A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
52 pág.
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

Pré-visualização | Página 3 de 14

do exercício antes do Imposto sobre a Renda e a provisão para o imposto;
-         as participações de debêntures, empregados, administradores e partes beneficiárias, e as contribuições para instituições ou fundos de assistência ou previdência de empregados;
-         o lucro ou prejuízo líquido do exercício e o seu montante por ação do capital social.
 	Na determinação da apuração do resultado do exercício serão computados em obediência ao princípio da competência:  
a) as receitas e os rendimentos ganhos no período, independentemente de sua realização em moeda; e
b) os custos, despesas, encargos e perdas, pagos ou incorridos, correspondentes a essas receitas e rendimentos. 
Exercícios
Classificar os eventos abaixo, relativos a uma indústria de manufatura, como Investimento (I), Custo (C), Despesa (D), ou perda (P), seguindo a terminologia contábil:
( ) Compra de matéria-prima.
( ) Consumo de energia elétrica.
( ) Gasto com mão-de-obra.
( ) Consumo de combustível.
( ) Gasto com pessoal do faturamento (salário).
( ) Aquisição de máquinas.
( ) Depreciação de máquinas.
( ) Comissões proporcionais às vendas. 
( ) Remuneração do pessoal da Contabilidade Geral (salários).
( ) Depreciação do prédio da empresa.
( ) Consumo de matéria-prima.
( ) Aquisição de embalagens.
( ) Deterioração do estoque de matéria-prima.
( ) Remuneração do tempo de pessoal em greve.
( ) Geração de sucata no processo produtivo.
( ) Estrago acidental e imprevisível de lote de material.
( ) Gasto com desenvolvimento de novos produtos em processos.
( ) Gasto com seguro contra incêndio.
( ) Consumo de embalagens.
O que é a demonstração de resultado do exercício?
Qual a diferença entre custo e despesa?
Quando uma empresa compra matéria prima, ela tem gasto, custo, despesa ou investimento? Explique.
Liste 5 contas que representem despesas e 5 que representem custos.
Ao final de 2005 havia 20 unidades do produto X no estoque de produtos acabados, com custo de $ 20.000,00. Em 2006 foram produzidas 800 unidades desse produto e vendidas 810 unidades por $ 1.100,00 cada. Nesse ano de 2006 os custos totalizaram $ 800.000,00 e as despesas, $ 50.000,00. Pede-se:
O saldo do estoque de produtos acabados.
O custo dos produtos vendidos.
O lucro de 2006.
O balanço de 2007 apresentou em sua conta estoque, o valor de R$ 350,00 onde havia 35 unidades. Em 2008 foram produzidas mais 47 unidades e o custo da produção acabada foi de $ 470,00. No mesmo ano, foram vendidas 70 unidades à $ 12,00. As despesas totalizaram $ 210,00. Apure o resultado do exercício.
O estoque inicial de uma empresa possui valor de $ 2.000,00 e contem 20 unidades. No período foram produzidas 60 unidades com custo de $ 6.000. As despesas totalizaram $ 4.000,00. Foram vendidas 40 unidades à $ 120 cada. Calcule o resultado do período.
Uma empresa inicia suas atividades em 01/01/x9. Nesse mês ocorre o seguinte:
Compra de matéria prima $ 30.000,00
Aluguel da fábrica 10.000,00
Mão-de-obra da fábrica 20.000,00
Despesas administrativas 30.000,00
Despesas de vendas 20.000,00
Custos diversos 15.000,00
Consumo de matéria-prima 25.000,00
Foram fabricadas 100 unidades do produto X e vendidas 80 por $ 1.625,00 cada.
Determine:
O saldo do estoque de produtos acabados.
O custo dos produtos vendidos.
O lucro operacional. Para isso elabore a DRE.
Os dados a seguir correspondem ao restaurante Saborearte. Responda ao que se pede.
A abertura do restaurante demandou a aquisição de um forno a gás especial. Qual a classificação contábil desse fato?
Para fabricar quatro medalhões de filé especial com 200 gramas cada, o restaurante consome um quilo de filé comprado por $ 10,00. Qual o custo de cada medalhão?
Os gastos com profissionais envolvidos na cozinha de restaurante são classificados como custos, despesa ou investimentos? Justifique
Classifique os gastos da Fabrica de Amaciantes Conforto Ltda., apresentados a seguir. Sabe-se que no período analisado a produção da empresa foi igual a 20.000 litros, comercializadas a $ 2,50 por litro. Pede-se: Quais os custos variáveis unitários, fixos totais e o lucro? Se a produção da empresa dobrar, qual será o efeito sobre o lucro? Explique.
	Item
	Valor ($)
	Consumo de matérias-primas
	10.000,00
	Despesas com correios
	500,00
	Horas de mão-de-obra apontadas
	3.500,00
	Depreciação de equipamentos industriais
	2.000,00
	Depreciação de equipamentos administrativos
	4.000,00
	Compra de uma nova autoclave industrial (máquina)
	50.000,00
	Consumo de embalagens
	8.000,00
	Fretes de entrega dos produtos
	12.000,00
APÊNDICE
IMPOSTO DE RENDA SOBRE FATURAMENTO OU SOBRE RESULTADO OPERACIONAL?
Alunos iniciantes de Contabilidade muitas vezes apresentam dúvidas sobre a ques​tão da forma de incidência. do Imposto de Renda. A dúvida geralmente consiste na consideração do IR como um percentual da receita ou um percentual do lucro. 
A legislação brasileira permite a adoção dos dois procedimentos. A empresa pode optar pela tributação sob a forma do lucro real. Neste caso, subtrai das receitas de vendas todas as deduções, custos e despesas, nesta ordem. Se positivo, é o lucro con​siderado operacional. Ajustado pelas receitas e despesas não operacionais, obtém-se o Lucro Antes do Imposto de Renda (LAIR). Sobre este lucro, apurado de forma. real, incidem as alíquotas do Imposto de Renda e da Contribuição Social. 
Agindo dessa forma, alguns empresários podem sentir-se "tentados" a retirar seus lucros da entidade sob a forma de despesas, já que estes incidem antes do pagamento do Imposto de Renda, correspondendo a valores dedutíveis. Logo, entidades fiscaliza​doras como a Receita Federal têm a preocupação de monitorar os gastos dedutíveis re​gistrados pelas empresas tributáveis pelo lucro real mediante auditorias mais rigorosas e freqüentes.
Assim, todos os gastos registrados devem ser devidamente documenta​dos. Como conseqüência, os gastos burocráticos com assessorias contábeis e registros para empresas tributadas pelo lucro real serão maiores.
Outra forma de tributação considera o pagamento de Imposto de Renda sobre um lu​cro presumido, isto é, a legislação permite que a empresa opte por considerar como lu​cro um percentual de seu faturamento. Este percentual varia de empresa para empresa, costumando oscilar entre 1,6 e 32%. Nesta situação, a empresa não precisa se preocupar com a apresentação de gastos dedutíveis do Imposto de Renda, já que este incide sobre o faturamento. Entidades fiscalizadoras tendem a se preocupar menos com entidades optantes pelo lucro presumido, em função das suas características mais simples. 
Uma variante da tributação sob a forma do lucro presumido consiste no Simples Nacional, que é um mecanismo de tributação simplificada para micro e pequenas empresas de setores específicos que consideram o pagamento de diversos impostos como um percentual sobre o faturamento.
Geralmente, boas assessorias contábeis costumam apresentar, após diversas análi​ses e cálculos, qual a melhor para a tributação de determinada empresa. Naturalmen​te, empresas que possuem percentuais expressivos de gastos documentados optarão pela tributação por lucro real. 
Classificação dos Custos
	Os custos podem ser classificados quanto:
à identificação: Diretos ou Indiretos.
ao volume produzido: Fixo ou Variável.
Quanto à identificação
3.1.1.	Custos diretos
Custos diretos são gastos facilmente apropriáveis às unidades produzidas, ou seja, são aqueles que podem ser identificados como pertencentes a este ou aquele produto. 
	Em algumas condições especiais, todos os custos podem ser classificados como diretos. Assim, se determinada

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.