A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
81 pág.
Logística - Textos II

Pré-visualização | Página 26 de 43

atividades	
  são	
  
consideradas	
  primárias	
   porque	
   são	
  encontradas	
   em	
   todos	
  os	
   subsistemas	
   logísticos	
   e	
   são	
  
responsáveis	
  pela	
  maior	
  parte	
  dos	
  custos	
  logísticos,	
  sendo	
  essenciais	
  para	
  a	
  coordenação	
  e	
  
cumprimento	
   das	
   tarefas.	
   Já	
   as	
   atividades	
   de	
   apoio,	
   são	
   responsáveis	
   por	
   apoiar	
   as	
  
atividades	
   primárias,	
   realizando	
   a	
   armazenagem,	
   manuseio	
   de	
   materiais,	
   embalagem	
   de	
  
proteção,	
  obtenção	
  dos	
  materiais,	
  e	
  outros.	
  As	
  decisões	
  da	
  formatação	
  do	
  serviço	
  logístico	
  
seguirão	
  a	
  estratégia	
  do	
  negócio.	
  A	
  figura	
  abaixo	
  representa	
  as	
  opções	
  e	
  nível	
  de	
  serviço.	
  Se	
  
a	
   logística	
   prioriza	
   os	
   custos,	
   com	
  o	
   padrão	
   de	
   concorrência	
   prevalecendo	
   como	
   sendo	
  o	
  
preço,	
  prima-­‐se	
  uma	
  logística	
  eficiente,	
   isto	
  é,	
  de	
  baixo	
  custo,	
  mas	
  também	
  de	
  baixo	
  nível	
  
de	
  serviço.	
  O	
  custo	
  é	
  o	
  foco,	
  dentro	
  do	
  limite	
  estabelecido	
  para	
  o	
  custo	
  procura-­‐se	
  obter	
  o	
  
melhor	
   serviço.	
   Em	
  outro	
   extremo,	
   a	
   prioridade	
   do	
  mercado	
   e	
   o	
   padrão	
   de	
   concorrência	
  
podem	
   requerer	
   logística	
   responsiva	
   (responsividade),	
   isto	
   é,	
   logística	
   alinhada	
   às	
  
necessidades	
   específicas	
   do	
   negócio,	
   tais	
   como	
   prazos	
   curtos	
   e	
   rígidos,	
   e	
   lotes	
   flexíveis.	
  
Neste	
   caso,	
   a	
   prioridade	
   é	
   atender	
   as	
   especificidades	
   colocadas	
   pelo	
   clientes	
   ou	
   pelo	
  
mercado	
   e,	
   a	
   partir	
   de	
   formatado	
   o	
   serviço,	
   obter	
   o	
   menor	
   custo.	
   Assim,	
   esse	
   formato	
  
implica	
  em	
  custos	
  superiores,	
  que	
  podem	
  advir	
  da	
  agregação	
  de	
  serviços	
  auxiliares,	
  de	
  uso	
  
de	
   equipamentos	
   e	
   serviços	
   especializados,	
   por	
   exemplo	
   (é	
   o	
   caso	
   do	
   setor	
   de	
  
medicamentos).	
  
	
  	
   	
  
	
  
	
  
Fischer	
   também	
   destaca	
   o	
   papel	
   da	
   demanda	
   na	
   formação	
   das	
   estratégias	
   logísticas	
   das	
  
cadeias	
  de	
  suprimentos	
  e	
  oportunidades	
  de	
  gestão.	
  As	
  cadeias	
  que	
  disponibilizam	
  produtos	
  
funcionais,	
   aqueles	
   com	
   demanda	
   regular,	
   devem	
   ser	
   orientados	
   pela	
   eficiência,	
   pois	
   as	
  
boas	
   condições	
   de	
   previsão	
   dão	
   oportunidade	
   de	
   planejamento	
   e	
   programação,	
  
proporcionando	
  economias	
  potencialmente	
  significativas	
  de	
  custos.	
  Por	
  outro	
  lado,	
  cadeias	
  
formadas	
   para	
   disponibilizar	
   produtos	
   que	
   não	
   temos	
   bom	
   conhecimento,	
   chamados	
   de	
  
produtos	
   inovadores,	
   devem	
   ser	
   orientadas	
   pela	
   responsividade,	
   pois	
   a	
   falta	
   de	
   boas	
  
condições	
   de	
   previsão	
   não	
   dá	
   oportunidade	
   de	
   planejamento	
   e	
   programação,	
   implicando	
  
acréscimos	
   de	
   custo	
   pelo	
   baixo	
   volume	
   das	
   operações,	
   muitas	
   vezes	
   emergenciais,	
  
formação	
  de	
  estoques	
  e	
  serviços	
  muitas	
  vezes	
  customizados.	
  
	
  
Quatro	
  Atividades	
  Primárias	
  da	
  Logística	
  
Processamento	
   de	
   Pedido/Informação:	
   Serviço	
   ao	
   cliente:	
   À	
   cadeia	
   de	
   atividade	
   de	
  
satisfação	
  de	
  vendas,	
  a	
  qual	
  usualmente	
  começa	
  com	
  a	
  entrada	
  do	
  pedido	
  e	
  termina	
  com	
  a	
  
entrega	
   do	
   produto	
   ao	
   cliente;	
   em	
   alguns	
   casos,	
   continua-­‐se	
   na	
  manutenção	
   ou	
   suporte	
  
técnico.	
  Para	
  o	
  cliente,	
  o	
  mais	
  importante	
  é	
  o	
  tempo	
  do	
  ciclo	
  do	
  pedido	
  =	
  lapso	
  de	
  tempo	
  
entre	
  o	
  momento	
  em	
  que	
  o	
  pedido	
  do	
  cliente,	
  o	
  pedido	
  da	
  compra	
  ou	
  de	
  serviço	
  é	
  colocado	
  
e	
   o	
   momento	
   que	
   é	
   recebido	
   pelo	
   cliente.	
   São	
   componentes	
   do	
   ciclo:	
   transmissão	
   do	
  
pedido,	
  processamento	
  e	
  montagem	
  do	
  pedido	
  (mais	
   importante),	
   tempo	
  de	
  aquisição	
  de	
  
estoque	
  adicional,	
  tempo	
  de	
  entrega.	
  O	
  processamento	
  engloba	
  todo	
  o	
  trabalho	
  burocrático	
  
associado	
   à	
   venda	
   dos	
   produtos	
   ou	
   serviço	
   da	
   empresa.	
   Outra	
   definição	
   é	
   que	
   engloba	
  
todos	
  os	
  aspectos	
  de	
  administrar	
  as	
  solicitações	
  dos	
  clientes,	
  incluindo	
  o	
  recebimento	
  inicial	
  
do	
  pedido,	
  a	
  entrega,	
  o	
  faturamento	
  e	
  a	
  cobrança.	
  A	
  gestão	
  do	
  pedido	
  é	
   importante,	
  pois	
  
afeta	
   diretamente	
   o	
   atendimento	
   ao	
   cliente,	
   em	
   relação	
   ao	
   tempo,	
   confiabilidade,	
   e	
  
segurança	
  da	
  entrega.	
  É	
  necessário	
  então	
  que	
  se	
  tenha	
  um	
  sistema	
  de	
  informação	
  eficiente.	
  
Esses	
  sistemas	
  formam	
  um	
  laço	
  que	
  une	
  atividades	
  logísticas	
  a	
  um	
  processo	
  integrado.	
  São	
  
quatro	
  os	
  níveis	
  de	
   funcionalidade:	
   sistemas	
  de	
   transição,	
   controle	
  administrativo,	
  análise	
  
de	
   decisões	
   e	
   planejamento	
   estratégico.	
   A	
   informação	
   é,	
   portanto,	
   um	
   fator-­‐chave	
   em	
  
cadeia	
   de	
   suprimentos,	
   funcionando	
   como	
   uma	
   cola	
   que	
   permite	
   que	
   outros	
   fatores	
   da	
  
cadeia	
  atuem	
  juntos	
  com	
  o	
  objetivo	
  de	
  criar	
  uma	
  cadeia	
  integrada.	
  A	
  informação	
  é	
  decisiva	
  
para	
  o	
  desempenho	
  em	
  cadeia	
  de	
  suprimentos	
  porque	
  oferece	
  o	
  alicerce	
  sobre	
  qual	
   seus	
  
procedimentos	
  executam	
  transações	
  e	
  os	
  gestores	
  tomam	
  decisões.	
  
	
  
Transporte:	
  Refere-­‐se	
  ao	
  movimento	
  de	
  um	
  produto	
  de	
  um	
  local	
  para	
  outro	
  enquanto	
  ele	
  
prossegue	
  do	
  início	
  de	
  uma	
  cadeia	
  de	
  suprimentos	
  até	
  o	
  cliente,	
  criando	
  utilidade	
  de	
  tempo	
  
e	
  localização.	
  A	
  gestão	
  de	
  transportes	
  implica	
  decisões	
  sobre	
  como	
  movimentar	
  materiais	
  e	
  
produtos	
  acabados	
  entre	
  diferentes	
  pontos	
  de	
  uma	
  determinada	
  rede	
  de	
  negócios.	
  Adiciona	
  
o	
  valor	
  de	
  lugar.	
  É	
  importante,	
  pois	
  representa	
  geralmente	
  de	
  um	
  a	
  dois	
  terços	
  dos	
  custos	
  
logísticos.	
  É	
  a	
  interface	
  entre	
  os	
  pontos	
  produtores	
  e	
  consumidores.	
  Envolve	
  decisões	
  como:	
  
determinação	
  do	
  nível	
   de	
   serviço	
  e	
  da	
  modalidade	
  de	
   transporte;	
   calculo	
  do	
   roteiro	
   e	
  da	
  
utilização	
  da	
  capacidade	
  dos	
  veículos.	
  Sendo	
  assim,	
  toda	
  decisão	
  relacionada	
  ao	
  transporte	
  
afeta	
   a