A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
ESTUDODIRIGIDOFUNDAMENTOSEPISTEMICOS-AV2- RESUMO

Pré-visualização | Página 1 de 1

FUNDAMENTOS EPISTEMICOS DA PSICOLOGIA. 
 
1- Quais as características da passagem de Geocentrismo ao 
Heliocentrismo ocorrida durante a Renascença? 
 
É O nascimento da ciência moderna que acontece exatamente pelo 
rompimento com a ciência aristotélica efetuado por Galileu, nas discussões 
sobre o geocentrismo e o heliocentrismo. 
 
2- Disserte sobre Dualismo cartesiano enquanto aprofundamento de 
Dualismo platônico e cristão e sua importância com a Psicologia. 
 
No Dualismo cartesiano a alma encontra-se no cérebro, no Dualismo platônico 
no mundo das ideias, para os cristãos a alma esta no corpo enquanto a 
importância para a psicologia é o corpo, a mente e o pensamento. 
 
 
3- Descartes foi o fundador do Racionalismo, qual era o conceito de 
razão para ele? 
 
Para Descartes, a razão,também chamada de bom senso, é inata e 
naturalmente igual em todos os homens. 
 
4- Qual a origem do conhecimento segundo os empiristas? Explique. 
 
Na concepção empirista, todo conhecimento provém da experiência, bem como 
é a experiência que fornece o critério de verificação que confirma ou não a 
verdade das afirmações científicas. 
 
5- Entre o Inatismo racionalista e o empirismo, como essa discussão 
permanece até o presente na Psicologia? 
 
O racionalismo utiliza o método dedutivo. O empirismo, ao contrário, utiliza o 
método indutivo e a psicologia o método do estudo do espírito (Alma) 
 
 
6- Kant achava que os pensadores tinham tido, até então, uma visão 
errada do conhecimento. Dê a semelhança da revolução de 
Copérnico para onde ele achava que deveria ser invertida a direção 
do conhecimento. 
 
Anteriormente a Kant admitiam-se dois tipos de juízos ou proposições: os 
analíticos a priori e os sintéticos a posteriori. A sua grande "revolução 
copernicana" passou por admitir uma terceira classe: os juízos sintéticos a 
priori. Estes são necessários e universais como os juízos analíticos, mas 
efetivamente ampliam o conhecimento. 
 
 
7- Kant também criticou o Racionalismo, alegando que os próprios 
limites da razão teriam que ser estabelecidos. Por quê? 
Sua teoria partiu da constatação de que nem o empirismo britânico, nem o 
racionalismo continental explicavam satisfatoriamente a ciência. 
 
 
 
8- O que é a Lei dos 3 Estados de Conte? Explique. 
É a lei segundo qual o espírito dos indivíduos das espécies e as próprias 
ciências, descrevem um movimento que atravessa um estado teológico, 
estado metafísico e o estado positivo, termo fixo e definitivo no qual o espírito 
humano encontra a ciência. 
 
9- Descreva os estados teológicos e científicos (ou positivos) de 
Conte. 
Estado teológico: O espírito humano dirige essencialmente suas 
investigações para a natureza intima dos seres, apresentam o fenonemo 
como produzidos por ações sobrenatural e com intervenção arbitrária 
explica todas as anomalias aparentes do universo. 
Estado positivo. O espírito humano reconhecendo a impossiblidade 
De obter noções absolutas, renuncia a procurar a origem e o destino do 
universo e a conhecer as causas intimas dos fenonemos e preocupa em 
descobrir as graças do raciocínio, as lei efetivas e relações invariáveis de 
similitude. 
 
10- O positivismo acabou se tornando uma ideologia da 
industrialização e do progresso capitalista guiado pela técnica e a 
ciência. Explique. 
 
O termo significa, ainda, o contrário de negativo e indica a tendência de 
substituir sempre o absoluto pelo relativo. Finalmente, traduz a proposta de 
organização moral e intelectual da sociedade. 
 
11- Marx criticou o idealismo de Hegel, que descrevia o homem com a 
cabeça nas nuvens. Em que se baseia Marx para refutar essa visão 
do homem e da história? 
 
Marx, combate as ilusões da consciência e leva em conta as bases materiais 
do trabalho como formadores da consciência. Para Marx o idealismo cultural de 
Hegel é uma forma de alienação. 
 
12- Na segunda metade do século XIX e por todo século XX, desde 
Nitzche até Foucalt, passando por Sartre e o existencialismo, a 
filosofia dirigiu-se dos grandes sistemas especulativos para a 
tarefa de tentar entender o homem e suas construções. Explique.