A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Lista 2 - Princípios e Hipóteses Fundamentais

Pré-visualização|Página 1 de 2

CAPÍTULO 2 PRINCÍPIOS E HIPÓTESES FUNDAMENTAIS
2.1 Para a estrutura a baixo determinar os esforços internos solicitantes (normal, cortante,
momentos fletores e momento torçor) na seção junto ao engaste.
Resp.:
Nx
= - R
V
y = P Q
Vz
= F
T = - Qb
My = Rb - Fa
Mz
= Pa Qa
2.2 Para a estrutura abaix o determinar os esforços internos solicitantes (esforço normal,
esforços cortantes, momentos fletores e momento torçor) na Seção “s”.
Resp.:
Nx
= F P
V
y = -R
Vz
= Q
T = R (d + e)
My = -Qc + Pd F (d + e)
Mz
= -Rc
Engaste
bR
F
Q
P
x
y
z
a
a
z
x
y
P
F
R
c
Engaste
Q
de
b
Seção "s"

2.3 Para a estrutura abaixo determinar os esforços internos solicitantes (normal, cortantes,
momentos fletores e momento torçor) na seção junto ao engaste.
Resp.:
Nx
=R
V
y=Q-P
Vz
=F
Mx
=T=Qb
My=-Fa- Rb
Mz
=Qa-Pa
2.4) Para a estrutura abaixo, determinar os esforços internos solicitantes na seção “s”.
Resp.:
Nx= -F
Vy= -Q
Vz= -P
My=Fd + Pc
Mz= -Qc
T= -Qd
2.5) Para a estrutura ao lado, determinar os esforços internos solicitantes (normal, cortantes,
momentos fletores e momento torçor) na seção junto ao engaste.
Além das cargas aplicadas, considerar o peso próprio das barras da estrutura nos esforços
internos, admitindo que as mesmas são cilíndricas, maciças, em aço ( = 78 KN / m³), com
30 cm de diâmetro.
Considerar também a altura (direção x), de 2 m
Fx = 28 KN
Fy = 17 KN
Fz = 14 KN
Resp.:
Nx = 54,465 KN
Vy = 17 KN
Vz = 14 KN
Mz = -32,649 KN
My = 63,336 KN.m
T = 5,5 KN.m
Fz
Fx
Fy
2,0m