A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
APOSTILA_-_Metodos_e_Tecnicas_-_07

Pré-visualização | Página 1 de 2

Métodos e Técnicas de Estudo
74Trabalhos Acadêmicos: Seminário
U
N
ID
A
D
E
 07
Nesta unidade você conhecerá o seminário, recurso utilizado por diversos cursos universitários para avaliar 
e estimular seus alunos. Conhecerá sua importância, características e utilizações no meio acadêmico. Além 
disso, entrará em contato com os tipos de seminários, suas estruturas e suas etapas de realização.
Ao estudar esta unidade de aprendizagem, você poderá:
 ● Reconhecer as aplicações acadêmicas de um seminário;
 ● Identificar os tipos de seminários e seus integrantes;
 ● Conhecer as etapas para a realização de um seminário e as principais tarefas de seus participantes;
No decorrer deste material você conhecerá diferentes temas. Confira abaixo:
 ● O seminário como instrumento didático e de estudo.
 ● Integrantes de um seminário.
 ● Etapas da realização de um seminário.
Introdução
Objetivo
Tópicos Abordados
Métodos e Técnicas de Estudo
75Trabalhos Acadêmicos: Seminário
U
N
ID
A
D
E
 07
O Seminário como instrumento didático e de estudo
Vamos conhecer sobre o que é e como se utiliza a prática do seminário. 
Um seminário deve ser percebido como atividade didática, indo além da simples idéia de colocar o aluno para 
“dar aula” no lugar do professor. O seminário pode permitir que os alunos estudem mais aprofundadamente 
um conteúdo para que então dialoguem com ele. É nesse sentido que o seminário é (ou deveria) ser encarado 
nos cursos universitários, onde geralmente é utilizado como recurso didático e avaliativo. 
Severino (2007) aponta que para que se realize um bom trabalho a partir de um seminário, o mesmo deve 
proporcionar a todos os integrantes um grande contato com o texto-base, onde deve ser feita uma análise 
profunda e minuciosa do conteúdo apresentado. Além disso, é interessante que a compreensão das idéias 
centrais e temáticas do texto sejam permeadas por posturas críticas e de questionamentos em relação a 
elas. E por fim, que esses questionamentos e críticas gerem discussões a partir dos pontos centrais do texto. 
O grupo responsável por um seminário, a partir de um texto, deve se preocupar em conhecer bem o 
mesmo, criticá-lo e perceber em seu conteúdo pontos questionáveis e para discussão, procurando fazer 
uma ligação também com obras de outros autores.
A prática do seminário deve estimular uma leitura crítica do texto 
trabalhado. Leitura crítica no sentido de não ser apenas uma leitura 
passiva, que vai calhar em um seminário apenas expositivo, onde 
somente se conta o conteúdo do texto, sem discutí-lo. A leitura crítica 
vai além disso, permitindo um entendimento mais aprofundado do 
texto, com pesquisas de outros autores que falam do mesmo tema, e 
com questionamentos frente ao conteúdo do texto trabalhado.
Na apresentação, o grupo deve expor o conteúdo do texto, 
de forma dinâmica, mas muito mais do que apenas expor 
o conteúdo, o grupo deve procurar estimular a discussão e 
apresentar os pontos que levantou para questionamentos, 
estimulando o diálogo, o debate com quem assiste.
Métodos e Técnicas de Estudo
76Trabalhos Acadêmicos: Seminário
U
N
ID
A
D
E
 07
Integrantes de um Seminário
Os seminários podem ser divididos em alguns tipos, de acordo com o número de integrantes que o apresentam 
e a forma que gerem a apresentação. Santos (2005) aponta que existem três tipos de seminários: o clássico, 
o clássico em grupo e o em grupo.
O seminário clássico é feito de forma individual, onde uma pessoa desenvolve todo o trabalho e o apresenta. 
O seminário clássico em grupo envolve mais pessoas, que trabalham conjuntamente, mas há uma pessoa 
responsável, como se fosse um coordenador do grupo, e é ela quem geralmente faz a apresentação. 
O seminário em grupo, propriamente dito, é aquele em que o grupo todo participa do processo de leitura e 
de construção do seminário.
Antes da apresentação são realizadas discussões, onde cada um apresenta seu ponto-de-vista 
e onde também é feita a divisão das tarefas. Ou seja, quem ficará responsável por tal parte do 
conteúdo e quem o apresentará; todos se apresentam na realização do seminário.
Importante
Métodos e Técnicas de Estudo
77Trabalhos Acadêmicos: Seminário
U
N
ID
A
D
E
 07
Segundo Santos (2005). um seminário deve contar com alguns membros.
1. Coordenador geral ou diretor: é o professor, ou o proponente do seminário; ele faz a escolha 
do tema, dos grupos e delimita as datas de apresentações.
2. Coordenador ou organizador: é o representante do grupo, ele fará a ponte entre as indicações 
do coordenador-geral e o grupo. Ele também atua para providenciar os equipamentos audiovisuais 
e materiais necessários para a apresentação.
3. Relator: é o membro do grupo que falará por todo ele, ou o que vai guiar a apresentação de todos 
do grupo.
4. Secretário: não faz parte do grupo que apresenta o seminário, é indicado pelo professor para 
anotar tudo o que acontece durante a apresentação, ou seja, desde o momento propriamente dito 
da apresentação e o debate após a mesma.
5. Comentadores: são pessoas convidadas pelo coordenador geral para participar do seminário, 
para tecerem comentários a partir da apresentação. Geralmente são pessoas ligadas ao assunto 
abordado no seminário (pesquisadores, professores) e são os primeiros a falar após a apresentação. 
Funcionam como uma espécie de banca.
6. Debatedores ou participantes: são alunos em geral (da turma dos apresentadores ou de outras 
turmas), ou mesmo convidados para assistir o seminário. Todos podem levantar questionamentos 
ou dúvidas e participar do debate que se inicia após as considerações dos comentadores e do 
professor coordenador geral. 
Métodos e Técnicas de Estudo
78Trabalhos Acadêmicos: Seminário
U
N
ID
A
D
E
 07
Etapas de Realização de um Seminário
As etapas iniciais para a realização de um seminário são a preparação e a apresentação:
Preparação para o seminário: É importante que o grupo, conduzido pelo seu coordenador, realize estudos, 
pesquisas, reuniões, debates entre os membros e apresentações dos conteúdos produzidos ao longo 
desse tempo de preparação. Isso vai tornar o grupo mais coeso e confiante para apresentar, além de um 
embasamento teórico consistente e que dialoga com diversos autores do tema abordado.
Apresentação do seminário: Para facilitar a ponte entre esses estudos e a apresentação do seminário 
propriamente dita, Severino (2007) sugere a criação de um texto-roteiro, que funcionará como guia para 
todo o grupo durante o seminário. Tente colocar neste texto-roteiro palavras e assuntos chaves que vão te 
ajudar na hora da apresentação. Evite colocar informações em excesso, pois isso pode dificultar a leitura e 
pode atrapalhar enquanto apresenta. Imagine as palavras e idéias listadas nesse texto-roteiro como um fio-
condutor para seu raciocínio, o que irá te ajudar bastante. Mas lembre-se, não adianta um bom texto-roteiro 
sem antes ter havido um estudo dedicado e consistente do material a ser apresentado. 
Métodos e Técnicas de Estudo
79Trabalhos Acadêmicos: Seminário
U
N
ID
A
D
E
 07
O desenvolvimento de um seminário pode variar de acordo com a realidade de cada assunto abordado. Severino 
(2007) apresenta um esquema de seminário, que pode funcionar com um roteiro para o seu desenvolvimento. 
 ● O início fica a cargo do professor coordenador-geral que apresenta o 
grupo e o introduz falando a respeito do tema que tratarão.
 ● Passa-se a palavra para o coordenador do grupo que apresenta os 
seus membros e o que será abordado por cada um, de forma geral. Ele 
apresenta os pontos que serão trabalhados naquela apresentação, faz 
os primeiros apontamentos quanto