A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
17 pág.
Perguntas Farmaco (2)

Pré-visualização | Página 2 de 4

abaixo, apenas UMA NÃO apresenta um nervo craniano parassimpático. Assinale-a.
		
	
	
	
	
	Facial (VII).
	
	
	Vago (X).
	
	 
	Olfatório (I).
	
	
	Oculomotor (III).
	
	
	Glossofaríngeo (IV).
	
	
	
		4.
		Os nervos do sistema nervoso periférico podem ser divididos em autonômicos ou somáticos dependendo de estruturas que inervam ou de funções que realizam. Com relação a divisão autonômica, podemos assinalar que: I- Inervam músculos estriados esqueléticos somente. II- Sua fibras aferentes so SNC trazem informações sobre odor, visão, gustação e propriocepção. III- Inervam os músculos liso e estriado cardíaco. IV- Sua fibras aferentes trazem para o SNC informações sobre pressão arterial, Fc, osmolaridade do sangue.
		
	
	
	
	
	Somente a II e III estão corretas
	
	
	Somente a I e II estão corretas.
	
	 
	Somente a III e IVestão corretas
	
	
	Somante a II está correta.
	
	
	Somente a I está correta.
	
	
	
		5.
		O sistema nervoso autonômico (SNA) controla funções involuntárias. Assinale, de acordo com a afirmativa a cima, quais seriam os tecidos alvo dos nervos eferentes do SNA, isto é, qual tecido é alvo do SNA.
		
	
	
	
	
	Pele
	
	
	Língua.
	
	
	Músculos estriados esqueléticos
	
	 
	Músculos lisos
	
	
	Músculos respiratórios.
	
	
	
		6.
		O SNA simpático é responsável por diversas funções em nosso organismo. Leia as alternativas abaixo e, depois, assinale a ÚNICA que apresenta ações próprias do SNA simpático.
		
	
	
	
	 
	Midríase (contração das fibras radiais da íris).
	
	
	Imunoativação (aumento da produção de linfócitos).
	
	
	Miose (contração das fibras circulares da íris).
	
	
	Relaxamento da musculatura lisa ¿ esfícteres digestivos (abertura).
	
	
	Salivação fluida.
AULA 04
	
	
		1.
		A intoxicação com antilcolinesterásicos provoca aumento da atividade de qual sistema? E por quê?
		
	
	
	
	
	Simpático, pois aumenta a disponibilidade de adrenalina
	
	
	Parassimpático, pois reduz a moradrenalina
	
	 
	Parassimpático, pois impedem a degradação de acetilcolina
	
	
	Simpático, pois aumenta a produção de ACh
	
	
	Entérico, pois estimulam as funções digestivas
	
	
	
		2.
		O agonista muscarínico direto é aquele que se liga diretamente ao receptor e provoca sua ação. Um exemplo de agonista muscarínico direto é:
		
	
	
	
	
	Malation
	
	 
	Betanecol
	
	
	Edrofônio
	
	
	Piridostigmina
	
	
	Fisiostigmina
	
	
	
		3.
		O betanecol é um fármaco agonista muscarínico utilizado para ativar a contração da musculatura lisa visceral. Entretanto, possui como efeitos adversos salivação, diarreia, bradicardia, rubor... Esses efitos decorrem de sua ação como:
		
	
	
	
	
	Não interfere na ação autonômica.
	
	
	Antagonista do parassimpático.
	
	 
	Agonista do parassimpático.
	
	
	Antagonista do simpático.
	
	 
	Agonista do simpático.
	
	
	
		4.
		Os fármacos classificados como anticolinesterásicos inibem a ação da acetilcolinesterase, a enzima que degrada a acetilcolina. Com isso, a uma elevação da concentração da acetilcolina na fenda sináptica. Uma das doenças onde esses fármacos podem ser empregados é:
		
	
	
	
	 
	Miastenia Gravis
	
	
	Convulsões
	
	
	Diarréia
	
	
	Espasticidade
	
	
	Taquicardia reflexa
	
	
	
		5.
		Os agonistas muscarínicos diretos são fármacos que atuam no SNA parassimpático. Assinale a alternativa CORRETA quanto aos agonistas muscarínicos diretos.
		
	
	
	
	
	São fármacos que se ligam e bloqueiam a ativação dos receptores adrenérgicos.
	
	
	Os agonistas diretos também recebem o nome de anticolinesterásicos.
	
	 
	São fármacos que provocam um aumento da disponibilidade do neurotransmissor acetilcolina e, então, a acetilcolina (ACh) irá ativar os seus próprios receptores.
	
	 
	Os agonistas diretos são aqueles onde o próprio fármaco se liga ao receptor muscarínico e o ativa.
	
	
	São fármacos que ativam os receptores adrenérgicos.
	
	
	
		6.
		Os fármacos anticolinesterásicos atuam como:
		
	
	
	
	
	Bloqueadores ganglionares
	
	 
	Agonistas muscarínicos indiretos
	
	
	Antagonistas muscarínicos diretos
	
	
	Agonistas adrenérgicos
	
	
	Antagonistas diretos dos receptores beta adrenérgicos
AULA 05
	
		1.
		Um atleta sofreu uma leve contusão muscular. A área afetada apresenta-se muito vermelha, quente, edemaciada e muito dolorida. Foi recomendado além do tratamento de apllicação de gelo, que o aleta utiliza-se o medicamento DICLOFENACO DE SÓDIO de 8 em 8 horas. Após agum tempo hove melhora do quadro, entretanto o atleta iniciou um quadro de gastrite e muita dor gástrica. Sabendo-se que esse medicamento é um AINES, assinale a alternativa correta:
		
	
	
	
	
	Os fármacos dessa classe produzem cólica renal.
	
	
	Os fármacos dessa classe produzem aumento do peristaltismo intestinal produzindo diarréia com sensação de dor gástrica.
	
	
	Os fármacos dessa classe não produzem qualquer efeito gástrico. O atleta tem outro sintoma de outra doença.
	
	
	Os fármacos dessa classe produzem espasmos dos músculos lisos das vísceras abdominais provocando cólicas abdominais.
	
	 
	Os fármacos dessa classe tem como efeito adverso em comum provocar gastrite e dores gástricas pela diminuição do muco gástrico.
	
	
	
		2.
		Os AINES são fármacos classificados em grupos, de acordo com a substância que levou ao seu respectivo derivado. As alternativas abaixo apresentam exemplos de AINES. Assinale a ÚNICA que apresenta um exemplo de AINES não seletivo.
		
	
	
	
	 
	Ácido acetilsalicílico.
	
	
	Etoricoxibe.
	
	
	Valdecoxibe.
	
	
	Celecoxibe.
	
	
	Nimesulida.
	
	
	
		3.
		Os anti-inflamatórios são classificados em esteroidais (ou corticóides) e não esteroidais (AINES). Os anti-inflamatórios não esteroidais (AINES) é um grupo heterogêneo de fármacos e eles atuam produzindo analgesia através da diminuição da inflamação. Baseado nos AINES assinale a alternativa correta:
		
	
	
	
	
	No caso do AAS que é um AINES seletivo para COX2 pode ser utilizado em pessoas com úlcera gástrica.
	
	 
	O mecanismo de ação dos AINES consiste em bloquear as enzimas cicloxigenases o que impede a produção de prostaglandinas a partir do ácido aracdônico.
	
	
	Todos os AINES podem ser utilizados em pessoas com problemas de gastrite pois aumentam a produção de muco gástrico contribuindo para a proteção gástrica.
	
	
	O ibuprofeno é um AINES, amplamente utilizado, terapêuticamente como antiagregante plaquetário
	
	
	Os AINES atravessam a membrana e ativam seus receptores no citoplasma, esse complexo vai para o núclo onde se liga ao DNA impedindo a transcrição de genes
	
	
	
		4.
		A fase 3 da reação inflamatória é caracterizada por:
		
	
	
	
	
	Infiltração de leucócitos e células fagocitárias.
	
	
	Edema, dor, rubor e calor.
	
	 
	Degeneração tissular e fibrose.
	
	
	Vasodilatação local transitória e aumento da permeabilidade capilar.
	
	
	Finalização da reação inflamatória.
	
	
	
		5.
		O processo inflamatório inicia dentro das células com à ativação da enzima fosfolipase A2. Essa enzima por sua vez, atua sobre os lipídeos das membranas, quebrando-os e liberando um mensageiro químico que sofre à ação das cicloxigenases produzindo