EVIDÊNCIAS DE APLICAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA E DA GESTÃO ADMINISTRATIVA CLÁSSICA
23 pág.

EVIDÊNCIAS DE APLICAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA E DA GESTÃO ADMINISTRATIVA CLÁSSICA


DisciplinaAdministração Cientifica38 materiais286 seguidores
Pré-visualização3 páginas
1 
 
UNIVERSIDADE PAULISTA 
INSTITUTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS 
E COMUNICAÇÃO - ICSC 
CURSO DE ADMINISTRAÇÃO 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
EVIDÊNCIAS DE APLICAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA E 
DA GESTÃO ADMINISTRATIVA CLÁSSICA NA EMPRESA 
CONTORNO MATERIAS DE CONSTRUÇÃO 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
GOIÂNIA 
2015 
 
2 
 
DIEGO WHEBE KHALIL R.A: T48083-3 
GEOVANNA F. F. CASTRO R.A: C48053-3 
LEONARDO SILVA SANTOS R.A: C6270H-8 
MARIA DE LOURDES D. REIS R.A: C66073-6 
VAGNER R. N. SOARES R.A: C7349E-0 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
EVIDÊNCIAS DE APLICAÇÃO DA ADMINISTRAÇÃO CIENTÍFICA E 
DA GESTÃO ADMINISTRATIVA CLÁSSICA NA EMPRESA 
CONTORNO MATERIAS DE CONSTRUÇÃO 
 
 
 
 
Atividades Práticas Supervisionadas \u2013 
APS \u2013 PIPA lI \u2013 trabalho apresentado 
como exigência para a avaliação do 1° e 2º 
semestre, do curso de Administração da 
Universidade Paulista sob orientação do 
professor do semestre. 
 
 
 
 
GOIÂNIA 
2015 
 
3 
 
AGRADEDIMENTO 
 
 
Queremos agradecer ao nosso orientador e professor Wesley Vieira Borges 
pela determinação e desempenho dedicado à elaboração deste trabalho e por nos 
apresentar conteúdos relacionados ao nosso curso todos esses meses. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
4 
 
INTRODUÇÃO 
 
 
Rgegvfb 
 
5 
 
1. PERFIL DA ORGANIZAÇÃO 
 
 
Dentro do perfil da empresa, podemos analisar os objetivos, suas metas 
atingidas e sua história, desde sua fundação. Com base nessa teoria, pode-se afirmar 
que é uma das melhores ferramentas para mostrar o desempenho da empresa e obter 
novos investidores, clientes e empregados. 
 
1.2 Apresentação da empresa 
 
A empresa \u201cContorno Materiais de Construção\u201d, fundada no ano de 1996, atua 
no ramo varejista de materiais de construção há 19 anos. Começou como uma 
microempresa, priorizando um bom atendimento e organização, nunca acreditando no 
atendimento em balcão. Tem por natureza, ser uma instituição dotada de 
personalidade jurídica de direito privado, com patrimônio próprio, para exploração de 
atividade econômica. É administrada por Leonardo Rocha, formado em administração 
de empresas e seus dois sócios, um também formado em administração e o outro em 
engenharia, onde sua atividade principal é venda de material básico para construção, 
por isso acredita ter grande sucesso no comércio de sua região. 
Sua instituição privada, ao decorrer dos anos, se transformou hoje, em uma 
pequena empresa, de acordo com os critérios do BNDES, ao qual diz que a renda 
bruta anual, deve ser maior de 2,4 milhões e menor que 16 milhões. 
A empresa possui 1 dono e 4 associados, possuindo 1 líder majoritário com 
51% do valor total das ações. Destes, apenas 3 participam do lucro, não trabalham e 
não recebem salários. 
 
 
6 
 
Gráfico 3 \u2013 Total das Ações 
 
Fonte: Elaboração dos autores, 2015 
 
 
 1.3 Força de trabalho 
 
Apesar de acreditar na reciclagem da qualificação, onde procura participar de 
workshop, cursos específicos e MBA da Construção (curso de pós-graduação), 
Leonardo não exige de seus funcionários, uma qualificação de escolaridade, exigindo 
somente que sejam alfabetizados e informatizados, dentro dos critérios de cada área, 
ao qual, seu grupo administrativo tem sua formação especifica em seus cargos. Seu 
maior foco é, o bom atendimento e organização, incentivando e ministrando cursos 
para seus funcionários, onde se empenha em seus aprendizados. 
 Sua empresa é composta por quarenta funcionários, ao qual são 33 homens e 
7 mulheres: 
 
51%
13%
12%
12%
12%
TOTAL DE AÇÕES 
Majoritário Associado 1 Associado 2 Associado 3 Associado 4
 
7 
 
Gráfico 1 \u2013 Formação de Funcionários 
 
Fonte: Elaboração dos autores, 2015 
 
 
 Destes, foram contratados: 
\uf0b7 3 administrativo 
\uf0b7 10 vendedores 
\uf0b7 1 gerente de vendas 
\uf0b7 1 caixa 
\uf0b7 1 crediarista 
\uf0b7 2 seguranças 
\uf0b7 6 motoristas 
\uf0b7 5 ajudantes dos motoristas 
\uf0b7 6 logística de mercadorias 
\uf0b7 2 financeiros 
\uf0b7 2 departamentos de contas 
\uf0b7 1 limpeza 
 
 
72%
28%
Formação de Funcionários
Homens
Mulheres
 
8 
 
Gráfico 2 \u2013 Grau de Escolaridade dos Funcionários 
 
Fonte: Elaboração dos autores, 2015 
 
Em relação ao regime jurídico de vinculo seus funcionários são contratados de 
acordo com a CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). 
 
1.4 Produtos e clientes 
 
A definição do cliente-alvo deve ser um dos primeiros passos na abertura de 
um novo negócio. Com isso, a empresa Contorno atribuiu como clientes alvo, os 
varejistas que podem ser considerados como seu consumidor final. 
 Seu principal produto de maior importância, correspondendo a 20% do total 
(de acordo com a curva ABC), é de material básico para construção, seguindo para o 
acabamento. 
 
 
 
 
 
 
17%
15%
33%
35%
Grau de Escolaridade dos Funcionários
Não Anfabetizado
Ensino Superior Completo
Ensino Fundamental
Ensino Médio
 
9 
 
Figura 1 \u2013 Curva ABC 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Fonte: http://www.formaconceito.com.br/noticia/orcmanto-curva-abc 
 
Em sua região, composta por vários bairros, seu maior concorrente é a 
empresa de pequeno porte, \u201cFlamboyant Materiais de Construção\u201d e as demais 
empresas de grande porte, tais como, Irmão Soares, Tend Tudo, São Jorge, Leroy 
Merlyn e etc. Mas acredita, que sua maior concorrente, seja que, as pessoas ao invés 
de valorizar seu imóvel, elas preferem custear seu laser com luxo. Então, tentar 
convencer seu cliente que, reformar sua casa lhe garantirá melhor lucro, é um tanto 
complicado. 
 
1.5 Principais insumos 
 
Sua empresa, recebe produtos de seus fornecedores na própria organização, 
pois compram o produto já acabado e revendem. São adquiridas tintas, areia, cimento, 
cerâmica, madeira, ferragens, etc. 
 
 
 
 
10 
 
2. Fundamentação 
2 .1 De acordo com Chiavenato (2001, p.57), a Escola de Administração 
Científica foi iniciada no começo do século XX pelo engenheiro americano 
Frederick W. Taylor (1856 \u2013 1915) o fundador da Administração Científica, que 
provocou uma revolução no pensamento administrativo e no mundo industrial de 
sua época. Sua preocupação básica foi eliminar o desperdício e elevar os níveis 
de produtividade através da aplicação de métodos e técnicas da engenharia 
industrial 
 A abordagem típica da Escola da Administração Científica é a ênfase nas 
tarefas, isto é, nas atividades cotidianas do operário. O nome Administração Científica 
é devido à tentativa de aplicação dos métodos da ciência aos problemas da 
administração, a fim de alcançar maior eficiência industrial. 
. \u201cEficiência realiza tarefas de maneira inteligente, com o mínimo de esforço e com 
melhor aproveitamento possível dos recursos [...] eficácia é o conceito de 
desempenho que se relaciona com os objetivos e resultados\u201d. (Maximiano, 2000, p. 
115) 
2.1.1 Primeiro Período de Taylor: racionalização do trabalho dos operários das 
fábricas da época. 
Estudo dos tempos e movimentos 
Em seu livro \u201cAdministração de Oficinas\u201d (1903), Taylor propõe a racionalização 
do trabalho por meio do estudo, visava definir uma metodologia que deveria ser 
seguida por todos os trabalhadores, pregando a padronização do método de trabalho 
e das ferramentas utilizadas. Foi criado um instrumento para promover a 
racionalização do trabalho. Era necessário a divisão e subdivisão de todos os 
movimentos necessários à execução