A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
98 pág.
Orientações Didáticas Fundamentais sobre as Expectativas de Aprendizagem de Língua Portuguesa

Pré-visualização | Página 20 de 29

ou 
quadro. 
Em outras ocasiões, porém, a professora solicitava que os alunos organizassem um 
mapa semântico do texto, como no caso da produção do verbete enciclopédico sobre 
meios de transporte. 
O mapa semântico corresponde à operação de produção de conteúdo temático. 
Nesse caso, como a produção é de um texto não ficcional, da esfera escolar, o 
conteúdo, certamente, foi pesquisado em fontes adequadas. 
 
 
 
 
 
 
 
39
 Endereço: http://pnep-tavora.blogspot.com.br (consulta em 05mar2013). 
 
 
Pá
gi
n
a5
9
 
Mapa Semântico do Texto: produção de conteúdo temático por meio de 
estudo e pesquisa. 
 
 
 
Como se pode observar no material da aluna, há o registro de informações coletadas, 
classificadas e organizadas, sendo, claramente, resultado de pesquisa e estudo em 
materiais de referência. 
Não há informação disponível no Blog a respeito da planificação textual, nem nos 
itens referentes às informações sobre o trabalho desenvolvido, nem no que se refere à 
postagem de produções dos alunos, propriamente. 
 
 
 
 
Pá
gi
n
a6
0
 
Texto Produzido: resultado da textualização 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Como se pode observar, do ponto de vista da organização textual, são muito diferentes 
os resultados do planejamento de conteúdo temático e da textualização. No entanto, 
do ponto de vista semântico, ou seja, das ideias, o texto contém todas as informações 
“tronco viu que ele flutuava. Assim o homem fez a jangada. 
Como não era confortável, o homem escavou o tronco e transformou em piroga. 
Seguidamente apareceram os barcos à vela, os barcos a vapor e submarinos. 
Os transportes são muito úteis para transportar mercadorias e fazer viagens. 
Atualmente são muito utilizados e modernos.” 
 
 
 
Pá
gi
n
a6
1
 
registradas no mapa conceitual – que, no exemplo que selecionamos, corresponde ao 
planejamento de conteúdo temático. 
Do ponto de vista dos procedimentos regulares do produtor de textos, uma 
planificação textual aconteceu entre o planejamento do conteúdo temático e a 
textualização, seja de maneira formal e registrada ou não. 
Essa planificação, analisando-se a organização interna do texto elaborado, certamente 
corresponde ao seguinte: 
 
Título: Os Meios de Transporte 
1. Dizer para que são necessários. 
2. Falar dos particulares e públicos e explicar cada um. 
3. Falar onde se deslocam e que nome recebem. 
4. Falar da evolução dos meios de transporte de cada lugar (água, 
terra e ar) e explicar cada um. 
5. Explicar a sua utilidade nos dias de hoje. 
 
Do ponto de vista do ensino, quando se trata de um escritor iniciante - ou seja, aquele 
que não tem proficiência ainda na articulação das diferentes operações - essa 
planificação deveria ser explicitada anteriormente à textualização, deveria ser realizada 
antecipando-se o que dizer nas distintas partes do texto, pensando-se na melhor forma 
de organizá-lo em função da situação de comunicação – incluindo-se aí o leitor, suas 
possibilidades de compreensão do texto, seus interesses; a finalidade do texto, 
sobretudo nesse caso específico. 
Assim, o exercício da planificação é condição para a constituição da proficiência 
escritora e esse procedimento deveria ser tematizado junto ao aluno. Inicialmente, 
quando estes ainda forem inexperientes nesse aspecto, é fundamental que o professor 
realize esse exercício de modo coletivo, oferecendo uma referência de como se faz, 
explicando e mostrando que: 
a) a planificação não requer que se escreva como se já se estivesse produzindo o 
texto, mas que é apenas um “esqueleto” do texto; 
b) a todo momento, é necessário ir e vir do texto às condições de produção colocadas 
(e nesse sentido, é importante registrar todos os aspectos da situação comunicativa 
em um papel pardo, por exemplo, e colocar na lousa a cada momento do trabalho 
de produção; assim há a possibilidade de consultar a qualquer momento), 
ajustando o texto; 
c) é necessário selecionar o que escrever, considerando a situação de produção (em 
especial a finalidade, o gênero, o interlocutor e as suas possibilidades de 
compreensão); 
 
 
Pá
gi
n
a6
2
 
d) é preciso decidir a ordem em que as informações/episódios serão apresentados no 
texto; 
e) também é fundamental escolher o registro de linguagem mais adequado à situação 
de produção (dependendo do gênero, do assunto e do lugar de circulação): se mais 
– ou menos – formal, ou técnico, ou didático, literário, pessoal, íntimo, por 
exemplo; 
f) podemos, mesmo antes de escrever o texto, em si, pensar em algumas palavras 
boas para usar; 
 entre outros aspectos. 
Depois, à medida que os alunos forem se apropriando dos procedimentos necessários 
à tarefa, o professor vai propondo planificações em dupla – dois alunos planificam o 
texto que escreverão; dois alunos planificam juntos o texto que cada um escreverá 
sozinho, por exemplo; e individualmente. 
Importante também é, uma vez terminada a planificação, orientar o aluno a usá-la 
como guia no processo de textualização. Para que isso seja possível, quando os alunos 
forem produzir o texto coletivamente, é preciso providenciar registro das 
características da situação comunicativa e o registro da planificação, os quais deverão 
ser consultados pelos alunos durante todo o processo de redação40. 
É importante ressaltar que a planificação do texto é o resultado de escolhas que são 
feitas porque se considera que aquela é a melhor organização para o texto; ou seja, é 
uma das possibilidade de esquematizar o texto, não a única. Quem escolhe a melhor 
maneira de redigir o seu texto, de organizá-lo, é quem o está produzindo. 
Sendo assim, e considerando-se o mapa semântico realizado, podemos dizer que as 
planificações que apresentaremos a seguir também seriam possíveis para o verbete 
sobre os meios de transporte. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
40
 No vídeo de produção de textos intitulado “Reescrita de textos: aprofundando a compreensão de uma 
prática” (BRÄKLING, K. L. SEE de SP: CEFAI/Programa Ler e Escrever; 2013) há um bom exemplo de como 
orientar alunos do 2º ano a utilizarem a planificação como referência para a reescrita em duplas. 
 
 
Pá
gi
n
a6
3
 
Possibilidade 1: 
 
Título: Os Meios de Transporte 
 particulares 
 falar de que tipo são públicos 
 explicar cada um; 
 falar onde se deslocam terra 
 água 
 ar 
 dizer quais são e como se chamam terrestres 
 aéreos 
 aquáticos (marítimos e fluviais) 
 desenhar; 
 falar da utilidade dos meios de transporte e explicar; 
 contar a sua história e evolução. 
 
Possibilidade 2: 
 
Título: Os Meios de Transporte 
1. Falar o que são os meios de transporte e para que servem. 
2. Contar a história e evolução dos meios de transporte, dizendo os 
tipos que existem. 
3. Falar onde se deslocam e dizer como se chamam. 
4. Falar que existem os particulares e públicos e explicar. 
5. Falar da utilidade deles hoje em dia e na vida das pessoas em 
geral. 
Colocar box com ilustração dos diferentes meios de transporte no 
item 2. 
Não esquecer a legenda. 
 
 
 
 
Pá
gi
n
a6
4
 
EXEMPLO 2: PLANIFICAÇÃO TEXTUAL DE RELATO DE EXPERIÊNCIA