros de HCl concentrado são necessários para preparar 1,0 L de 
HCl 0,1 M? 
 
4. Determine a concentração molar de uma solução de BaCl2 0,8 N. 
 
5. Calcular a concentração molar de uma solução que se obtém a partir de 1 L de 
solução de KNO3 0,3 M, à qual são acrescentados 100 mL de água pura. 
 
6. Determine o volume de água que se deve adicionar a 2 L de uma solução 0,5 N 
de KBr, para torná-la 0,1 N. 
 
7. Calcule o volume de água que se deve se deve adicionar a 200 mL de solução 
0,75 M de Ca(NO3)2 para transformá-la em 1,2 N. 
8. Considere 300 mL de solução 0,5 M de H2SO4. Qual será a sua normalidade 
após a adição de 200 mL de água? 
 
9. Determine a normalidade de uma solução 0,8 M de H2SO4. 
10. Diluem-se 20 mL de H2SO4 em água suficiente para 500 mL de solução. Qual a 
molaridade e a normalidade desta solução? (H2SO4 conc.: 98% p/p; d = 
1,84 g/mL) 
 
11. Como se prepara 1 L de solução de iodato de potássio 0,05 M (leve em 
consideração que iodato de potássio é padrão primário)? 
 
12. Foram dissolvidos 16,987 g de nitrato de prata em 100 mL de água destilada. A 
solução foi transferida para balão volumétrico de 500 mL, o volume completado 
e a solução homogeneizada. Qual é a concentração normal da solução final?