A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
simulado 2

Pré-visualização | Página 1 de 2

1a Questão (Ref.: 201001563688)
	1a sem.: Processo Grupal
	Pontos: 0,0  / 1,0 
	Por coesão grupal entende-se: 
		
	
	o grau de identificação entre os membros do grupo.
	
	a reunião de um número de pessoas com um determinado objetivo.
	
	afiliação a um grupo, independente da vontade no que diz respeito à escolha dos seus integrantes.
	
	como a forma encontrada pelos grupos, para que seus membros sigam as regras estabelecidas.
	
	a forma de convívio na qual nos afiliamos a um grupo porque escolhemos nossos pares.
	
	
	 2a Questão (Ref.: 201001570741)
	4a sem.: O Indivíduo e a Instituição Família
	Pontos: 0,0  / 1,0 
	A família burguesa (ou moderna) dava ao homem o papel de provedor, responsável por sua manutenção e sustento. À mulher cabia o papel de educadora dos filhos, gerente do lar e da privacidade. Entretanto, essa estrutura familiar não corresponde ao observado atualmente. Analise as afirmativas abaixo quanto à estrutura familiar na atualidade. 
I. Há uma nova assunção de valores e papéis sociais no núcleo familiar, quando a mulher sai para as ruas e passa a receber por sua força de trabalho um salário tal como o homem. 
II. Essa troca de papéis produz lacunas na criação dos filhos; da mãe-educadora surge a mãe-trabalhadora e com isso todas as variáveis implícitas nela. 
III. A crença de que a família não mais satisfazia suas funções mais básicas impediu a expansão das escolas e dos serviços de bem-estar social. 
IV. A escola assume para si o cargo de educadora e disciplinadora das crianças, pois a família já não consegue dar conta da transmissão de valores. 
Estão CORRETAS as afirmativas 
		
	
	apenas I e II 
	
	apenas I, II e IV 
	
	I, II, III e IV 
	
	apenas II, III e IV 
	
	apenas I, II e III 
	
	
	 3a Questão (Ref.: 201001570727)
	2a sem.: A Análise Institucional de Inspiração Sociológica
	Pontos: 0,0  / 1,0 
	Dentro da Sociologia o conceito de instituição mostra-se um tanto difícil de definir. Além dessa dificuldade em conceituar instituições, há também dificuldade em diferenciá-las das organizações. De fato, são conceitos muito próximos e muitas vezes tratados como sinônimos pela literatura. Analise as afirmativas abaixo quanto às características das instituições e organizações. 
I. Uma diferença básica entre instituições e organizações refere-se ao nível de sistematização das regras e normas sociais; quanto mais sistematizadas, mais se aproximam do que é uma organização. 
II. As normas sociais criadas pelas organizações são feitas apenas para otimizar a obtenção das metas planejadas. 
III. As organizações são expressões de grupos menores do que os observados pelas instituições, tendo objetivos mais claramente definidos que estas últimas. 
IV. A existência de hierarquias representativas de poder é muito menor nas organizações do que nas instituições. 
Estão Corretas as afirmativas: 
		
	
	somente I e II 
	
	somente I, III e IV 
	
	somente I, II e III 
	
	somente II, III e IV 
	
	I, II, III e IV 
	
	
	 4a Questão (Ref.: 201001563655)
	1a sem.: Aula 1
	Pontos: 0,0  / 1,0 
	Partindo da conceituação da personalidade como estruturada pela dinâmica entre um ego sincrético e um ego organizado, Bleger considera a existência da comunicação grupal como derivada desta estruturação para, enfim, supor uma intrincável relação entre o sujeito, a organização grupal e a institucional. A personalidade ou a identidade do sujeito se dá, sempre, pelo jogo: 
		
	
	do id, enquanto instância profunda, e um ego sincrético
	
	de um ego sincrético e um ego organizado
	
	de um ego organizado e nas relações de poder
	
	de um ego organizado e um superego domesticado
	
	de um ego sincrético e um superego idolatrado
	
	
	 5a Questão (Ref.: 201001560309)
	1a sem.: Movimento Institucionalista
	Pontos: 1,0  / 1,0 
	A Psicologia Institucional é um modelo que difere da Psicologia Individual porque: 
		
	
	utiliza categorias adequadas ao caráter dos fenômenos das agrupações humanas para explicar o indivíduo; 
	
	utiliza o referencial individual dos consultórios, para explicar as características de outros indivíduos.
	
	parte dos atendimentos terapêuticos individuais e em consultórios, para explicar os grupos, as instituições e as comunidades, pelas características dos indivíduos; 
	
	utiliza categorias individuais para explicar as características de formação dos grupos; 
	
	parte do indivíduo isolado para explicar as agrupações humanas e aplicam a estas últimas as categorias observáveis e conceituais;
	
	
	 6a Questão (Ref.: 201001563680)
	2a sem.: Aula 2
	Pontos: 0,0  / 1,0 
	Em Lapassade entende-se, de modo geral, a análise institucional como a maneira singular de entender o que são as relações instituídas e a forma de trabalhá-las ou agir sobre elas enquanto psicólogo. Suas bases concretas encontram-se nas experiências da ______________________ que, criticando uma _____________________, procurou constituir uma outra que dimensionasse o espaço, o tempo e a relação educador-educando. 
		
	
	visão escolanovista - pedagogia institucional
	
	pedagogia institucional - pedagogia autoritária
	
	teoria Psicoanalítica - abordagem escolanovista
	
	visão cognitivo comportamental - abordagem da gestalt
	
	visão cognitivo comportamental - visão materialista histórica
	
	
	 7a Questão (Ref.: 201001570735)
	4a sem.: O Indivíduo e a Instituição Família
	Pontos: 0,0  / 1,0 
	A instituição família apresentou grandes mudanças a partir do século XIX. O casamento, especialmente, foi o receptor da maioria destas transformações. Analise as afirmativas abaixo quanto à evolução histórica da família como instituição. 
I- Sai de cena o casamento por amor e a escolha do parceiro pelos próprios indivíduos e tem lugar a união por contrato, escolhida pelos pais dos cônjuges. 
II- Com o advento do capitalismo e da industrialização, a família passou a representar um refúgio ante as ameaças do mundo. Ela diminuiu em número de membros, tornou-se patriarcal, hierarquizada, com a divisão do trabalho sendo sexualmente definida. 
III- A família burguesa (ou moderna) dava ao homem o papel de provedor, responsável por sua manutenção e sustento. À mulher cabia o papel de educadora dos filhos, gerente do lar e da privacidade. 
IV- O homem era a figura pública, aquele que trabalhava fora, lidava com o mundo externo. A mulher era o privado, a zeladora do bem-estar do marido e dos filhos, a defensora da intimidade familiar. 
Estão CORRETAS as afirmativas 
		
	
	apenas I, III e IV
	
	I, II, III e IV 
	
	apenas II, III e IV
	
	apenas I, II e III 
	
	apenas I e II 
	
	
	 8a Questão (Ref.: 201001570711)
	1a sem.: A Psicologia Institucional como Psico-Higiene
	Pontos: 0,0  / 1,0 
	Quanto aos objetivos da instituição e do psicólogo, ambos têm que ser perfeitamente conhecidos como prerrogativa de um ponto de partida para um trabalho profissional. O objetivo final do psicólogo institucional configura-se num objetivo de psico-higiene. A psico-higiene consiste na:
		
	
	extensão da psicologia aplicada. 
	
	atividade psicoterápica (doente e cura) 
	
	obtenção da melhor organização e condições as quais possam promover saúde e bem-estar dos integrantes da instituição. 
	
	decadência tanto no aspecto investigativo quanto no desenvolvimento da prática profissional da psicologia. 
	
	passagem dos enfoques sociais aos individuais. 
	
	
	 9a Questão (Ref.: 201001563693)
	3a sem.: Análise Institucional
	
	Qual a diferença entre psicologia institucional e o trabalho psicológico em uma instituição? 
		
	
Sua Resposta: 
	
Compare com a sua resposta: 
Nesta diferenciação, Bleger (1984) afirma que o trabalho de