EDILO  TRABALHO COMPLETO

EDILO TRABALHO COMPLETO

Pré-visualização2 páginas
REMUNERAÇÃO
O QUE É?
Representa a soma do salário mais as gorjetas,além de outros benefícios conforme preleciona o artigo 457 da CLT, ou seja toda e qualquer contraprestação econômica percebida pelo obreiro, seja em utilidade ou em dinheiro, em razão do seu trabalho, pelo patrão ou por terceiro
SALÁRIO
O QUE É?
Contraprestação direta pela prestação do serviço
NÃO SÃO CONSIDERADOS SALÁRIOS
As indenizações, ajudas de custo, que não excedam a 50% do valor do salário do empregado, os pagamentos de natureza previdenciária, a participação nos lucros e as gratificações pagas por mera liberalidade e sem habitualidade.
SALÁRIO
CARACTERÍSTICAS
Caráter forfetário
Caráter alimentar
Superprivilegiado
Pós-serviço
Determinação unilateral
SALÁRIO - CARACTERÍSTICAS
CARÁTER FORFETÁRIO:
Decorre da alteridade presente na relação de emprego por meio da qual o empregado transfere a propriedade do resultado de seu trabalho para o empregador e, em troca recebe uma retribuição
CARÁTER ALIMENTAR:
Diante do seu caráter alimentar, o salário é, portanto, impenhorável, irredutível e irrenunciável
IRREDUTÍVEL:
o salário do trabalhador é, em regra, irredutível. Todavia, a CF/88, no art. 7º, VI, permite a redução temporária dos salários mediante convenção ou acordo coletivo de trabalho.
SALÁRIO - CARACTERÍSTICAS
CARÁTER SUPERPRIVILEGIADO:
Em caso de falência serão pagos, primeiramente, os salários dos empregados e, depois, as demais obrigações do empregador
Pós-serviço:
O salário só é devido pelo empregador após a prestação de serviços do empregado.
DETERMINAÇÃO UNILATERAL:
A clausula remuneratória do contrato de trabalho não surge do acordo de vontades, mas é imposto unilateralmente pelo empregador
Modalidades de Salarios
Salário por tempo
	A forma de se calcular o salário dos empregados pelo tempo é a mais utilizada pelas empresas. Nesta forma de cálculo, leva-se em consideração, para fins de pagamento do salário, o tempo de serviço em que o empregado esta a disposição do empregador.
Salário por produção
	O salário por produção é aquele calculado tomando-se por base o resultado do trabalho do empregado. Para esta modalidade de cálculo não se leva em conta o tempo desprendido para a realização da tarefa..
Salário por tarefa
O salário por tarefa representa a conjunção dos dois primeiros, ou seja, o salário do empregado é calculado tomando-se por base a produção e o tempo em que o empregado gastou para a realização daquela tarefa. Neste caso, será observado tanto o tempo a disposição ao empregador, quanto o resultado do trabalho, ou seja, a produção. 
SALÁRIO \u2013 COMPOSIÇÃO
	De acordo com o artigo 457 §§ 1º e 2º, e artigo 458 da CLT integra o salário do trabalhador, além da importância fixa estipulada:
Comissões e percentagens
Abonos\u37e 
Prêmios\u37e 
Diárias para viagem
Gratificações legais ou ajustadas
Adicionais
Utilidades
SALÁRIO \u2013 COMPOSIÇÃO
È uma simples antecipação salarial visando atender certas situações transitórias, podendo, ao final, ser absorvido definitivamente pelo salário ou ter seu pagamento cessado.
Abonos 
Diárias para viagem
As diárias são pagamentos efetuados pelo empregador ao empregado para este fazer face as despesas decorrentes de hospedagem, alimentação e locomoção, quando necessário o seu deslocamento para executar determinados serviços em outra localidade. As diárias, ordinariamente, têm caráter indenizatório, ou Contudo, caso o valor das diárias atinjam montante superior a 50% do valor do salário, passarão a integrar o salário, não apenas pela parcela excedente, mas pelo seu valor total.
SALÁRIO \u2013 COMPOSIÇÃO
	
Comissões e percentagens
Gratificações legais ou ajustadas
No âmbito do direito do trabalho, em regra, a gratificação caracteriza-se como uma forma de agradecimento ou reconhecimento pelos serviços prestados pelo empregado ou como recompensa pelo respectivo tempo de serviço na empresa.
São retribuições financeiras pagas ao empregado calculadas sobre o valor ou quantidade de negócios que efetua
SALÁRIO \u2013 COMPOSIÇÃO
	
Os prêmios concedidos aos empregados estão diretamente relacionados a fatores de ordem pessoal deste, como produção ou assiduidade, sendo uma espécie de salário vinculado a certa condição, da mesma forma que os adicionais, e depende de certas circunstâncias, subjetivas ou objetivas.
PRÊMIOS 
OBS:
 Prêmio ou a gratificação pago uma única vez, não há que se falar em integração ao salário. Porém, caso o empregador efetue o pagamento mais de uma vez, ou decorra de ajuste entre empregado e empregador ou seja, de forma habitual integram o salário para todos os efeitos legais (férias, 13º salário, etc), inclusive encargos sociaisconforme § 1.º do art. 457 da CLT e entendimento sumulado do C. TST.
SALÁRIO \u2013 COMPOSIÇÃO
O salário utilidade é o benefício ou a utilidade que o empregado recebe ou se usufrui deste "pelo" trabalho e não "para" o trabalho,  será caracterizado o salário utilidade pela habitualidade e gratuidade em seu fornecimento.
Utilidades
Adicionais
é o acréscimo salarial devido ao trabalhador que labora em condições mais gravosas, ou seja, em condições ou horários considerados fora da normalidade, e que podem prejudicar de alguma forma a integridade física e mental de quem o presta
SALÁRIO \u2013adicionais
Adicional de insalubridadede
	Esse adicional deve ser pago para trabalhadores que exercem atividades que prejudicam a saúde. podendo ser acrescida em 40%, 20% ou 10% da hora normal, dependendo do grau da insalubridade.A remuneração adicional integra o salário do trabalhador e deve ser considerada no cálculo de férias, 13º salário e FGTS.
Adicional de Periculosidade
	O salário contratual deve ser acrescido em 30% para trabalhadores que estão em contato permanente com explosivos ou inflamáveis em condições de risco acentuado ou sujeitos a ameaças de roubos ou outras espécies de violência física nas atividades profissionais de segurança pessoal ou física.
Este acréscimo integra a remuneração base do empregado, exceto para fins de cálculo de gratificações e prêmios.
SALÁRIO \u2013adicionais
Adicional por domingos e feriados
	Quando o trabalhador é convocado para trabalhar excepcionalmente em domingos e feriados, a hora trabalhada nesses dias deve ser remunerada com um acréscimo de 100% em relação ao valor da hora comum \u2013 exceto quando há acordo coletivo que permita esse tipo de serviços.
Adicional de transferência
Esse é o adicional a ser pago para trabalhadores que, por necessidade da empresa, são transferidos para uma cidade diferente daquela que consta em seu contrato de trabalho. Nesses casos, ele deve ser remunerado com acréscimo de 25% de seu salário durante o período que durar esta situação. Contudo, não se aplica para o caso de mudanças definitivas de domicílio.
SALÁRIO \u2013adicionais
Adicional noturno
O adicional noturno deve ser pago a toda hora trabalhada entre as 22h de um dia e as 5h do dia seguinte, com uma remuneração de 20% a mais do que a hora noturna.
Para o trabalhador urbano, a hora noturna é computada a cada 52 minutos e 30 segundos. 
Para o trabalho agrícola, ela tem a duração de 60 minutos, mas o acréscimo é de 25% da hora diurna e o adicional noturno passa a valer a partir das 21h. 
Para trabalhador da lavoura, o percentual de acréscimo é de 20%, mas a hora noturna deve ser paga para quem trabalha das 20h às 4h.
A Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) determina que toda as horas que excedem a jornada normal de trabalho são consideradas horas extraordinárias e, portanto, devem ser remuneradas com acréscimo de, no mínimo, 50% da hora normal \u2013 pode chegar a até 200%, dependendo do caso.
Algumas categorias, no entanto, possuem acordo coletivo que permite a realização de horas extras e também há os casos de \u201cnecessidade imperiosa\u201d, quando há serviços inadiáveis já iniciados a serem terminados. Fora isso, o funcionário não é obrigado a realizar serviços extraordinários e pode cumprir no máximo duas horas a mais por dia.
GORJETA
As gorjetas,