Avicultura
17 pág.

Avicultura


DisciplinaMatérias-primas de Origem Animal23 materiais95 seguidores
Pré-visualização5 páginas
29/08/2017
1
AVICULTURA
INTRODUÇÃO 
\uf097 Classificação Biológica :
\uf097 Filo: Chordata
\uf097 Sub-filo: Vertebrata \u2013
\uf097 Classe: Aves \u2013
\uf097 Sub-classe: Neornithes \u2013
\uf097 Super-ordem: Neognathae \u2013
\uf097 Ordem: Galliformes \u2013
\uf097 Sub-ordem: Galli \u2013
\uf097 Família: Phasianidae \u2013
\uf097 Gênero: Gallus \u2013
\uf097 Espécie: domesticus \u2013
\uf097 Linhagens para Corte Hubbard, Peterson, Cobb*, Cobb-Avian, 
ISA (Instituto de Seleção Animal), Hybro, Arbor Acres, Aviam 
Farms e Ross**. *Cobb: linhagem mais criada (cerca de 60%). 
É suscetível a morte súbita pelo rápido crescimento e é difícil 
a criação de matrizes (difícil manejo); **Ross: 2ª linhagem 
mais criada no Brasil e a criação de matrizes é mais fácil; -
Linhagens de Postura 
\uf097 ISA*, Shaver, Lohmann, Dekalb, Hyline, J.J. Warren e Babcock. 
\uf097 *ISA: linhagem de postura mais criada no Brasil;
AVICULTURA NO BRASIL E MUNDO
\u2022 3º maior produtor de frangos de corte do mundo (atrás dos 
EUA e China) 
\u2022 *Brasil é o maior exportador de carne de frango, em 2009 
ultrapassou os EUA. 
\u2022 7º maior produtor de ovos; 
\u2022 Importadores de frango brasileiro: Oriente Médio (40%), Ásia 
(31%), Europa (15%), Mercosul (5%) e outros (9%); 
\u2022 Gera cerca de 2 milhões de empregos diretos e indiretos; 
\u2022 No mundo a avicultura prosperou após a 2ª guerra mundial e 
no Brasil a partir dos anos 60; 
\u2022 Em 2009 cerca de 28% da produção foi para a exportação; 
\u2022 Tem-se o aumento constante do consumo interno per 
capita, chegando em 2009 à cerca de 40 kg de carne per 
capita. E o consumo de ovos é de cerca de 132 ovos/ano. 
\u2022 No Brasil a região sul e sudeste são os produtores e a 
região centro-oeste está em recente ascensão em 
função da produção de milho e soja; 
\u2022 Maiores estados produtores: PR (27%), SC (26%) e RS 
(23%); 
\u2022 Principais países importadores de carne: Rússia, Japão, 
CEE, México, China, Hong Kong e Arábia Saudita; 
\u2022 Principais países exportadores de carne: EUA, Brasil, CEE, 
China, Tailândia, Canadá, Hong Kong, Argentina e Chile. 
\u2022 Brasil possui baixo custo de investimento em instalações e 
alta produção de grãos, favorecendo assim a produção 
de frangos; 
29/08/2017
2
\u2022 A China detém cerca de 49% da produção mundial de 
ovos com os EUA em segundo lugar com 11%. O Brasil 
corresponde a 2% da produção mundial de ovos. 
\u2022 -Principais países importadores de ovos: Alemanha, Reino 
Unido, Japão, França, Holanda; 
\u2022 -Principais países exportadores de ovos: Holanda, EUA, 
França, Bélgica, Alemanha e China; 
\u2022 -O estado de maior produção brasileira é São Paulo, 
seguido por Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Santa 
Catarina encontra-se em 9º lugar na produção de ovos; 
\uf097 -Entre 21 de junho a 21 de dezembro tem-se fotoperíodo
crescente (período estimulatório) e entre 21 de dezembro 
até 21 de junho tem-se fotoperíodo decrescente (período 
não estimulatório); 
\uf097 -Naturalmente tem-se entre 30 a 40% de eclosão e 
artificialmente (incubadoras) tem-se cerca de 80% de 
eclosão; 
\uf097 -Diapausa: é um estado de suspensão, ou pelo menos de 
redução, do desenvolvimento de um organismo em 
resposta a condições ambientais adversas de natureza 
periódica ou recorrente. Com a diminuição da 
temperatura do ovo de 41ºC para 25ºC (temperatura 
ambiente) tem-se a parada do desenvolvimento 
embrionário até que se aqueça este ovo novamente a 
temperatura por volta de 37,3ºC. O ovo pode ficar neste 
estado até 7 dias sem prejudicar sua eclodibilidade. 
PRODUÇÃO DE 
OVOS/SEMANA/PESO 
*Ave reprodutora tem início de postura por volta da 25ª semana; 
RAÇAS 
\u2022 Existem mais de 300 raças; 
\u2022 Foram organizadas em classes conforme a região geográfica; 
\u2022 01-Classe Americana: 
\u2022 -New Hampshire; 
\u2022 -Plymouth Rock (barrada) \u2013 galinha carijó; 
\u2022 -Plymouth Rock (branca): foi muito utilizada na formação das linhagens 
de corte pela sua rusticidade e boa conversão alimentar. 
\u2022 -Rhode Island Red: linhagem de postura. Galinhas vermelhas põem ovos 
vermelhos e galinhas brancas põem ovos brancos. Já foi muito utilizada 
mas caiu em desuso pela perda da produtividade em relação à 
linhagens comerciais. 
\u2022 02-Classe Asiática: 
\u2022 -Brahmas: presença de penugem nas patas; 
\u2022 03-Classe Inglesa: 
\u2022 -Cornish: possui 2 variedades, a parda e a branca. Tem grande volume 
de peito, chamado de \u2018peito duplo\u2019; 
\u2022 -Sussex: linhagem de postura; 
29/08/2017
3
RAÇAS
\uf097 04-Classe Mediterrânea: 
\uf097 -Leghorn (Itália): linhagem de postura, caiu em desuso também por 
apresentar menor produtividade em relação à linhagens comerciais. 
\uf097 *O dimorfismo sexual aparece já no 1º dia quando os pintos tem 
contato com a ração. Macho come menos e converte melhor em 
musculatura. Nas raças, pode-se diferenciar pela coloração das 
plumas, mas não tem como se diferenciar por este quesito em 
linhagens comerciais (todos nascem esbranquiçados). No macho a 
crista e a barbela são mais proeminentes e são observados após um 
certo tempo, além de um penacho mais proeminente na cauda e 
presença do 5º dedo (o qual é retirado no incubatório). 
\uf097 **Para corte são criados frangos com penagem branca, pois não fica 
marcado no couro (melhor apresentação para o consumidor); 
\uf097 Evolução das Raças 
\uf097 -Gallus bankiva é considerado o ancestral das galinhas comerciais e 
habitava o sudoeste da Ásia. 
\u2022 -Primeiras aves colocavam uma média de 10 a 14 
ovos/ano e atualmente este número é de 300 ovos/ano 
e nesta evolução estão envolvidos: melhoramento 
genético, nutrição, manejo e condições ambientais. 
\u2022 -Evolução do Frango de Corte: aumento das exigências 
nutricionais, problemas no esqueleto, redução da 
fertilidade e eclodibilidade e aumento das doenças 
metabólicas (Ex.: ascite e morte súbita); 
EVOLUÇÃO DO FRANGO MODERNO 
Anos Dias para atingir 1,6kg Conversão 
Alimentar 
1945 98 3,0 
1955 70 2,5 
1965 56 2,25 
1975 49 2,0 
2000 30 1,68 
CRUZAMENTO PARA OBTENÇÃO DA 
LINHAGEM COMERCIAL (DUPLO HÍBRIDO) 
Macho (A) x Fêmea (B) Macho (C) x Fêmea (D) 
Macho (AB) x Fêmea (CD) 
Pinto Comercial (ABCD) 
\uf097 -Estão envolvidas 4 gerações: 
\uf097 -Bisavós (Raças Puras) 
\uf097 -Avós (Cruzamentos A x B e C x D); 
\uf097 -Matrizes (Cruzamentos Machos AB x Fêmeas CD); 
\uf097 -Pintos Comerciais (ABCD); 
\uf097 -No Brasil na década de 90, 100% dos avós eram importados, em 
2001 cerca de 67% são importados e 33% são provenientes 
daqui e para o futuro espera-se que 50% dos avós sejam 
importados. 
\uf097 -Um ovo fértil dura em torno de 7 dias à 23ºC e depois começa 
a diminuir o índice de eclosão. 
29/08/2017
4
\u2022 Objetivos de um Empreendimento Avícola Industrial 
\u2022 -Utilizar frangos de crescimento rápido; 
\u2022 -Obter alta eficiência na transformação de ração em 
ganho de peso; 
\u2022 -Apresentar baixos índices de mortalidade e refugagem, 
com ausência de doenças; 
\u2022 -Obter máximo rendimento em carne (abate); 
AVICULTURA (FRANGOS DE CORTE) 
\u2022 -É normal - 3 a 4% de mortalidade dos pintinhos. A tendência é 
aumentar, devido aos frangos serem mais pesados e possuírem 
esqueleto mais frágil. 
\u2022 -A parótida não é muito desenvolvida (baixa produção de saliva, 
por este motivo, logo após comerem precisam beber água) e tem 
poucas papilas gustativas (não é seletiva, se alimentam de 
qualquer coisa). Este apetite não seletivo é ruim, pois comem até 
rações de baixa qualidade, prejudicando assim seu 
desenvolvimento; 
\u2022 -Os bebedores precisam ficar perto dos comedores, pois as aves 
têm problemas em se locomover e necessitam beber água após 
a ingestão de ração; 
\u2022 -Ração: 
\u2022 -Energia Metabolizável (EM): diretamente relacionada ao ganho 
de peso; 
\u2022 -Proteína Bruta (PB): relacionada à síntese ou formação de 
músculos; 
\u2022 -Cálcio (Ca++): essencial para neurotransmissão, sinapses e