Apostila Portugues Instrumental
45 pág.

Apostila Portugues Instrumental


DisciplinaPortuguês Instrumental I560 materiais2.588 seguidores
Pré-visualização12 páginas
vez) é importante colocar seu significado entre parênteses. Lembre-se que pode existir sobreposição no uso de siglas dentro das diversas áreas de Computação. 
Figura ou tabela? Uma possível resposta: se os dados mostram uma tendência, criando uma ilustração interessante, faça uma figura. Se os números apenas estão lá, sem qualquer tendência interessante em evidência, uma tabela deveria ser suficiente. Tabelas também são preferíveis para apresentar números exatos. 
Figuras e tabelas mencionadas no texto. Geralmente, figuras requerem explicação mais detalhada no texto, enquanto tabelas devem ser auto-suficientes. Além disso, a legenda de figuras e tabelas podem mencionar detalhes que não precisam ser repetidos no texto. 
Uma imagem vale mil palavras. Por exemplo: caso seu trabalho apresente um processo complicado, cheio de fases, entradas e saídas para lá e para cá, tente resumir tudo em uma imagem (retângulos com nomes de processos, flechinhas indicando entradas e saídas, esse tipo de coisa); caso seu trabalho introduza uma nova arquitetura, crie uma imagem com os componentes da arquitetura, provavelmente indicando a interação dos componentes através de flechas; etc. 
Escreva enquanto trabalha. É uma boa idéia começar a escrever o artigo enquanto o trabalho está em desenvolvimento, enquanto idéias, problemas, soluções e detalhes estão mais frescos na memória. 
Backup. Mantenha sempre um backup atual do seu artigo, pelo menos um backup diário. Lembre-se daquela lei de Murphy: se algo pode dar errado, certamente dará. 
\ufffd
Check list para Revisão Final
Antes de submeter o artigo, confira os seguintes itens:
 
Ortografia correta de título e nomes dos autores e filiação. 
Uso correto da gramática. Erros comuns: uso de crase, excesso/falta de vírgulas, concordância, paralelismo. 
Numeração das seções e subseções. 
Numeração no texto concorda com a numeração usada em figuras e tabelas. 
Imprima o artigo (no formato final de submissão) pelo menos uma vez para se certificar que texto, tabelas e figuras estão legíveis. 
Verificar se referências cruzadas não foram perdidas dentro do editor. Uma boa idéia é fechar o editor de texto, abri-lo novamente, abrir o arquivo do artigo, e então verificar as referências cruzadas. 
E finalmente, tenha certeza absoluta da data e do horário limites para submissão de trabalhos. Várias conferências estabelecem hora com o devido fuso horário. Cuidado para não se perder com horário de verão (outros países como os Estados Unidos também possuem horário de verão). 
Observação: É necessário que o artigo agregue valor à área de estudo, apresente uma aplicação ou idéias novas. As frases devem ser curtas e fáceis de serem compreendidas. 
RELATÓRIOS TÉCNICOS DE PESQUISA
Os relatórios técnicos de pesquisa referem-se a um projeto ou a um período em particular, visando historiar seu desenvolvimento, enfatizando a apresentação dos caminhos percorridos, atividades realizadas e apreciação de resultados obtidos (parciais ou finais). Deve sintetizar conclusões sem análises e reflexões.
ESTRUTURA
iniciar com uma retomada dos objetivos do próprio projeto 
descrever as atividades realizadas e resultados obtidos
se for parcial, encerrar com a programação das próximas etapas; dizer que a pesquisa terá prosseguimento. Deve-se detalhar e discriminar as várias atividades distribuídas nas etapas desse prosseguimento.
SEMINÁRIO
- DIRETRIZES PARA REALIZAÇÃO
OBJETIVOS: 
Levar todos os participantes a uma reflexão aprofundada de determinado problema, a partir de textos e em equipe. 
Levar todos os participantes a:
um contato mínimo com o texto básico, criando condições para uma análise rigorosa e radical do mesmo.
à compreensão da mensagem central do texto, do seu conteúdo temático
à interpretação do conteúdo, ou seja, a uma compreensão da mensagem de uma perspectiva de situação de julgamento e de crítica da mensagem.
à discussão da problemática presente explícita ou implicitamente no texto.
Essas etapas podem ser preparadas com as diretrizes da leitura analítica.
- ORIENTAÇÃO PARA A PREPARAÇÃO DO SEMINÁRIO
O coordenador do seminário prepara um material de trabalho e disponibiliza-o previamente aos participantes.
É marcada a data para a realização
Todos os participantes fazem um estudo do texto para poder exercer efetiva participação nos debates.
O seminário não se reduz a uma aula expositiva apresentada por um colega e comentada pelo professor: é um círculo de debates para o qual todos devem estar suficientemente equipados.
- ESQUEMA GERAL DE DESENVOLVIMENTO DO SEMINÁRIO
Apresentação pelo coordenador:
das tarefas a serem cumpridas no dia, das orientações para o procedimento a ser adotado e do cronograma.
de uma breve introdução para localização do tema
Execução coordenada pelo responsável das várias atividades executadas pelos participantes, conforme dinâmica definida pelo modelo de seminário escolhido pelo coordenador.
Apresentação introdutória à discussão geral da reflexão pessoal pelo coordenador
Síntese final de responsabilidade do professor
CITAÇÕES E REFERÊNCIAS
CITAÇÃO
Segundo a Associação Brasileira de Normas Técnicas (2001, p.1), citação é a \u201cmenção no texto de uma informação extraída de outra fonte\u201d. Pode ser uma citação direta, citação indireta ou citação de citação, de fonte escrita ou oral.
A NBR10520:2001 define os parâmetros para a apresentação de citações em documentos.
As citações em trabalho escrito são feitas para apoiar uma hipótese, sustentar uma idéia ou ilustrar um raciocínio por meio de menções de trechos citados na bibliografia consultada.
Tipos de Citação
Citação direta
É quando transcrevemos o texto utilizando as próprias palavras do autor. A transcrição literal virá entre \u201caspas\u201d.
Exemplo
Segundo Vieira (1998, p.5) o valor da informação está \u201cdiretamente ligado à maneira como ela ajuda os tomadores de decisões a atingirem as metas da organização\u201d.
Citação indireta
É a reprodução de idéias do autor. É uma citação livre, usando as suas palavras para dizer o mesmo que o autor disse no texto. Contudo, a idéia expressa continua sendo de autoria do autor que você consultou, por isso é necessário citar a fonte: dar crédito ao autor da idéia.
Exemplo
O valor da informação está relacionado com o poder de ajuda aos tomadores de decisões a atingirem os objetivos da empresa (VIEIRA, 1998).
Citação de citação
É a menção de um documento ao qual você não teve acesso, mas que tomou conhecimento por citação em um outro trabalho.
Usamos a expressão latina apud (\u201ccitado por\u201d) para indicar a obra de onde foi retirada a citação. Sobrenome(es) do Autor Original (apud Sobrenome(es) Sobrenome(es) dos Autor( es) da obra que retiramos a citação, ano de publicação da qual retiramos a citação). É uma citação indireta.
Exemplo
Porter (apud CARVALHO e SOUZA, 1999, p.74) considera que \u201ca vantagem competitiva surge fundamentalmente do valor que uma empresa consegue criar para seus compradores e que ultrapassa o custo de fabricação pelas empresas\u201d.
Apresentação das citações no texto
Até três linhas: aparece fazendo parte normalmente do texto.
Exemplo
Porter (apud CARVALHO e SOUZA, 1999, p.74) considera que \u201ca vantagem competitiva surge fundamentalmente do valor que uma empresa consegue criar para seus compradores e que ultrapassa o custo de fabricação pelas empresas\u201d.
Mais de três linhas: recuo de 4 cm para todas as linhas, a partir da margem esquerda, com letra menor (fonte 10) que a do texto utilizado e sem aspas.
Exemplo
REFERÊNCIAS
Referência é o conjunto de elementos que permitem a identificação,no todo ou em parte, de documentos impressos ou registrados em diversos tipos de materiais.
A Associação Brasileira de Normas Técnicas (2000, p.1) na NBR6023:2000: \u201cfixa a ordem dos elementos das referências e estabelece convenções