A Queda dum Anjo   Resumos de livros   Literatura   Educação
3 pág.

A Queda dum Anjo Resumos de livros Literatura Educação


DisciplinaA Queda Dum Anjo1 materiais15 seguidores
Pré-visualização1 página
26/03/2018 A Queda dum Anjo | Resumos de livros | Literatura | Educação
http://educacao.globo.com/literatura/assunto/resumos-de-livros/a-queda-dum-anjo.html 1/4
g1
globoesporte
gshow
famosos & etc
vídeos
globo playglobosat play
ASSINE JÁ
MINHA CONTA
E-MAIL
globomail free globomail pro
ENTRAR \u203a
ENTRE
literatura
Buscar buscar
 
Busca não realizada!
Sua busca deve conter no mínimo 2 letras
Educação
literatura
Resumos de livros
A Queda dum Anjo
A Queda dum Anjo
autor: Camilo Castelo Branco
movimento: Romantismo - Segunda Geração
 Tweetar Recomendar 58
RESUMO CONTEXTO ANÁLISE PERSONAGENS
ENEM BIOLOGIA FÍSICA GEOGRAFIA HISTÓRIA LITERATURA MATEMÁTICA PORTUGUÊS QUÍMICA PROVAS TELECURSO
26/03/2018 A Queda dum Anjo | Resumos de livros | Literatura | Educação
http://educacao.globo.com/literatura/assunto/resumos-de-livros/a-queda-dum-anjo.html 2/4
O personagem Calisto Elói de Silos e Benevides de Barbuda era um típico fidalgo
português de boa família. Casou-se por interesse com D. Teodora Barbuda de
Figueiroa, também de boa família, e com ela vivia em Caçarelhos. Era tradicionalista e
estava sempre defasado da realidade, tinha o hábito de ler, mas apenas autores
clássicos. Quando ocupou a presidência da Câmara, mesmo que por apenas um dia,
chegou a pensar em ressuscitar a legislação antiga para governar. 
Calisto foi eleito deputado e partiu para Lisboa. Na capital, chega a procurar lugares
antigos, que já não existiam por conta de um terremoto, mas que havia visto nos livros
antigos que lia. No parlamento, planejava lutar pela redução dos impostos, pelo
combate ao luxo e estava sempre em defesa da moral e dos bons costumes. Tornou-
se conhecido pela linguagem antiga e difícil. Estava sempre preocupado em fazer
discursos pomposos. 
Certo dia, ao conhecer uma mulher chamada Adelaide, Calisto descobriu que nunca
havia amado de verdade. Mas Adelaide não quis se relacionar com um homem
casado. Logo depois, ele conhece a jovem viúva do general Ponce de Leão. A moça,
uma brasileira, era loira, tinha cerca de trinta anos e foi atrás de Calisto para conseguir
uma pensão. Acabou se apaixonado por ela e lhe montou uma casa. 
A partir deste momento, deu-se uma total transformação na vida do personagem. 
Calisto passa a adquirir os costumes modernos que antes condenava. Antes era muito
preso ao passado e as tradições, mas ao final deixa crescer o bigode e o cavanhaque,
veste roupas mais modernas, esquece a esposa Teodora, passa a gastar muito
dinheiro, muda para a oposição e separa-se definitivamente da mulher, que acaba se
casando com um primo. 
Sobre o autor 
Camilo Castelo Branco foi um dos mais importantes escritores portugueses. Foi
pioneiro ao viver exclusivamente da literatura, pois não era comum na sua época.
Escrevia para o grande público, mas conseguiu manter uma escrita pessoal. 
Importância do livro 
O romance A Queda dum Anjo pode ser considerado uma sátira dos costumes político-
sociais de Portugal no período histórico da Regeneração (período de esforço para o
desenvolvimento econômico e modernização de Portugal). A obra apresenta o retrato
satírico do Portugal velho, simbolizado pelo protagonista. Assim como Calisto, Portugal
perde certas virtudes pela veloz modernização, valorizando em excesso elementos de
prestígio como a manutenção do bom padrão linguístico. 
A obra satiriza o momento histórico de mudança vivido em Portugal com a
Regeneração. A partir das características e da visão do personagem Calisto, o
narrador nos mostra a miséria moral e intelectual do novo panorama político de Lisboa,
em que o liberalismo produz má fé e oportunismo. O texto mostra a preocupação
exagerada com a forma do discurso nas instâncias políticas, quando o principal
deveria ser o assunto em si, em busca de melhorias para a população. 
A \u201cqueda\u201d do personagem ocorre quando ele se torna deputado e vai para Lisboa. Lá,
ele se deixa corromper pelo luxo e pelas vantagens trazidas pelo desenvolvimento.
Neste caso, a \u201cqueda\u201d se dá em relação a sua personalidade, por ter sido sempre uma
pessoa austera e conservadora. Também ocorre uma \u201cqueda\u201d moral a partir do seu
RESUMO
CONTEXTO
ANÁLISE
Camilo Castelo
Branco
AUTOR
16 de Março de 1825
01 de Junho de 1890 (65 anos)
26/03/2018 A Queda dum Anjo | Resumos de livros | Literatura | Educação
http://educacao.globo.com/literatura/assunto/resumos-de-livros/a-queda-dum-anjo.html 3/4
envolvimento com Ifigénia, uma prima distante de quem Calisto se torna amante.
Mantém, assim, uma relação reprovada pela sociedade puritana portuguesa. 
Durante a transformação de Calisto, podemos apontar também para uma outra crítica
construída no livro. Existe uma reflexão sobre a concepção de literatura e de suas
funções na sociedade moderna. O questionamento se dá por conta do hábito de leitura
da época, o público lia apenas folhetins e romances franceses. Assim, não existia uma
reflexão profunda sobre as mudanças que estavam acontecendo em Portugal. A
leitura, desta forma, só poderia contribuir para a manutenção de um bom padrão
linguístico e não como forma de reflexão social. 
A cidade de Caçarelhos é a representação do atrasado, um local onde o progresso
não havia chegado e os costumes eram ultrapassados. Enquanto Lisboa é a cidade
que desperta tardiamente e procura modernizar-se rapidamente, mas sofre uma 
degeneração de costumes ocasionada por um processo civilizatório que priorizava de
forma excessiva o materialismo, situação favorecida pelo movimento de Regeneração . 
Desta forma, Camilo mistura a cômico com a tragédia, construindo uma paródia que
contém humor, mas que também retrata os dramas vividos pela sociedade portuguesa
da época. 
- Calisto: é o protagonista da história. Ele representa a figura do Portugal Antigo. É um
homem que preza pelos bons costumes, intelectual e defensor do bom uso da
linguagem. Transforma-se ao longo da narrativa, deixando-se corromper pelo luxo de
Lisboa. 
- Teodora: é mulher de Calisto. Provinciana, não desperta muito interesse do marido,
era uma mulher pacata e \u201cdo lar\u201d. Ao fim, irá cometer adultério. 
- Dr. Libório Meireles: o \u201cDoutor do Porto\u201d, com quem Calisto não se dá muito bem. É
um orador parlamentar balofo, tagarela, afetado e formalista. 
- Ifigénia: é uma mulher interessante, brasileira, viúva do brigadeiro Ponce de Leão. Irá
se aproximar de Calisto no intuito de pedir ajuda para receber uma pensão pela morte
do marido. Torna-se amante de Calisto. 
- Brás Lobato: um homem provinciano que tem importância em Caçarelhos, mas em
Lisboa torna-se cômico pela sua ignorância. 
- Abade de Estevães: faz a conexão entre Calisto e os outros deputados. Não toma
partido para não se aborrecer com ninguém. 
- Dr. Libório: deputado com um discurso cheio de pompa, mas de pouco conteúdo.
Representa a figura do Portugal Novo. 
- D. Catarina Sarmento: personagem romântica. Desiste de cometer adultério por
causa dos conselhos de Calisto. 
- D. Adelaide: era noiva de Vasco da Cunha. Conserva uma amizade por Calisto por
ele ter salvado o casamento da irmã, Adelaide. Ao conhecê-la, Calisto descobre que
não sabia o que era o amor. 
O Santo e a Porca
Urupês
PERSONAGENS
MAIS RESUMOS DE LIVROS