A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
63 pág.
Apostila sobre a HP 48

Pré-visualização | Página 5 de 17

a opção desejada, 
escolhendo Set time, date ... 
 
3 Pressione @OK@ para entrar na tela de edição da hora e data 
 
4 
Selecione os campos utilizando as setas 
de movimento do curso, entrando com 
os valores corretos da hora e data 
 
5 
Selecionando os campos que ficam 
após os valores da hora e data e 
usando a tecla @CHOOS do menu, é 
possível alterar o modo de 
apresentação da hora (entre AM, PM ou 
24 horas) e o modo de apresentação da 
data (entre mês/dia/ano ou dia/mês/ano) 
 
 
6 
Para confirmar escolhas tecle @OK@, para 
cancelar tecle @CANCL e para sair do 
modo de edição da hora e data, tecle 
@OK@ novamente 
 
JVHD (Copyright) 
Introdução às Operações com Calculadoras HP © 12 
 
 A marcação decimal separa a parte inteira da fracionária de um número real. Devido à 
diferença de convenções para a marcação decimal (ponto ou vírgula) dependendo do país, a HP 
48 permite ao usuário escolher um dentre estes dois tipos de marcação. A escolha do tipo de 
marcação decimal determina também a marcação utilizada para separar dígitos (em números com 
mais de três algarismos na parte inteira) e argumentos. Veja os seguintes exemplos: 
 
Marcação decimal Separador de dígitos Separador de argumentos 
. (5.768) , (50,000.00) , ((8,9)) 
, (5,768) . (50.000,00) ; ((8;9)) 
 
 Para escolher o tipo de marcação decimal: 
• pressione ^ “; 
• selecione o campo FM e pressione @/CHK (ou Y) até que a opção desejada seja mostrada 
(quando aparecer o marcador de checagem na frente da palavra FM, significa que a marcação 
decimal será a vírgula, sem o marcador de checagem será ponto); 
• pressione @OK@ para confirmar sua escolha ou @CANCL para cancelá-la. 
 
3.5 – Flags 
 
A maior parte dos modos da calculadora é controlada pelo sistema de flags. A HP 48 
possui 64 sistemas de flags, numerados de 1 a 64. Cada flag possui dois estados: ativado (valor 
1) ou desativado (valor 0). O usuário deverá consultar o manual de sua HP 48 para conhecer os 
modos que o sistema de flags controla. 
Para alterar modos da calculadora diretamente no menu de flags siga os seguintes passos: 
• pressione ^ “; 
• pressione @FLAG@ para abrir o diretório do sistema de flags; 
• utilize as setas do cursor para mover pelos flags. Uma marca de checagem ao lado do flag 
indica que ele está ativado. O texto ao lado do número do flag indica qual o efeito sobre as 
funções da calculadora; 
• para alterar o flag pressione @/CHK (notar que a descrição do texto se altera para indicar o 
novo efeito); 
• pressione @OK@ para confirmar sua escolha ou @CANCL para cancelá-la. 
 
 
4 – Diretórios e Variáveis 
 
 
 Para facilitar cálculos e organizar melhor as variáveis na HP 48, o usuário poderá criar 
diversos diretórios e subdiretórios, nos quais serão armazenadas as variáveis de interesse. O 
diretório principal da HP 48 é o diretório HOME, que é uma seção da memória da calculadora que 
funciona da mesma maneira que um disquete de computador. Cada objeto ou variável inserido 
nesse diretório é análogo a um arquivo de computador em um disquete. Embora muitos diretórios 
e subdiretórios possam ser criados dentro do diretório HOME, apenas um único diretório pode 
estar ativado por vez e o seu nome é mostrado na área de estado do visor. 
 
 
Diretório HP48 
 
JVHD (Copyright) 
Introdução às Operações com Calculadoras HP © 13 
 
 4.1 – Criação de diretórios 
 
 
 A seguir são apresentados os passos para criar o diretório HP48, o qual será utilizado para 
armazenar outros subdiretórios e variáveis que serão utilizados no decorrer deste curso. 
 
 
Passo Ação Tela 
1 
Digite ^ J para acessar o menu de subdiretórios 
e variáveis do diretório HOME (a tela em branco e 
demais opções de menu em branco na barra 
inferior indicam que não existem variáveis e 
subdiretórios em HOME) 
2 Para criar um novo objeto (diretório ou variável) clicar em @NEW@ 
 
3 
Digitar Q Q para deixar o cursor no campo do 
diretório e clicar em @/CHK ativar a criação do 
diretório. Em seguida digitar K para ativar o campo 
no qual será inserido o nome do diretório. 
 
4 
Clicar na opção @EDIT@ para editar o nome do 
diretório que será criado. Digitar $$ para travar o 
teclado alfabético e digitar H P 48 $@OK@ 
 
5 
Digitar @OK@ novamente para sair do menu de 
criação de novos diretórios. Agora o subdiretório 
HP48 aparece como um dos objetos do diretório 
HOME. A indicação DIR END mostra que HP48 é 
um diretório. 
6 
Clicar L e em seguida @OK@ para voltar ao visor 
com a pilha operacional. Agora o diretório HP48 
aparece na barra inferior de menus do diretório 
HOME. Para acessar o diretório HP48, basta digitar 
a tecla branca correspondente ao diretório. 
 
 
 
 
 
 
JVHD (Copyright) 
Introdução às Operações com Calculadoras HP © 14 
 
 
4.2 – Criação e armazenamento de variáveis 
 
 Para criar variáveis que serão armazenadas em diretórios, segue-se um procedimento 
semelhante ao da criação de diretórios. Como exemplo será criada a variável TC, dentro do 
diretório HP 48, que conterá o valor da temperatura crítica da água. Os passos utilizados nesse 
procedimento são apresentados a seguir. 
 
 
Passo Ação Tela 
1 
Clicar na tecla branca referente ao diretório HP48 para ativar 
este diretório. Note que na área de estado aparecerá entre 
chaves o diretório atual. A barra de menu está toda em 
branco pois ainda não existe nenhuma variável nesse 
diretório. 
 
2 
Digitar ^ J para acessar o menu de subdiretórios e 
variáveis do diretório HP48 (a tela em branco e demais 
opções de menu em branco na barra inferior indicam que 
não existem variáveis e subdiretórios em HP48) 
 
3 
Para criar um novo objeto (diretório ou variável) clicar em 
@NEW@. Poderia ser criado um novo subdiretório dentro de 
HP48, mas nesse exemplo será criada uma nova variável. 
 
4 
Com o campo OBJECT selecionado, clicar em @EDIT@ para 
fazer a edição do novo objeto, no caso, a nova variável 
(temperatura crítica da água = 647,4 K). Digitar 
758/5 na linha onde está o cursor. Em seguida, 
teclar @OK@ ou ! para entrar com o valor numérico no 
campo OBJECT. Automaticamente será ativado o campo 
NAME para que o usuário possa digitar o nome da variável. 
5 
Para entrar com o nome da variável, teclar novamente @EDIT@. 
O cursor muda para a linha inferior da tela e o nome da 
variável pode ser teclado, por exemplo travando-se o teclado 
alfabético. Digitar $$ T C e em seguida @OK@ ou 
!para entrar com o nome da variável (TC). Se optar por 
teclar @OK@ lembrar de teclar $ antes, para poder destravar o 
teclado alfabético, caso contrário, aparecerá a letra F no 
nome da variável. 
 
6 
Clicando novamente em @OK@ irá aparecer a tela que contém 
as variáveis e subdiretórios do diretório HP48. No caso, a 
única variável é TC e ao lado dela aparecerá seu valor. 
 
7 
Clicar L e em seguida @OK@ para voltar ao visor com a pilha 
operacional. Agora a variável TC aparece na barra inferior de 
menus do diretório HP48. Para recuperar o valor da variável 
na tela, colocando-o no primeiro nível da pilha operacional, 
basta digitar a tecla branca correspondente à variável. 
 
JVHD (Copyright) 
Introdução às Operações com Calculadoras HP © 15 
 
 O usuário poderá ter acesso imediato a todas as variáveis e subdiretórios armazenados 
em um diretório, bastando para isso pressionar j para que elas sejam exibidas na barra de 
menus na parte inferior do visor. Se houver mais de seis objetos no diretório em questão, 
pressionar l para acessar os demais. 
 
 Dicas para armazenamento e uso de variáveis: 
• armazene no diretório HOME variáveis que você deseja acessar de qualquer diretório; 
• armazene variáveis específicas, utilizadas apenas em alguns casos, em diretórios