Drogas   Cartilha para pais de Adolescentes
48 pág.

Drogas Cartilha para pais de Adolescentes


DisciplinaPsicologia45.053 materiais371.299 seguidores
Pré-visualização5 páginas
Drogas:
Cartilha
para 
pais de 
adolescentes
Drogas:
Cartilha para pais 
de adolescentes
Presidenta da República
Dilma Rousseff 
Vice-Presidente da República
Michel Temer 
Ministro da Justiça
José Eduardo Cardozo
Secretário Nacional de Políticas sobre Drogas 
Vitore André Zílio Maximiano
Drogas:
Cartilha para pais 
de adolescentes
2ª ed6ição - 6666 6666664ª reimpressão 
Brasília, DF - 2013
Ministério da Justiça
Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas
6
Copyright © 2011 
Secretaria Nacional de 
Políticas sobre Drogas
Disponível em: www.senad.gov.br
Tiragem: 100.000 exemplares
Impresso no Brasil
2ª Edição - 666666666 6666666ª66666 reimpressão 
Secretaria Nacional de 
Políticas sobre Drogas
Endereço para correspondência:
Esplanada dos Ministérios, Bloco T, 
Anexo II, 2º andar, sala 205. 
Brasília DF. CEP 70064-900
Conteúdo e Texto original
Beatriz H. Carlini, MPH, PhD
Adaptação para esta edição
Secretaria Nacional de 
Políticas sobre Drogas 
3URMHWR\ufffd*Ui¿FR
Lew Lara
Ilustração
Toninho Euzébio
Diagramação
3RQWR\ufffd'RLV\ufffd'HVLJQ\ufffd*Ui¿FR
Bruno Soares
Dados internacionais de catalogação na publicação (CIP)
 Ficha catalográfica elaborada pela Biblioteca do Ministério da Justiça 
362.29 
B823d 
Brasil. Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas. 
Drogas : cartilha para pais de adolescentes / Secretaria Nacional de Políticas 
sobre Drogas ; conteúdo e texto original : Beatriz H. Carlini. \u2013 2. ed. 6. reimpr. \u2013
Brasília : Ministério da Justiça, 2013. 
44 p. : il., color. \u2013 (Série Por dentro do assunto)
 
 1. Toxicologia. 2.Toxicomania. 3. Educação do adolescente. I. Carlini, 
Beatriz H. II. Título. III. Série. 
 CDD 
 
6
Apresentação
 Os novos tempos de governo, marcados pela ênfase 
na participação social e na organização da sociedade, valori-
zam a descentralização das ações relacionadas à prevenção 
do uso de drogas e à atenção e reinserção social de usuários 
e dependentes.
 No desenvolvimento de seu papel de coordenação e arti-
culação de ações voltadas a esses temas, a Secretaria Nacional 
de Políticas sobre Drogas apresenta a Série \u201cPor Dentro do As-
sunto\u201d, com o objetivo de socializar conhecimentos dirigidos a 
S~EOLFRV\ufffdHVSHFt¿FRV\ufffd
 Esta série, construída com base nas necessidades ex-
pressas por múltiplos setores da população e em conhecimen-
WRV\ufffdFLHQWt¿FRV\ufffdDWXDOL]DGRV\ufffd\ufffdSURFXUD\ufffdDSUHVHQWDU\ufffdDV\ufffdTXHVW}HV\ufffdGH\ufffd
forma leve, informal e interativa com os leitores.
\ufffd $\ufffdLQLFLDWLYD\ufffdp\ufffdQRUWHDGD\ufffdSHOD\ufffdFUHQoD\ufffdGH\ufffdTXH\ufffdR\ufffdHQFDPLQKD-
mento dos temas de interesse social só será efetivo com a alian-
ça entre as ações do poder público e a sabedoria e o empenho 
de cada pessoa e de cada comunidade.
 Acreditamos estar, dessa forma, contribuindo com a 
nossa parte.
Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas
Série: Por Dentro do Assunto
6
Cartilha para pais 
de adolescentes
 Quando tudo vai bem 
QD\ufffdYLGD\ufffdGRV\ufffdVHXV\ufffd¿OKRV\ufffd\ufffd
DV\ufffdSHVVRDV\ufffdGL]HP\ufffdTXH\ufffd
você teve muita sorte. 
Quando alguma coisa 
sai errada, acusam 
você de ter falhado 
como pai ou mãe.
 Simplistas e injus-
WDV\ufffd\ufffd HVVDV\ufffd QRo}HV\ufffd VmR\ufffd IUHTXHQWHV\ufffd\ufffd
Muitos pais tendem a não valorizar o esforço 
LPHQVR\ufffdTXH\ufffdID]HP\ufffdSDUD\ufffdTXH\ufffdVHXV\ufffd¿OKRV\ufffdVHMDP\ufffd
sadios física e emocionalmente, sentem cul-
SD\ufffdH\ufffdDQJ~VWLD\ufffdTXDQGR\ufffdDOJR\ufffdQmR\ufffdYDL\ufffdH[DWDPHQ-
te como gostariam e se perguntam \u201conde 
IRL\ufffdTXH\ufffdHX\ufffdHUUHL"´\ufffd
 Quando o problema com os 
¿OKRV\ufffdHQYROYH\ufffdR\ufffd FRQVXPR\ufffdGH\ufffdGUR-
gas as coisas parecem ainda mais di-
fíceis. A preocupação dos pais pode ser tão 
Cartilha para pais de adolescentes
7
LQWHQVD\ufffdTXH\ufffd\ufffdFRPR\ufffdQR\ufffd¿OPH\ufffd³2\ufffdELFKR\ufffdGH\ufffdVHWH\ufffdFDEHoDV´\ufffd\ufffdD\ufffdWHQWD-
WLYD\ufffdGH\ufffdDMXGDU\ufffdR\ufffd¿OKR\ufffdH\ufffdUHGLPLU\ufffdD\ufffdFXOSD\ufffdWUDQVIRUPD\ufffdXP\ufffdSUREOHPD\ufffd\ufffd
possivelmente passageiro e de solução possível, numa tragédia 
TXH\ufffdDIHWD\ufffdYLROHQWDPHQWH\ufffdD\ufffdYLGD\ufffdGD\ufffdIDPtOLD\ufffdH\ufffdGR\ufffdMRYHP\ufffd
 Essa cartilha visa orientar pais de adolescentes e ofere-
cer informações e orientações para ajudá-los a transformar a 
energia muitas vezes consumida pela ansiedade, em iniciativas 
SURGXWLYDV\ufffdTXH\ufffdFRQWULEXDP\ufffdSDUD\ufffdTXH\ufffdRV\ufffdULVFRV\ufffdGH\ufffdVHXV\ufffd¿OKRV\ufffdWH-
rem problemas com bebidas alcoólicas, cigarro e outras drogas 
sejam minimizadas.
\ufffd $V\ufffdRULHQWDo}HV\ufffdDTXL\ufffdFRQWLGDV\ufffdVmR\ufffdLQVX¿FLHQWHV\ufffd\ufffdFDVR\ufffdVHX\ufffd
¿OKR\ufffdRX\ufffdVXD\ufffd¿OKD\ufffdMi\ufffdHVWHMDP\ufffdHQIUHQWDQGR\ufffdSUREOHPDV\ufffdFRP\ufffdR\ufffdFRQ-
sumo de álcool e outras drogas. Nesse caso, é necessário bus-
car ajuda especializada.
 O conteúdo das orientações preventivas desta cartilha foi 
GLYLGLGR\ufffdHP\ufffdTXDWUR\ufffdSDUWHV\ufffd\ufffdXPD\ufffdPDLV\ufffdJHUDO\ufffd\ufffdFRP\ufffdDOJXPDV\ufffdVXJHV-
W}HV\ufffdVREUH\ufffdFRPR\ufffdFRQYHUVDU\ufffdD\ufffdUHVSHLWR\ufffdGH\ufffdOLPLWHV\ufffdFRP\ufffdVHXV\ufffd¿OKRV\ufffd\ufffd
DV\ufffdRXWUDV\ufffdWUrV\ufffdWUDWDP\ufffdGH\ufffdVLWXDo}HV\ufffdTXH\ufffdRFRUUHP\ufffdIUHTXHQWHPHQWH\ufffd
QD\ufffdFRQYLYrQFLD\ufffdHQWUH\ufffdSDLV\ufffdH\ufffd¿OKRV\ufffdDGROHVFHQWHV\ufffd\ufffdFRPR\ufffdSRU\ufffdH[HP-
plo: as relações com as \u201cmás companhias\u201d, as conversas sobre 
GURJDV\ufffd\ufffdDV\ufffdUHDo}HV\ufffdGRV\ufffdSDLV\ufffdTXDQGR\ufffdHQFRQWUDP\ufffdGURJDV\ufffdQR\ufffdTXDU-
WR\ufffdGR\ufffdD\ufffd\ufffd¿OKR\ufffdD\ufffd\ufffd\ufffdHQWUH\ufffdRXWUDV\ufffd
Série: Por Dentro do Assunto
8
Cartilha para pais de adolescentes
9
 Tentando acertar: 
o tom, a hora e o local 
das conversas... 
 Nossos filhos mudam tanto e tão rápido e surpreenden-
WHPHQWH\ufffdTXH\ufffdp\ufffdGLItFLO\ufffdDFRPSDQKi\ufffdORV\ufffd\ufffd4XDQWRV\ufffdSDLV\ufffdMi\ufffdFKHJD-
ram em casa com uma boneca nova para a filha e descobrem 
TXH\ufffd R\ufffd TXH\ufffd HOD\ufffd TXHULD\ufffdPHVPR\ufffd HUD\ufffd R\ufffd &'\ufffd GH\ufffd XPD\ufffd EDQGD\ufffd TXH\ufffd\ufffd
TXDVH\ufffdQHQKXP\ufffdDGXOWR\ufffdFRQKHFH"\ufffd2X\ufffdFRQYLGDUDP\ufffdR\ufffd ILOKR\ufffdSDUD\ufffd
YHU\ufffdR\ufffd~OWLPR\ufffdGHVHQKR\ufffdGD\ufffd'LVQH\\ufffd\ufffdH\ufffdDFDEDUDP\ufffdSHUFHEHQGR\ufffdTXH\ufffd
HOH\ufffdTXHULD\ufffdDVVLVWLU\ufffdXP\ufffdILOPH\ufffdGH\ufffdDomR"
Série: Por Dentro do Assunto
10
\ufffd (VVH\ufffdSURFHVVR\ufffdQmR\ufffdp\ufffdPXLWR\ufffdGLIHUHQWH\ufffdTXDQGR\ufffdVH\ufffd WUDWD\ufffd
de comportamentos de risco, como o consumo de bebidas, de 
FLJDUURV\ufffd\ufffdGH\ufffdRXWUDV\ufffdGURJDV\ufffd\ufffd$TXHOD\ufffdFULDQoD\ufffd\ufffdTXH\ufffdRGLDYD\ufffdFKHLUR\ufffd
de cigarros, pode virar um adolescente atraído pela imagem 
WUDQVJUHVVRUD\ufffd GR\ufffd MRYHP\ufffd IXPDQWH\ufffd\ufffd2\ufffd ILOKR\ufffd TXH\ufffd\ufffd GLOLJHQWHPHQ-
te, amarrava o cinto de segurança tão logo subisse no carro, 
pode parar de usá-lo, e, além disso, associar algumas cerve-
jas ao hábito de dirigir.
\ufffd $\ufffd WHQGrQFLD\ufffdPDLV\ufffd IUHTXHQWH\ufffd GRV\ufffd SDLV\ufffd\ufffd DR\ufffd SHUFHEHUHP\ufffd
todas essas mudanças, é tentar conversar, expressando pre-
ocupações, definindo regras e impondo limites.
\ufffd 1R\ufffdHQWDQWR\ufffd\ufffdSDUHFH\ufffdTXH\ufffdR\ufffdSDVVDWHPSR\ufffdIDYRULWR\ufffdGH\ufffdQRV-
VRV\ufffdILOKRV\ufffdDGROHVFHQWHV\ufffd\ufffdRX\ufffdTXDVH\ufffdDGROHVFHQWHV\ufffd\ufffdp\ufffdGLVFRUGDU\ufffd
GH\ufffdTXDOTXHU\ufffdFRLVD\ufffdTXH\ufffdGL]HPRV\ufffd\ufffd$\ufffdFRPXQLFDomR\ufffdFRP\ufffdDGROHV-
FHQWHV\ufffd\ufffd VREUH\ufffd TXDOTXHU\ufffd DVVXQWR\ufffd\ufffd WRUQD\ufffdVH\ufffd XP\ufffd GHVDILR\ufffd\ufffd XPD\ufffd
DUWH\ufffd\ufffdSULQFLSDOPHQWH\ufffdTXDQGR\ufffdHVVH\ufffdDGROHVFHQWH\ufffdp\ufffdVHX\ufffdILOKR\ufffd
Cartilha para pais de adolescentes
11
\ufffd $\ufffdUHDomR\ufffdGH\ufffdQRVVRV\ufffdILOKRV\ufffd\ufffdTXDQGR\ufffdWHQWDPRV\ufffdFRQYHUVDU\ufffd\ufffd
é, em geral, pouco encorajadora: ficam impacientes, sonolen-
tos, mudam de assunto, irritam-se (\u201cvocê não entende, não é 
QDGD\ufffdGLVVR«´\ufffd\ufffd\ufffd1RV\ufffdGLDV\ufffdHP\ufffdTXH\ufffdHVWmR\ufffdGH\ufffdERP\ufffdKXPRU\ufffd\ufffdWDOYH]\ufffd
nos brindem com comentários como \u201ctá bom mãe, já sei, você 
Mi\ufffdIDORX\ufffdPLO\ufffdYH]HV«´\ufffd\ufffd³Wi\ufffdERP\ufffd\ufffdSDL\ufffd\ufffdDJRUD\ufffdSRVVR\ufffdVDLU"´
\ufffd 6HUi\ufffdTXH\ufffdYDOH\ufffdD\ufffdSHQD"\ufffd$OpP\ufffdGH\ufffdSURYRFDU\ufffdGHVkQLPR\ufffdH\ufffd
IUXVWUDomR\ufffdQRV\ufffdDGXOWRV\ufffd\ufffdD\ufffdVHQVDomR\ufffdTXH\ufffdHVVH\ufffdWLSR\ufffdGH\ufffdFRQYHUVD\ufffd
suscita é de total perda de tempo.
\ufffd $V\ufffdSHVTXLVDV\ufffd\ufffdQR\ufffdHQWDQWR\ufffd\ufffdGL]HP\ufffdTXH\ufffdYDOH\ufffdD\ufffdSHQD\ufffdFRQ-
YHUVDU\ufffd\ufffd 1RVVR\ufffd GHVkQLPR\ufffd\ufffd HPERUD\ufffd FRPSUHHQVtYHO\ufffd\ufffd QmR\ufffd GHYH\ufffd
nos impedir de continuar tentando. Entre um comentário im-
paciente e um bocejo, nossos filhos estão nos ouvindo e nos-
sas mensagens estão sendo assimiladas e levadas em conta.
 Por isso, acertar o tom, o horário e o local das conver-
sas é tão importante.
Série: Por Dentro do Assunto
12
Cartilha para pais de adolescentes
13
O tom das conversas
Evite expressar raiva
 Comportamento de adolescente, muitas vezes, irrita. Dá 
YRQWDGH\ufffdGH\ufffdVDLU\ufffdSHUJXQWDQGR\ufffd³TXHP\ufffdYRFr\ufffdDFKD\ufffdTXH\ufffdp"´\ufffd\ufffd