A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
62 pág.
DevC++

Pré-visualização | Página 9 de 12

de programação, quando declaramos uma variável 
esta possui um valor aleatório inicial chamado lixo de memória, de modo que se 
mantermos este valor na variável, teremos um programa que retornará valores 
incorretos. Para eliminar o problema do lixo de memória, devemos explicitamente dar 
um valor inicial para as variáveis. 
Todas as variáveis consideradas contadoras ou acumuladoras devem ser 
inicializadas pelo programador. 
7.5. Modificações do Sinal de Atribuição 
O símbolo de atribuição “=” dentro da linguagem C pode sofrer algumas 
transformações que visam diminuir o número de caracteres digitados dentro do código. 
Sendo amplamente utilizados na manipulação de contadores e acumuladores. 
 
Símbolo Exemplo Similar 
+= A += 3; A = A + 3; 
-= A -= 3; A = A – 3; 
*= A *= 3; A = A * 3; 
/= A /= 3; A = A / 3; 
%= A %= 3; A = A % 3; 
++ A ++ A = A + 1; 
-- A -- A = A -1; 
 
A partir de agora, utilizaremos estes operadores sempre que possível. 
7.6. Loops Infinitos 
Um algoritmo entra em Loop, quando ocorre uma situação tal que o mesmo entra em 
um laço e não consegue sair deste. Este erro deve ser evitado a todo o custo dentro de 
nossos programas. Para uma visualização prática sobre um programa em loop, remova a 
linha “valor = valor + 1;” de qualquer um dos exemplos acima citados e veja o 
resultado. 
7.7. Exercícios Propostos 
1. Faça um algoritmo que calcule a soma de todos os valores inteiros existentes entre 1 
e 100. Faça esse algoritmo três vezes, uma para cada laço de repetição. 
 
2. Faça um algoritmo que leia um valor inteiro e calcule a soma de todos os valores 
inteiros entre 1 e o valor informado. Faça esse algoritmo três vezes, uma para cada 
laço de repetição. 
 
3. Faça um algoritmo que leia um valor inteiro e calcule o seu fatorial. O fatorial de 
um número é o resultado da multiplicação deste próprio número pelos seus valores 
menores parando no 1. Exemplo: 5! = 5x4x3x2x1 = 120. Faça esse algoritmo três 
vezes, uma para cada laço de repetição. 
 
QI - Escola de Educação Profissional 
Apostila de Lógica de Programação 
 
Professor: Eduardo Reus Souza 38 
Aula 11 
Continuação dos exercícios 
 
4. Faça um programa que leia um número qualquer e calcule a tabuada desse número. 
A tabuada deve ser exibida ao usuário no seguinte formato (considerando a leitura 
do número 2): 
2 X 1 = 2 
2 X 2 = 4 
2 X 3 = 6 
... 
2 X 10 = 20 
 
5. Faça um algoritmo que leia dois valores (X e Y) e calcule XY. Obs.: Não utilize a 
função “pow”. 
 
6. Faça um algoritmo que leia dois valores positivos (A e B) e calcule a multiplicação 
de A por B. Obs.: Não utilize o operador aritmético “*”. 
 
7. Faça um algoritmo que resolva a seguinte situação. 
“A empresa de João tem um quadro de 36 funcionários, sendo que a cada ano são 
contratados 5 novos colaboradores. Enquanto que a empresa de Joaquim possui um 
quadro de 50 funcionários e a cada ano são contratados 3 novos funcionários. 
Quantos anos serão necessários para que João ultrapasse Joaquim?” 
QI - Escola de Educação Profissional 
Apostila de Lógica de Programação 
 
Professor: Eduardo Reus Souza 39 
Aula 12 
Continuação dos exercícios (leitura de dados dentro dos laços) 
 
8. Faça um algoritmo que leia um número indeterminado de valores reais e quando for 
digitado um valor negativo, exiba a soma destes valores. 
 
9. Faça um algoritmo que leia 25 valores inteiros. Logo após a leitura dos valores, 
exiba a média entre os valores. 
 
10. Faça um algoritmo que leia um número indeterminado de valores. E quando for 
digitado 0 (zero) exiba a quantidade de números pares e ímpares digitados. 
 
11. Faça um algoritmo que leia 15 valores reais e ao final da leitura exiba o maior valor 
informado. 
 
12. Faça um algoritmo que leia 10 nomes e idades. Ao final da leitura exiba o nome da 
pessoa mais velha. 
 
13. Faça um algoritmo que leia 50 valores inteiros e logo após a leitura exiba o 
percentual de valores múltiplos de 5 digitados. 
QI - Escola de Educação Profissional 
Apostila de Lógica de Programação 
 
Professor: Eduardo Reus Souza 40 
Aula 13 
Continuação dos exercícios 
 
14. Faça um algoritmo que leia um valor inteiro e retorne se este valor é perfeito ou não. 
Obs.: Números perfeitos são aqueles cujo a soma de seus divisores (excluindo o 
próprio número) formam exatamente o valor original. Exemplo: 6 (1+2+3 = 6) 
 
15. Faça um algoritmo que leia um usuário e senha digitados pelo usuário. O programa 
deve exibir a mensagem “Bem Vindo” caso o usuário digitado seja “aluno” e a 
senha digitada seja “segredo”. O programa deve avisar quando o login não for 
efetuado e emitir um aviso de bloqueio caso o usuário erre seu login três vezes. 
 
16. Faça um programa que leia o Nome, Valor Hora, Total de Horas Trabalhadas e a 
idade de 50 funcionários. Após a leitura dos dados exiba: 
a) A média salarial bruta da empresa 
b) O nome e a idade do funcionário mais velho 
c) O nome e o salário do funcionário que tiver a maior renda. 
QI - Escola de Educação Profissional 
Apostila de Lógica de Programação 
 
Professor: Eduardo Reus Souza 41 
Aula 14 
Continuação dos exercícios (desafios) 
 
17. Faça um algoritmo que leia um número inteiro qualquer e retorne se este número é 
primo ou não. Obs.: Números primos são aqueles divisíveis apenas por 1 (um) e por 
eles mesmos. 
 
18. Faça um algoritmo que leia 3 valores inteiros e exiba o MMC (Mínimo Múltiplo 
Comum) entre estes valores. 
 
19. Faça um algoritmo que leia o Nome, Idade e Sexo de 50 pessoas. Retorne ao final o 
nome da mulher mais velha e do homem mais jovem. 
 
20. Faça um algoritmo que imprima na tela os 10 primeiros valores da seqüência de 
Fibonacci. (1, 1, 2, 3, 5, 8, 13, 21, 34 e 55). Obs.: Utilizar laços para gerar a 
seqüência. 
QI - Escola de Educação Profissional 
Apostila de Lógica de Programação 
 
Professor: Eduardo Reus Souza 42 
Aula 15 
Revisão Geral Para a Prova I 
Aula destinada a revisão de todo o conteúdo desenvolvido até o momento, bem como 
conclusão de exercícios. 
QI - Escola de Educação Profissional 
Apostila de Lógica de Programação 
 
Professor: Eduardo Reus Souza 43 
Aula 16 
Prova I 
Boa prova a todos. 
 Lembrem-se sempre de ler com atenção todas as questões da prova. 
 Faça primeiro as questões que você considerar mais fáceis. 
 Não fique com dúvidas em relação à interpretação da prova. 
QI - Escola de Educação Profissional 
Apostila de Lógica de Programação 
 
Professor: Eduardo Reus Souza 44 
Aula 17 
Considerações sobre a prova 
Aula destinada a correção da prova e tirar dúvidas em relação a avaliação. 
QI - Escola de Educação Profissional 
Apostila de Lógica de Programação 
 
Professor: Eduardo Reus Souza 45 
Aula 18 
Variáveis Homogêneas Unidimensionais (Vetores) 
8. Introdução 
A partir deste ponto do curso iremos quebrar o paradigma de que uma variável só pode 
armazenar um valor por vez. 
8.1. O que são vetores? 
Vetores são variáveis como quaisquer outras. Devem possuir nome, tipo de dado e seu 
conteúdo pode sofrer alteração durante a execução do programa. Porém, diferente de 
uma variável convencional, vetores podem armazenar mais de um valor ao mesmo 
tempo. Desde que estejam em posições diferentes. 
8.2. Representação Gráfica 
Um vetor pode ser representado como uma tabela de apenas uma linha ou coluna. 
 
 
 
Na linguagem C, a primeira posição de um vetor é sempre a posição 0 (zero), sendo 
crescente a partir deste ponto. 
Sendo assim, um vetor de 6 posições possui índice variando entre 0 e 5. 
8.3. Utilidade para Vetores 
Vetores são de grande utilidade