A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
AD1 ESTAGIOSUPERVISIONADO 1

Pré-visualização | Página 1 de 1

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Centro de Educação e Humanidades Faculdade de
Educação / Coordenação das Licenciaturas – EAD
Fundação Centro de Ciências e Educação a Distância do Estado do Rio de Janeiro
Centro de Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro Curso de
Pedagogia para as Séries Iniciais do Ensino Funda mental UERJ /CEDERJ Avaliação a
Distância.
 
AVALIAÇÃO À DISTANCIA UM
(AD1)
DISCIPLINA: ESTAGIO SUPERVISIONADO I
COORDENADOR DO CURSO: Washington Dener 
CURSO: LICENCIATURA PLENA EM TURISMO.
POLO: SAQUAREMA/RJ.
ALUNO: WALLEF MENDONÇA DA MOTA PADILHA.
MATRICULA: 16115100028.
Análise de um conjunto de artigos selecionados sobre educação.
(Até duas páginas, Fonte 12/Times, Margens 2,5)
A na l i s a r , d i s cu t i r e r e l a c iona r os s egu in t e s a r t i gos (d i s pon ib i l i z ados e m 
“ cade rnos d idá t i cos ” ) : 
- Metade dos alunos brasileiros não sabe fazer contas, nem entende o que lê
http://www.brasilpost.com.br/2016/12/06/metade-alunos-nao-sabe-fazer-conta-nem-
entendeler_n_13453698.html?utm_hp_ref=educacao
- “Se você quer que ele seja um delinquente, trate-o como um”
http://brasil.elpais.com/brasil/2015/09/30/cultura/1443615217_680875.html 
Ao ler e reler o texto “Metade dos alunos brasileiros não sabe fazer contas, nem entende o que lê” 
não se pode deixar de perceber que existe a falta de comprometimento do governo para com as 
escolas, alunos e professores. Atualmente passamos por serias dificuldades não só na área da 
educação, quanto em outras áreas devido a falta de investimentos de politicas públicas, passamos 
por uma dificuldade chamada corrupção.
Nosso país precisa de politicas públicas que sejam adequadas na formação de professores, no 
ensino dos alunos e a escola tem que ensinar com qualidade, o texto apresenta um nível muito alto 
de rejeição na educação do Brasil, mas logo o Brasil que tem tudo para dar certo? Nosso país 
precisa urgentemente se mover para chegar a uma educação de qualidade, uma educação que não 
seja desigual e sim igualitária a todos. Devemos investir na educação do país, na formação 
acadêmica de nossos professores e na base nacional comum curricular, para que um dia nos 
tornemos exemplos de educação, mas antes disso tudo devemos parar de sermos corruptos.
Agora ao ler e analisar o segundo texto “Se você quer que ele seja um delinquente, trate-o como 
um” pude perceber que trata-se da forma ao qual um professor(a) trata seu aluno, ou seja, a matéria
mostra que além de um laço afetivo, nós professores e professoras temos um dever além desse laço,
que nossa meta é formar seres humanos pensantes. A matéria nos mostra um trailer do filme “Numa
escola de Havana” que mostra a realidade um menino que tem péssimas influências em casa e que 
na escola a sua professora é o seu porto seguro, pois a mesma observa o comportamento do menino
e o compreende.
Esse texto também mostra a realidade dos nossos alunos,
pois nenhum aluno é igual ao outro, devemos observá-los,
compreendê-los e resgatá-los para uma educação melhor,
fazê-los pensar… Esse mesmo texto mostra que o poder
público não valoriza a educação de seu país.
País menos corrupto. Formação de qualidade a 
futuros professores.
Alunos 
aprendendo 
com 
qualidade.
Uma Base 
Nacional 
Curricular mais 
definida e objetiva 
ao ensino de 
nossos alunos.
Trailer do filme “Numa escola de 
Havana”.
Agora se pararmos para analisar e comparar os dois textos, ambos apresentam que para termos uma
educação de qualidade, devemos ter politicas públicas que favoreçam tanto na formação de 
professores, quanto de seus alunos e que o poder público possa tomar medidas como o 
investimento de politicas públicas que valorizem a educação de nosso país. Ou seja, quando temos 
uma formação adequada como professores, automaticamente preparamos nossos alunos com muito 
mais qualidade de ensino, formando nossos alunos e fazendo-os pensares, a aprender a ler, 
escrever, fazer contas, compreender o que se foi ensinado. A outra observação é a questão de como 
devemos tratar nossos alunos em sala de aula, tratar eles(a) como seres humanos que estão ali para 
aprenderem a ler, a escrever e através da observação compreendê-los e ajudá-los.
Formar professores como 
agentes transformadores 
na vida de nossas 
crianças, jovens, 
adolescente e adultos.
Levar a educação com mais 
qualidade a nossas crianças, 
que consequentemente serão o 
futuro das nossas nações.
Estimular nossos alunos 
a lerem e escreverem.
BIBLIOGRAFIA: 
• MATÉRIA “Metade dos alunos brasileiros não sabe fazer contas, nem entende o que 
lê” Disponível em > http://www.huffpostbrasil.com/2016/12/06/metade-alunos-nao-sabe-
fazer-conta-nem-entendeler_n_13453698.html?utm_hp_ref=educacao
• MATÉRIA “Se você quer que ele seja um delinquente, trate-o como um” Disponível em 
> https://brasil.elpais.com/brasil/2015/09/30/cultura/1443615217_680875.html
• SITE DE PESQUISA GOOGLE. Disponível em > www.Google.com.br
• IMAGENS. Disponível em > https://noticias.uol.com.br/cotidiano/ultimas-
noticias/2016/04/25/corrupcao-vicia-e-da-prazer-dizem-especialistas.htm
• IMAGENS. Disponível em > http://www.riodasostras.rj.gov.br/noticia2913.html
	- “Se você quer que ele seja um delinquente, trate-o como um”