Paulo Bonavides - Ciencia Política
616 pág.

Paulo Bonavides - Ciencia Política

Disciplina:Ciência Política e Teoria Geral do Estado712 materiais14.988 seguidores
Pré-visualização50 páginas
ORELHA: PAULO BONAVIDES é Doutor honoris causa pela Faculdade

de Direito da Universidade de Lisboa; Professor Emérito da faculdade de

Direito da Universidade Federal do Ceará; Professor Visitante nas

Universidades de Colonia (1982), Tennessee (1984) e Coimbra (1989);

Lente no Seminário Românico da Universidade de Heidelberg (1952-

1953); Membro Correspondente da Academia de Ciência da Renânia do

Norte-Westfália (Alemanha); Membro Correspondente do “Instituto de

Derecho Constitucional y Político”, da faculdade de Ciências Jurídicas e

Sociais da Universidade Nacional de La Plata, na Argentina; Membro

Correspondente do Grande Colégio de Doutores da Catalunha

(Espanha); Membro do Comitê de Iniciativa que fundou a Associação

Internacional de Direito Constitucional (Belgrado); Membro da

“Association Internationale de Science Politique” (França), da

“Internationale Vereinigung fuer Rechtsund Sozialphilosophie”

(Wiesbaden, Alemanha), da Academia Brasileira de Letras Jurídicas, do

Instituto Ibero-americano de Direito Constitucional, da Ordem dos

Advogados do Brasil e do Instituto dos Advogados Brasileiros; “Niemann

fellow-Associate” da Universidade de Harvard (1944-1945); prêmio

Carlos de Laet da Academia Brasileira de Letras (1948) e Prêmio

Medalha Rui Barbosa da Ordem dos Advogados do Brasil (1996).

Dentre suas obras cabe destacar:

• Curso de Direito Constitucional (10a ed., 2000);

• Teoria do Estado (3a ed., 1995);

• Reflexões - Política e Direito (3a ed., 1998);

• A Constituição Aberta (2ª ed., 1996); e

• Do Estado Liberal ao Estado Social (6a ed., 1996),

todas por esta Editora, além de Política e Constituição: os Caminhos da

Democracia (1985) e Constituinte e Constituição (2a ed., 1987).

CONTRA CAPA: CIÊNCIA POLÍTICA - Paulo Bonavides: Esta edição,

revista e atualizada, é um acontecimento de relevo na bibliografia

política do País. Raramente uma obra desse gênero, versando a

temático da ciência do governo, teve tão vasta aceitação no meio

universitário brasileiro quanto esta do Professor Paulo Bonavides.

Desde muito, ela se tornou uma espécie de vade mecum dos estudantes

de Ciência Política. Vazado em linguagem límpida e elegante,

transcendeu as estantes de toda uma geração de alunos das nossas

Universidades até lograr, com igual êxito e abrangência, a familiaridade

de um círculo cada vez mais amplo de leitores, em todos os meios

cultos, onde o interesse pelo fenômeno político e pelo destino das

instituições que nos governam é preocupação de cada dia.

Clássica, didática e atraente, esta obra faz jus ao prestígio e influência

de que desfruta, tanto nas esferas acadêmicas como noutras faixas do

público volvido para essa matéria, sem dúvida fascinante.

Quanto ao Autor, trata-se de um publicista consagrado, nacional e

internacionalmente, figurando, sem favor, como disse o Ministro

Oswaldo Trigueiro, entre os precursores da Ciência Política em nosso

País.

http://groups.google.com/group/digitalsource

CIÊNCIA POLÍTICA

PAULO BONAVIDES

CIÊNCIA POLÍTICA

10ª edição
(revista, atualizada)

9a tiragem

CIÊNCIA POLÍTICA
© PAULO BONAVIDES

1ª ed. 1967; 2a edição 1972; 2a edição, 2ª tiragem, 1974;
3a edição, 1976; 4a edição, 1978; 5a edição, 1983; 6a edição, 1986;

7ª edição, 1988; 8a edição, 1992; 9a edição, 1993;
(todas pela Companhia Editora Forense)

10a edição, 1a tiragem, 1994; 2ª tiragem, 06.1995;
3a tiragem, 04.1996; 4a tiragem, 02.1997; 5a tiragem, 07.1997;
6a tiragem, 01.1998; 7a tiragem, 02.1999; 8a tiragem, 01.2000.

ISBN 85-7420-023-9

Direitos reservados desta edição por
MALHEIROS EDITORES LTDA.

Rua Paes de Araújo, 29, conjunto 171
CEP 04531-940 — São Paulo — SP

Tel.: (0xx11) 3842-9205
Fax: (0xx11) 3849-2495

URL: www.malheiroseditores.com.br
e-mail: malheiroseditores@zaz.com.br

Composição
 Helvética Editorial Ltda.

Capa
Vânia Lúcia Amato

Impresso no Brasil
Printed in Brazil

04-2000

A Yeda, a presença de sempre, no
sofrimento e nas alegrias

A

Raimundo Pascoal Barbosa
Paulo Lopo Saraiva

Demócrito Rocha Dummar
Hildebrando Espínola

Roberto Átila Amaral Vieira
Willys Santiago Guerra

Ciro Gomes

À memória de
Annibal Fernandes Bonavides

SUMÁRIO
APRESENTAÇÃO,
PREFÁCIO DA 1ª EDIÇÃO,
PREFÁCIO DA 2ª EDIÇÃO,
PREFÁCIO DA 3ª EDIÇÃO,
PREFÁCIO DA 4ª EDIÇÃO,
CAPÍTULO I — CIÊNCIA POLÍTICA
1. Conceito de Ciência — 2. Naturalistas versus idealistas
(espiritualistas, historicistas e culturalistas) — 3. A Ciência Política e as
dificuldades terminológicas — 4. Prisma filosófico — 5. Prisma
sociológico — 6. Prisma jurídico — 7. Tendências contemporâneas para
o tridimensionalismo.
CAPÍTULO 2 — A CIÊNCIA POLÍTICA E AS DEMAIS CIÊNCIAS
SOCIAIS
1. A Ciência Política e o Direito Constitucional — 2. A Ciência Política e
a Economia — 3. A Ciência Política e a História — 4. A Ciência Política e
a Psicologia — 5. A Sociologia Política, uma nova ameaça à Ciência
Política?.
CAPÍTULO 3 — A SOCIEDADE E O ESTADO
1. Conceito de Sociedade — 2. A interpretação organicista da Sociedade
— 3. A réplica mecanicista ao organicismo social — 4. Sociedade e
Comunidade — 5. A Sociedade e o Estado — 6. Conceito de Estado; 6.1
Acepção filosófica; 6.2 Acepção jurídica; 6.3 Acepção sociológica — 7.
Elementos constitutivos do Estado.
CAPÍTULO 4 — POPULAÇÃO E POVO
1. Conceito de população — 2. Desafio do fantasma malthusiano ao
Estado Moderno — 3. A explosão demográfica ameaça o futuro da
humanidade — 4. O pesadelo dos subdesenvolvidos — 5. O pessimismo
das estatísticas — 6. A posição privilegiada dos países desenvolvidos —
7. Conceito político de povo — 8. Conceito jurídico — 9. Conceito
sociológico.
CAPÍTULO 5 — A NAÇÃO
1. Nação: um conceito equívoco? — 2. O erro de tomar insuladamente
elementos formadores do conceito de nação: raça, religião e língua — 3.
O conceito voluntarismo de nação — 4. O conceito naturalístico de
nação — 5. Passos notáveis da obra de Renan fixando o conceito de
nação — 6. A nação organizada como Estado: o princípio das

nacionalidades e a soberania nacional.
CAPÍTULO 6 — DO TERRITÓRIO DO ESTADO
1. Conceito de Território — 2. O problema do mar territorial — 3. Os
limites do mar territorial brasileiro — 4. Subsolo e plataforma
continental; 4.1 A ONU e a plataforma continental; 4.2 O Brasil e a
plataforma continental — 5. O espaço aéreo — 6. O espaço cósmico — 7.
Exceções ao poder de império do Estado — 8. Concepção política do
Território — 9. Concepção jurídica do Território; 9.1 A teoria do
Território-Patrimônio; 9.2 A teoria do Território-Objeto; 9.3 A teoria do
Território-Espaço; 9.4 A teoria do Território-Competência.
CAPÍTULO 7 — O PODER DO ESTADO
1. Do conceito de poder — 2. Imperatividade e natureza integrativa do
poder estatal — 3. A capacidade de auto-organização — 4. A unidade e
indivisibilidade do poder — 5. O princípio de legalidade e legitimidade,
— 6. A soberania, 110.
CAPÍTULO 8 — LEGALIDADE E LEGITIMIDADE DO PODER
POLÍTICO
1. O princípio da legalidade — 2. O princípio da legitimidade — 3. Como
se formou o princípio da legalidade e a espécie de legitimidade que esse
princípio procurou estabelecer — 4. A crise histórica da legalidade e
legitimidade do poder — 5. A consideração filosófica do problema da
legitimidade — 6. Os