Aula 04   AO   v.03
8 pág.

Aula 04 AO v.03

Pré-visualização1 página
\uf6d9 Eng. Alberto Casado, Prof. Dr.
1
Universidade de PernambucoUniversidade de Pernambuco
Escola Politécnica de PernambucoEscola Politécnica de Pernambuco
DISCIPLINA
Administração de ObrasAdministração de Obras
Aula 04Aula 04
Introdução à qualidade
A qualidade na indústria da construção civil
Prof. Dr. Alberto Casado Lordsleem Jr.Prof. Dr. Alberto Casado Lordsleem Jr.
C
u
rs
o
: 
E
n
g
e
n
h
a
ri
a
 C
iv
il
Sumário Aula 04 
Introdução à qualidade
\ufffd Fatores indutores da competitividade
\ufffd Definição
\ufffd Campos de utilização
A qualidade na indústria da construção civil
\ufffd Visão tradicional
\ufffd Visão contemporânea
ISO 9000 e PBQP-H
\uf6d9 Eng. Alberto Casado, Prof. Dr.
2
Abertura do mercado interno, busca do mercado externo 
e MERCOSUL
Redução dos preços de obras públicas e privadas
Exercício do poder de compra do estado (Qualihab, 
PBQP-H, entre outros)
Programa brasileiro da qualidade e produtividade
Exigência de qualidade por parte dos clientes privados
Código de defesa do consumidor
Abertura de capital
Aumento do crédito imobiliário
Conscientização empresarial e ação das
entidades de classe
Fatores indutores da competitividadeFatores indutores da competitividade
QUALIDADEQUALIDADE
\u201cGrau no qual um conjunto de características inerentes 
satisfaz a requisitos\u201d.
NBR ISO 9000 (ABNT, 2005)
Campos de utilizaçãoCampos de utilização
Palavras de ordem no mundo atual
Qualidade X Produtividade
Código de Defesa do Consumidor 
Clientes externos e internos
Desempenho X Custo
Qualidade \u2260 Padrão de acabamento
\uf6d9 Eng. Alberto Casado, Prof. Dr.
3
QUALIDADEQUALIDADE
PROJETOPROJETOCOMERCIALCOMERCIAL
NECESSIDADESNECESSIDADES
DO USUÁRIODO USUÁRIO
USOUSO, , OPERAÇÃOOPERAÇÃO E E 
MANUTENÇÃOMANUTENÇÃO
AQUISIÇÃO DE AQUISIÇÃO DE 
MMATERIAIATERIAIS E SERVIÇOSS E SERVIÇOS
EXECUÇÃOEXECUÇÃO
DE OBRADE OBRA
imobiliáriaimobiliária
publicidadepublicidade
consultoresconsultores laboratórioslaboratórios
fornecedores fornecedores 
de materiaisde materiais
projetistasprojetistas
fornecedores fornecedores 
de serviçosde serviços
pesquisa de pesquisa de 
mercadomercado
Controle de 
recebimento 
(inspeção)
Controle de 
materiais e 
Mão-de-obra
Saídas
PROCESSO 
DE 
PRODUÇÃO
Entradas
CQ3
CQ2
CQ1
Qualidade através do controle
QUALIDADEQUALIDADE
\uf6d9 Eng. Alberto Casado, Prof. Dr.
4
AplicaçãoAplicação
Na construção civil não existe muito um controle CQ1CQ1, é 
mais restrito ao concreto (situação em mudança!).
No controle intermediário CQ2CQ2, a idéia é controlar cada 
etapa de construção para evitar erros acumulados e prejudicar 
a execução de serviços futuros.
Ex.: controle geométrico da fôrma X prumo de fachada.
O controle CQ3CQ3 só garante que o cliente não receba o 
produto com problemas, mas não evita os erros de produção.
Esse tipo de controle passa a ser mais fácil, uma vez que o serviço foi controlado 
passo a passo em CQ2. 
QUALIDADE QUALIDADE Visão tradicionalVisão tradicional
Garantia da qualidadeGarantia da qualidade
Importância das ações organizacionais
Conhecer a qualidade de fornecedores
Treinamento e conscientização
QUALIDADE QUALIDADE Visão contemporâneaVisão contemporânea
\uf6d9 Eng. Alberto Casado, Prof. Dr.
5
ISO e PBQPISO e PBQP--HH
International International 
Organization for Organization for 
StandardizationStandardization
\uf6d9 Eng. Alberto Casado, Prof. Dr.
6
RELAÇÃO DAS NORMASRELAÇÃO DAS NORMAS
ISO 9000
Conceitos e Definições
ISO 9001
Gestão da Qualidade
(Requisitos)
ISO 9004
Gestão da Qualidade
(Melhoria do Desempenho)
CERTIFICAÇÃO
Modelo ConceitualModelo Conceitual
CL
IE
NT
ES
CL
IE
NT
ES RE
Q
U
I
S
I
T
O
S
S
A
T
I
S
F
A
Ç
Ã
O
Responsabilidade
da Direção
Realização do 
Produto
Gestão de
Recursos
Medição, Análise
e Melhoria
PRODUTOENTRADA
SAÍDA
Melhoria Contínua do
Sistema de Gestão da Qualidade
CL
IE
NT
ES
CL
IE
NT
ES
\uf6d9 Eng. Alberto Casado, Prof. Dr.
7
Requisitos da ISO 9001 Versão 2000Requisitos da ISO 9001 Versão 2000
Item 6
Gestão de
Recursos
Item 7
Realização do produto
Item 8
Medição, 
Análise e
Melhoria
Item 4
Sistema
de Gestão da
Qualidade
5.1 Comprometimento
da Direção
5.2 Foco no Cliente
5.3 Política da Qualidade
5.4 Planejamento
5.5 Responsabilidade, 
autoridade e
comunicação
5.6 Analise Crítica
pela Direção
6.1 Provisão de 
Recursos
6.2 Recursos Humanos
6.3 Infra-estrutura
6.4 Ambiente de Trabalho
7.1 Planejamento de
Realização do produto
7.2 Processos Relacionados
ao Cliente
7.3 Projeto e/ou
Desenvolvimento
7.4 Aquisição
7.5 Produção e Prestação
de Serviços
7.6 Controle de Dispositivos
de monitorização e medição
8.1 Generalidades
8.2 Monitorização e
Medição 
8.3 Controle de produto
não-conforme
8.4 Análise de dados
8.5 Melhoria
4.1 Requisitos Gerais
4.2 Requisitos de 
Documentação
Item 5
Responsabilidade
da Direção
Sistema de Avaliação da 
Conformidade de Empresas 
de Serviços e Obras da 
Construção Civil - SiAC
1. Prevê 3 níveis de qualificação (Adesão, B e A)
2. Contempla os mesmos requisitos da NBR ISO 
9001
3. Define lista de 25 serviços obrigatoriamente 
controlados
4. Mínimo de 20 materiais a serem controlados -
não há lista
\uf6d9 Eng. Alberto Casado, Prof. Dr.
8
Empresa implanta 
Sistema da 
Qualidade conforme 
requisitos ISO 9001 
ou de cada nível do 
PBQP-H
Solicita auditoria a 
Certificadora (C)
(C) realiza auditoria 
de Certificação
Aprovado? Com ressalvas?
ss ss
nn Empresa 
propõe ações 
corretivas e 
envia a (C)
(C) emite Certificado (C) analisa e 
aprova
nn
Empresa realiza 
ações corretivas e 
solicita nova 
auditoria a (C)
Processo de Processo de 
CertificaçãoCertificação
Caráter Evolutivo Caráter Evolutivo -- SiACSiAC
TempoTempo
NívelNível ISO 9001ISO 9001ISO 9001ISO 9001
AdesãoAdesão BB AA
Mesma 
Auditoria
SiACSiAC
Nível ANível A