A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
15 pág.
Manual do Sistema Internacional de Unidades (SI)

Pré-visualização | Página 2 de 4

para utilização do Sistema Internacional (SI) 4 
 
 4.1 – Definições das unidades básicas 
 
 Metro (unidade de comprimento): é o comprimento do caminho percorrido pela luz no 
vácuo durante um intervalo de tempo de 1/299 792 458 do segundo. Esta definição foi adotada pela 
CGPM em 1983. 
 Quilograma (unidade de massa): o quilograma é igual à massa do protótipo internacional 
do quilograma, feito de uma liga de platina-irídio, adotado como padrão de referência (1889). 
 Segundo (unidade de tempo): é a duração de 9 192 631 770 ciclos da radiação 
correspondente à uma transição específica do átomo de césio 133 em seu estado sólido a 0 kelvin 
(1967). 
 Ampere (unidade de corrente elétrica): o ampere é aquela corrente que, se mantida 
constante em dois condutores retos paralelos de comprimento infinito e de seção transversal circular 
desprezível, separados por uma distância de 1 metro no vácuo, produzirá entre estes condutores uma 
força igual a 2 x 10-7 newton por metro de comprimento (1946). 
 Kelvin (unidade de temperatura termodinâmica): o kelvin é a fração de 1/273,16 da 
temperatura termodinâmica do ponto triplo da água. O termo “grau Kelvin”, símbolo oK, foi 
abandonado em 1967 e utiliza-se atualmente apenas o nome kelvin, símbolo K. 
 Mole (unidade de quantidade de substância): é a quantidade de substância de um sistema 
que contém um certo número de entidades elementares igual ao número de átomos existentes em 
0,012 kg de carbono 12. Quando se utiliza a unidade mole, deve-se especificar qual é a entidade 
elementar a que se refere, podendo por exemplo se tratar de átomos, moléculas, íons, elétrons ou 
outras partículas (1971). 
 Candela (unidade de intensidade luminosa): a candela é a intensidade luminosa, em uma 
dada direção, de uma fonte que emite radiação monocromática de freqüência igual a 540 x 1012 
hertz e que tem uma intensidade radiante, nesta direção de 1/683 watt por esferorradiano (1979). 
Esferorradiano (em inglês, “steradian”, do grego stereos = sólido) é a unidade do SI de 
ângulo sólido (seu símbolo é “sr”). É definido como sendo de forma cônica, conforme mostra a 
ilustração abaixo. 
 
na qual o ponto P representa o centro da esfera, o ângulo sólido (cônico) q equivalerá a 1 
esferorradiano, quando a área A for igual a r2, sendo que r é o raio da esfera. Por exemplo, quando 
Manual para utilização do Sistema Internacional (SI) 5 
 
esta área for igual a 1 m2, então o ângulo sólido é igual a um esferorradiano (q = 1 sr) e como a 
área superficial da esfera é igual a 4πr2, então pode-se concluir que a área superficial da esfera é 
igual a 12,5664 m2 e que uma esfera mede 4π esferorradianos. 
 
5 – Unidades derivadas do SI 
 
 Outras grandezas, denominadas grandezas derivadas, são definidas em termos das 7 
grandezas básicas através de um sistema de equações . A Tabela 2 apresenta alguns exemplos de 
unidades derivadas, devendo-se notar que o símbolo 1 para grandezas de dimensão 1, tais como 
fração mássica, é geralmente omitido. 
 
Tabela 2 – Exemplos de unidades derivadas do SI. 
Unidades derivadas do SI Grandeza derivada 
Nome Símbolo 
área metro quadrado m2 
volume metro cúbico m3 
velocidade metro por segundo m/s 
aceleração metro por segundo ao quadrado m/s2 
número de onda recíproco do metro m-1 
massa específica quilograma por metro cúbico kg/m3 
volume específico metro cúbico por quilograma m3/kg 
densidade de corrente ampère por metro quadrado A/m2 
força de campo magnético ampère por metro A/m 
concentração de quantidade 
de substância mole por metro cúbico mol/m
3 
luminosidade candela por metro quadrado cd/m2 
fração mássica quilograma por quilograma kg/kg = 1 
 
 
A Tabela 3 apresenta os 20 prefixos do SI utilizados para formar múltiplos e submúltiplos de 
unidades. Para mais fácil entendimento e por conveniência, 21 unidades derivadas do SI receberam 
nomes e símbolos especiais, que são apresentados na Tabela 4. A Tabela 5 apresenta outras 
unidades derivadas, nas quais são utilizadas algumas das unidades derivadas apresentadas na 
Tabela 4. 
 
Manual para utilização do Sistema Internacional (SI) 6 
 
 
 
Tabela 3 – Prefixos do SI. 
 
Múltiplos Submúltiplos 
Fator Nome Símbolo Fator Nome Símbolo 
1024 yota Y 10-1 deci d 
1021 zeta Z 10-2 centi c 
1018 exa E 10-3 mili m 
1015 peta P 10-6 micro µ 
1012 tera T 10-9 nano n 
109 giga G 10-12 pico p 
106 mega M 10-15 femto f 
103 kilo* k 10-18 ato a 
102 hecto h 10-21 zepto z 
101 deca da 10-24 yocto y 
 
 * é importante ressaltar que o símbolo k do prefixo kilo se escreve em mínúsculo e não 
 em maiúsculo, como se vê erroneamente em muitos textos (ex: 10 Km, 40 Kg). 
 
 
Manual para utilização do Sistema Internacional (SI) 7 
 
Tabela 4 – Unidades derivadas do SI com nomes e símbolos especiais. 
Unidade derivada do SI 
Grandeza derivada 
Nome Símbolo 
Expressão em 
termos de outras 
unidades do SI 
Expressão em termos 
de unidades básicas 
do SI 
ângulo plano radiano rad - m.m-1 = 1 
ângulo sólido esferorradiano sr - m2.m-2 = 1 
freqüência hertz Hz - s-1 
força newton N - m.kg.s-2 
pressão pascal Pa N/m2 m-1.kg.s-2 
energia, trabalho, quantidade 
de calor joule J N.m ou Pa.m
3 m2.kg.s-2 
potência, fluxo radiantte watt W J/s m2.kg.s-3 
carga elétrica, quantidade de 
eletricidade coulomb C - s.A 
diferença de potencial elétrico, 
força eletromotriz volt V W/A m
2.kg.s-3.A-1 
capacitância farad F C/V m-2.kg-1.s4.A2 
resistência elétrica ohm Ω V/A m2.kg.s-3.A-2 
condutância elétrica siemens S A/V m-2.kg-1.s3.A2 
fluxo magnético weber Wb V.s m2.kg.s-2.A-1 
densidade de fluxo magnético tesla T Wb/m2 kg.s-2.A-1 
indutância henry H Wb/A m2.kg.s-2.A-2 
temperatura Celsius grau Celsius oC - K 
fluxo luminoso lumen lm cd.sr m2.m-2.cd = cd 
luminosidade lux lx lm/m2 m2.m-4.cd = m-2.cd 
atividade (de um 
radionuclídeo) becquerel Bq - s
-1 
dose absorvida, energia 
específica gray Gy J/kg m
2.s-2 
dose equivalente sievert Sv J/kg m2.s-2 
 
Manual para utilização do Sistema Internacional (SI) 8 
 
Tabela 5 – Exemplos de unidades derivadas do SI cujos nomes e símbolos incluem 
 unidades derivadas do SI com nomes e símbolos especiais. 
Unidade derivada do SI Grandeza Derivada 
Nome Símbolo 
viscosidade dinâmica pascal segundo Pa.s 
momento de força newton metro N.m 
tensão superficial newton por metro N/m 
velocidade angular radiano por segundo rad/s 
aceleração angular radiano por segundo ao quadrado rad/s
2 
densidade de fluxo de calor, 
irradiação watt por metro quadrado W/m
2 
capacidade calorífica, entropia joule por kelvin J/K 
calor específico, entropia 
específica joule por quilograma kelvin J/(kg.K) 
energia específica joule por quilograma J/kg 
condutividade térmica watt por metro kelvin W/(m.K) 
densidade de energia joule por metro cúbico J/m3 
força de campo elétrico volt por metro V/m 
densidade de carga elétrica coulomb por metro cúbico C/m3 
densidade de fluxo elétrico coulomb por metro quadrado C/m2 
permissividade farad por metro F/m 
permeabilidade henry por metro H/m 
energia molar joule por mole