A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
30 pág.
3 - ESTRUTURA E FUNÇÃO DE LIPIDEOS BQ041

Pré-visualização | Página 1 de 1

Lipídios
1- Características
2-Funções - Estrutural - membranas
- Reserva energética
- Outras: Co-fatores
Vitaminas 
Pigmentos que absorvem luz
Hormônios
Isolantes térmicos
Mensageiros intracelular
3- Principais Classes
a) Ácidos graxos
b) Triacilgliceróis
c) Ceras
d) Glicerofosfolipídeos
e) Esnfingolipídeos
f) Glicolipídeos
g) Esteróis
Componentes 
de membranas 
celulares
(lipídeos anfipáticos)
Ácidos graxos
4 a 36 átomos de C
Saturados
Insaturados
4- Estrutura e função dos lipídeos mais comuns
Nomenclatura:
18:1 9 (ácido oléico)
Posição da insaturação
Número de insaturações
Número de carbonos
4.1
- CH = CH – CH = CH –  Quase não 
ocorrem
-CH = CH – CH2 - CH = CH  separadas 
por grupo metileno
Nome Sistemático
Ácido graxo saturado - prefixo “óico”
Ácido graxo insaturado - prefixo “enóico” 
Nome Comum Abreviatura Nome Sistemático 
Palmítico 16:0 Hexadecanóico 
Esteárico 18:0 Octadecanóico 
Araquídico 20:0 Eicosanóico 
Palmitoléico 16:1(9) Hexadecenóico 
Oléico 18:1(9) Octadecenóico 
Linoléico 18:2(9,12) Octadecedienóico 
Linolênico 18:3(9,12,15) Octadecetrienóico 
Araquidônico 20:4(5,8,11,14) Eicosatetraenóico 
 
 
Ácidos 
graxos 
essenciais
- Propriedades físicas dos ácidos graxos:
cadeia hidrocarbônica e  duplas ligações = 
solubilidade em água.
A 25 oC:
-ácidos graxos saturados - consistência de
graxa (sólido);
-ácidos graxos insaturados – consistência de
óleos (líquido).
Estrutura X propriedades físicas
Estado sólido/liquido
1. Tamanho cadeia
2. Dupla ligação
Ponto de fusão:
- Saturados – alto PF
- Insaturados – menor 
PF
Triacilglicerol
São apolares
Três ácidos graxos em ligação éster com glicerol.
A oxidação produz mais de 2x a energia produzida na
oxidação de carboidratos.
São hidrofóbicos e não possuem água de hidratação (como
nos carboidratos). Ocupam pouco espaço!
São lipídios de reserva
G
L
IC
E
R
O
L Ácido graxo
Ácido graxo
Ácido graxo
4.2
• Homoglicerídios: 
Ex: triesteroilglicerol (3 ácidos esteáricos)
• Heteroglicerídios:
Ex: 1,3-palmitoil-2-oleil-glicerol 
(2 palmitato + 1 oleato)
- Classificação dos Triacilgliceróis:
Reserva Energética
• Isolamento Térmico 
• Proteção Mecânica 
Funções dos Triacilgliceróis
Saponificação:
Sabão
Lipídios de Membranas
G
lic
e
ro
l
Ácido graxo
Ácido graxo
Mono ou dissacarídeos (SO4)
Galactolipídios ou
Sulfolipídios
E
s
fi
n
g
o
s
in
a
Ácido graxo
Mono ou dissacarídeos
Glicoesfingolipídios e Gangliosídios
( Esfingolipídios)
4.3
Glicerolipídios de membranas
São apolares
Três ácidos graxos em ligação éster com glicerol.
Carga negativa no grupo fosfato em pH 7,0
Denominados de acordo com o grupo polar
Possuem um grupo polar:
-Gliceroglicolipídios – açúcares formam o grupo
terminal
-Glicerofosfolipídios – o grupo terminal contém
fosfato ácido
Classe mais abundante de lipídeos em membranas
Glicerofosfolipídios
Cardiolipina
-2
Ácido Fosfatídico
Fosfatidiletanolamina
Fosfatidilcolina
Fosfatidilserina
Fosfatidilglicerol
Fosfatidilinositol 4,5-bifosfato
-1
0
0
-1
-1
-4
G
L
IC
E
R
O
L Ácido graxo
Ácido graxo
PO4 X
Fosfolipídios com ligação éter
Plasmagênio Fator de ativação plaquetária
Lipídeos com ligação éter glicerol.
Esfingolipídios
2ª maior classe de lipídios de membrana
 Compostos com uma molécula de cadeia longa de
alcoolamina, a esfingosina, ou seus derivados
Possuem esfingosina (no lugar do glicerol)
Esfingolipídios
1
2
3
Esfingolipídios
São divididos em 3 classes:
1) Esfingomielinas
2) Glicoesfingolipídios neutros
3) Gangliosídeos
Utilizados como sítios de reconhecimento biológicos
Antígeno O
Antígeno A
Antígeno B
Galactose
N-acetil Galactosamina
Esfingolipídios - funções
Esteróides
Tem o colesterol como principal representante.
Lipídios estruturais presentes na maioria das
membranas de eucariotos, principalmente animal.
Precursores dos sais biliares
hormônios esteróides.
Estrutura básica formada por 4 anéis - núcleo
tetracíclico característico (núcleo do esteróide)
Estrutura quase planar e rígida.
4.4
- Colesterol
Ceras
São ésteres de formados pela ligação de ácidos graxos saturados
ou insaturados de cadeia longa (14-36C) com alcoóis de cadeia longa
(16-30C).
Ceras biológicas atuam como repelente de água.
Em plantas e animais as ceras revestem superfícies protegendo
contra perda excessiva de água.
4.5
 Gorduras trans
Ácidos graxos 
insaturados Hidrogenação
Ácidos graxos 
Trans 
 ligações cis X ligações trans
Cis: paralela  torção na molécula – afastamento da cadeias 
hidrofóbicas
Trans: diagonal  menor ângulo de ligação  cadeia mais 
linear - rígida
Alimentos de origem natural – carne, leite 
 quantidade dessas gorduras
Alimentos industrializados   quantidade 
dessas gorduras
LDL
Quais os riscos das gorduras trans para o 
organismo?

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.