A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
81 pág.
Logística - Textos II

Pré-visualização | Página 36 de 43

na	
  rede	
  de	
  suprimento.	
  As	
  atividades	
  de	
  produção	
  e	
  movimentação	
  não	
  
são	
  feitas	
  se	
  não	
  houver	
  uma	
  solicitação	
  explicita	
  de	
  um	
  cliente.	
  
Fluxos	
  Híbridos:	
  Os	
  fluxos	
  híbridos	
  empurrados-­‐puxados	
  ocorrem	
  na	
  maioria	
  das	
  redes	
  de	
  
suprimento,	
  nas	
  quais	
  partes	
  dos	
  fluxos	
  (em	
  geral,	
  a	
  montante)	
  são	
  empurrados	
  e	
  parte	
  dos	
  
fluxos	
  (em	
  geral,	
  a	
  jusante)	
  são	
  puxados.	
  
Quando	
  são	
  adequados	
  os	
  fluxos	
  empurrados,	
  puxados	
  e	
  híbridos:	
  
Redes	
  de	
  suprimento	
  com	
  necessidade	
  de	
  maior	
  eficiência	
  tenderão	
  a	
  trabalhar	
  com	
  maior	
  
parcela	
   de	
   seus	
   fluxos	
   puxados,	
   enquanto	
   redes	
   de	
   suprimento	
   com	
   necessidade	
   de	
  
resposta	
  mais	
  rápida	
  tenderão	
  a	
  trabalhar	
  com	
  maiores	
  parcelas	
  de	
  seus	
  fluxos	
  empurrados.	
  
A	
  decisão	
  estratégica	
  de	
  comprar	
  ou	
  fazer:	
  
Decisão	
   importante	
   ao	
   se	
   desenvolver	
   uma	
   estratégia	
   de	
   rede	
   de	
   suprimentos	
   é	
   a	
   que	
  
define	
  quais	
  atividades	
  da	
  rede	
  executará	
  ela	
  própria	
  e	
  quais	
  atividades	
  delegará	
  a	
  terceiros.	
  
A	
   noção	
   de	
   custos	
   marginais	
   de	
   comprar	
   ou	
   fazer	
   (ou	
   que	
   fossem	
   a	
   consideração	
  
dominante)	
  está	
  superada.	
  Essa	
  decisão	
  tem	
  implicações	
  sérias	
  demais	
  para	
  serem	
  baseadas	
  
apenas	
   em	
   custos	
  marginais.	
   Atualmente	
   existem	
   duas	
   vertentes	
   de	
   considerações	
   vistas	
  
como	
  essenciais	
  para	
  uma	
  boa	
  decisão	
  de	
  comprar	
  ou	
  fazer:	
  considerações	
  relacionadas	
  aos	
  
custos	
  de	
   transação	
  envolvidos	
  e	
   considerações	
   relacionadas	
  às	
   competências	
   centrais	
  da	
  
organização.	
  	
  
1. Custos	
   de	
   Transação:	
   Os	
   custos	
   transação	
   são	
   os	
   custos	
   totais	
   associados	
   a	
   uma	
  
transação,	
  executando-­‐se	
  o	
  mínimo	
  preço	
  possível	
  do	
  produto.	
  Quanto	
  maiores	
  os	
  
níveis	
  de	
  especificidade	
  do	
  ativo	
  do	
  cliente,	
  das	
  incertezas,	
  da	
  frequência,	
  e	
  quanto	
  
menor	
  o	
  número	
  de	
  potenciais	
   fornecedores	
  envolvidos	
   com	
  a	
   transação,	
  maiores	
  
seus	
  custos.	
  
2. Competências:	
   O	
   que	
   seria	
   três	
   características	
   necessárias	
   para	
   que	
   uma	
  
competência	
   seja	
   considerada	
   central,	
   definição	
   importante,	
   porque	
   as	
  
competências	
   centrais	
   seriam	
  as	
  mais	
   valiosas	
   fronteiras	
  de	
   vantagem	
  competitiva	
  
sustentável	
  de	
  uma	
  empresa:	
  
Valor	
  para	
  o	
  cliente	
  
Diferenciação	
  sobre	
  concorrência	
  	
  
Extendabilidade	
  
Uma	
   competência	
   central	
   é	
   um	
   conjunto	
   de	
   habilidades	
   e	
   tecnologias	
   que	
   contribuem	
  
desproporcionalmente	
   para	
   o	
   valor	
   percebido	
   do	
   cliente,	
   é	
   competitivamente	
   única	
   ou	
  
exclusiva	
   (portanto,	
   não	
   facilmente	
   imitável)	
   e	
   tem	
   o	
   potencial	
   de	
   abrir	
   as	
   portas	
   para	
  
mercados	
   promissores	
   futuros.	
   Os	
   itens	
   que	
   são	
   resultantes	
   da	
   ação	
   de	
   competências	
  
centrais	
  não	
  deveriam	
  ser	
  terceirizados.	
  
	
  
Projeto	
  para	
  logística	
  e	
  rede	
  de	
  suprimentos:	
  
O	
  conceito	
  de	
  projeto	
  para	
   logística	
  e	
   rede	
  de	
  suprimento	
  recomenda	
  que	
   já	
  na	
  etapa	
  de	
  
projeto	
  de	
  produto	
  e	
  do	
  processo	
  se	
  procurem	
  opções	
  de	
  projeto	
  que	
  facilitem	
  e	
  tornem	
  os	
  
processos	
  logísticos	
  e	
  de	
  gestão	
  da	
  rede	
  de	
  suprimento	
  que	
  irá	
  produzi-­‐lo	
  e	
  distribui-­‐lo	
  mais	
  
eficientes,	
  rápidos,	
  simples	
  e	
  eficazes.	
  
Custos	
  de	
  transporte	
  e	
  de	
  estoques	
  ao	
  longo	
  da	
  rede	
  de	
  suprimento	
  são	
  fatores	
  influentes	
  
na	
   definição	
   do	
   seu	
   custo	
   e	
   de	
   seu	
   nível	
   de	
   capacidade	
   de	
   resposta.	
   Os	
   quatro	
   fatores	
  
abaixo	
  são	
  importantes	
  para	
  o	
  conceito	
  de	
  projeto	
  para	
  a	
  logística	
  e	
  rede	
  de	
  suprimento:	
  
• Embalagem	
  e	
  transporte	
  econômicos:	
  (transporte	
  e	
  armazenamento	
  de	
  produtos	
  de	
  
forma	
  eficaz,	
  rápida	
  e	
  econômica)	
  	
  
• Processamento	
  Paralelo:	
  (refere-­‐se	
  à	
  ênfase	
  no	
  projeto	
  do	
  processo	
  e	
  como	
  ele	
  pode	
  
influenciar	
  o	
  desempenho	
  logístico	
  e	
  da	
  rede	
  de	
  suprimento)	
  
• Padronização:	
  	
  
• Postergamento	
  (postponement):	
  	
  
• Mass	
   customization	
   (customização	
   em	
   massa):	
   postergamento	
   e	
   fronteira	
   entre	
  
fluxos	
  empurrados-­‐puxados	
  coordenados:	
  
Customização	
  em	
  massa	
  é	
  como	
  se	
  chamam	
  as	
  operações	
  na	
  rede	
  de	
  suprimento	
  que	
  criam	
  
produtos	
  muito	
  variados,	
  segundo	
  a	
  especificação	
  do	
  cliente,	
  com	
  processos	
  tão	
  eficientes	
  
quanto	
  aqueles	
  tradicionalmente	
  apenas	
  associados	
  aos	
  processos	
  de	
  produção	
  em	
  massa.	
  
	
  
Integração	
  de	
  parceiros	
  da	
  rede	
  suprimento	
  no	
  projeto	
  de	
  novos	
  produtos	
  e	
  processos	
  
Na	
  medida	
  em	
  que	
  as	
  empresas	
   cada	
  vez	
  mais	
  procuram	
  concentrar-­‐se	
  nas	
   suas	
  próprias	
  
competências	
   centrais,	
   tornam-­‐se	
   crescentemente	
   dependentes	
   das	
   competências	
  
complementares	
   de	
   seus	
   fornecedores,	
   não	
   só	
   para	
   a	
   produção	
   e	
   distribuição	
   de	
   seus	
  
produtos,	
  mas	
  também	
  para	
  o	
  seu	
  projeto.	
  
As	
  empresas	
  estão	
  cada	
  vez	
  mais	
  conscientes	
  das	
  vantagens	
  de	
  relações	
  mais	
  colaborativas	
  
e	
  próximas	
  com	
  fornecedores	
  nos	
  processos	
  de	
  compras,	
  produção,	
  distribuição,	
  serviço	
  e	
  
desenvolvimento	
  de	
  produto.	
  
Em	
  termos	
  de	
  desenvolvimento	
  de	
  produtos,	
  um	
  alto	
  nível	
  de	
  integração	
  é	
  necessário.	
  Isso	
  
pode	
   envolver	
   a	
   formação	
   de	
   alianças	
   estratégicas	
   com	
   fornecedores	
   que	
   detenham	
  
competências	
   em	
   tecnologias	
   relevantes	
   ao	
   produto	
   ou	
   serviço	
   a	
   ser	
   desenvolvido,	
   troca	
  
ampla	
  e	
  aberta	
  de	
  informações,	
  localização	
  de	
  pessoal	
  de	
  desenvolvimento	
  de	
  engenheiros	
  
residentes,	
   planejamento	
   compartilhado	
   de	
   tecnologias	
   futuras,	
   desenvolvimento	
   de	
  
protocolos	
  de	
  comunicação	
  comuns	
  e	
  integração	
  de	
  sistemas.	
  
Graus	
  de	
  integração	
  dos	
  fornecedores:	
  
1. Nenhuma	
   integração:	
   Ex.:	
   Parafusos	
   padrões	
   desenvolvidos