A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Volumetria de complexação

Pré-visualização | Página 1 de 1

Para a padronização do EDTA, foi realizada a pesagem de EDTA na balança 
analítica, obtendo assim 1,9993g. Dissolveu-se em 50 mL, transferindo para o balão 
volumétrico de 500 mL. 
Pesou-se novamente 0,1200g de carbonato de cálcio, adicionando 3 mL de HCl e 
completou-se o balão volumétrico de 100 mL com água destilada. Nesse primeiro 
momento, temos a seguinte reação: 
𝐶𝑎𝐶𝑂3 + 𝐻𝐶𝑙(𝑙) ↔ 𝐶𝑎
2+ + 𝐶𝑂2 + 𝐶𝑙
− + 𝑂𝐻− 
Observamos que temos a formação do gás CO2 e íons cloreto, hidroxila e cálcio. 
Retirou-se a alíquota de 25 mL desta solução e transferiu para erlenmeyer 
adicionando 25 mL de água destilada também. Neutralizou a solução com NaOH (1,0 
mol/L) e adicionou a solução tampão NH3/NH4
+. Para isso temos a seguinte reação 
𝐶𝑎2+ + 𝐶𝑙− + 𝑂𝐻− + 𝑁𝑎𝑂𝐻 ↔ 𝑁𝑎+ + 𝐶𝑙− + 𝐶𝑎(𝑂𝐻)2 
A partir desse momento iniciou-se a titulação com EDTA, obtendo os seguintes 
volumes para o ponto de equivalência utilizado o indicador negro eriocromo T. 
Tabela 1: Dados para padronização do EDTA a partir do volume gasto de EDTA para o ponto de 
equivalência 
Teste V. de EDTA obtido (mL) V. real (mL) 
1 27,8 27,6718 
2 27,8 27,6718 
3 27,8 27,6718 
Média 27,8 27,6718 
 
Assim, é possível calcular a quantidade de mol de carbonato de cálcio sabendo 
que sua massa molar é 100,0869g/mol 
0,12 𝑔 𝐶𝑎𝐶𝑂3 ∙
1 𝑚𝑜𝑙 𝐶𝑎𝐶𝑂3
100,0869 𝑔 𝐶𝑎𝐶𝑂3
= 0,001198958 𝑚𝑜𝑙 𝐶𝑎𝐶𝑂3 
Como retirou-se 25 mL do balão volumétrico de 100 mL com a solução 
homogeneizada de carbonato de cálcio e ácido clorídrico, calcula-se novamente a 
quantidade de mol nessa alíquota, utilizando o método de análise dimensional. 
25,0027 𝑚𝐿 ∙
0,001199 𝑚𝑜𝑙 𝐶𝑎𝐶𝑂3
99,962 𝑚𝐿
≅ 0,0003 𝑚𝑜𝑙 𝐶𝑎𝐶𝑂3 
Após essa determinação de quantidade de mol dentro do erlenmeyer, utilizamos a 
seguinte relação para determinar a concentração de EDTA: 
𝑛𝐶𝑎𝐶𝑂3 = 𝑛𝐸𝐷𝑇𝐴 
Logo, temos a seguinte fórmula matemática substituindo os valores 
𝑛𝐶𝑎𝐶𝑂3 = [𝐸𝐷𝑇𝐴] × 𝑉𝐸𝐷𝑇𝐴 
0,0003 𝑚𝑜𝑙 𝐶𝑎𝐶𝑂3 = [𝐸𝐷𝑇𝐴] × 27,6718 𝑚𝐿 
[𝐸𝐷𝑇𝐴] = 0,0108
𝑚𝑜𝑙
𝐿
 
A partir disso, temos base suficiente para realizar a seguinte parte do experimento. 
Pesou-se aproximadamente 0,02 g de casca de ovo na balança analítica, obtendo 
os resultados na 2 coluna da tabela 2. 
Tabela 2: Dados para a determinação de cálcio da casca do ovo, a partir da massa pesada de casca de ovo 
em gramas (g) e volume gasto de EDTA (mL) no ponto de equivalência. 
Teste m. da amostra 
pesada (g) 
V. real de 
EDTA (mL) 
[EDTA] 
(mol/L) 
n° mols de Ca2+ 
titulado (mol) 
% 
1 0,0200 17,4344 0,0108 0,0001883 37,73 
2 0,0205 17,9325 0,0108 0,0001937 37,86 
3 0,0201 17,4344 0,0108 0,0001883 37,71 
%média 37,71 
 
Utilizando a equação 2, temos a quantidade de mols de CaCO3 nessa 
padronização. 
𝑛𝐶𝑎𝐶𝑂3 = [𝐸𝐷𝑇𝐴] × 𝑉𝐸𝐷𝑇𝐴 
𝑛𝐶𝑎𝐶𝑂3 = 0,0108
𝑚𝑜𝑙
𝐿
𝐸𝐷𝑇𝐴 × 17,4344 𝑚𝐿 ≅ 0,0001883 𝑚𝑜𝑙 𝐶𝑎𝐶𝑂3 
Repetiu-se o mesmo cálculo para os testes 2 e 3, obtendo aproximadamente 
respectivamente 0,0001937 mol e 0,0001883 mol. 
Como a reação química do carbonato de cálcio nos demonstra uma proporção de 
1:1. 
Eq.1 
Eq.2 
𝐶𝑎𝐶𝑂3 → 𝐶𝑎
2+ + 𝐶𝑂2− 
Logo, a quantidade de mol de CaCO3 é a mesma quantidade de Ca
2+, tais 
resultados são apresentados na tabela 2 na quinta coluna. 
Para o cálculo da porcentagem em massa de cálcio na casca do ovo, utiliza-se 
análise dimensional e a massa molar do cálcio sendo 40,078 g/mol. 
0,0001883 𝑚𝑜𝑙 𝐶𝑎𝐶𝑂3 ∙
1 𝑚𝑜𝑙 𝐶𝑎2+
1 𝑚𝑜𝑙 𝐶𝑎𝐶𝑂3
∙
40,078 𝑔 𝐶𝑎2+
1 𝑚𝑜𝑙 𝐶𝑎2+
∙
100
0,0200 𝑔 𝐶𝑎𝐶𝑂3
= 37,73% 
Para os testes 2 e 3, também foram utilizados os mesmos recursos com seus dados, 
obtendo respectivamente 37,86% e 37,71%.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.