A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
Aula 2

Pré-visualização | Página 1 de 1

CONTABILIDADE BÁSICA - GST0005
PATRIMÔNIO
Conjunto de bens, direitos e obrigações vinculado a uma pessoa ou a uma entidade.
Abrange tudo aquilo que a pessoa tem (bens e direitos) e tudo aquilo que a pessoa deve (obrigações). Do ponto de vista contábil, são considerados apenas os bens, direitos e obrigações que podem ser avaliados em moeda.
Os bens e direitos constituem a parte positiva do Patrimônio, chamada Ativo.
As obrigações representam a parte negativa do Patrimônio, chamada Passivo.
Bens
Tudo que possui valor econômico e que pode ser convertido em dinheiro, sendo utilizado na realização do objetivo principal de seu proprietário. 
Bens Móveis. 
Bens Imóveis. 
Bens Tangíveis. 
Bens Intangíveis. 
Os bens fazem parte do ATIVO (patrimônio bruto).
Os bens classificam-se em: 
Bens Móveis
São móveis os bens passíveis de remoção sem dano, seja por força própria ou por força alheia. Ou seja, objetos concretos, palpáveis, físicos, que não são fixos ao solo. 
Ex.: dinheiro, 
veículos, 
móveis, 
utensílios, 
máquinas, 
estoques, 
animais (que possuem movimentos próprios - semoventes), etc.
Bens Imóveis
São imóveis os bens que não podem ser retirados de seu lugar natural (solo e subsolo) sem destruição ou dano, ou seja, aqueles que, para serem deslocados, terão de ser total ou parcialmente destruídos (pois são fixos ao solo). 
Ex.: 
árvores, 
edifícios, 
terrenos, 
construções, etc.
Bens Tangíveis
Também chamados de bens corpóreos e bens materiais, são tangíveis os bens que constituem uma forma física, bens concretos, que podem ser tocados. 
Ex.: veículos, 
Terrenos, 
Dinheiro, 
Móveis,
Utensílios, 
Estoques, etc.
Bens Intangíveis
Também chamados de bens incorpóreos e bens imateriais, são intangíveis os bens que não constituem uma realidade física e que não podem ser tocados. 
Ex.: 
Nome comercial (marca), 
Patente de invenção, 
Ponto comercial, 
Domínio de internet, etc.
Direitos
Recursos que a empresa tem a receber e que gerarão benefícios presentes ou futuros. É o poder de exigir alguma coisa. Fazem parte do ATIVO (patrimônio bruto).
Exemplos:
Duplicatas a receber, 
Salários a receber, 
Aluguéis a receber, 
Contas a receber, 
Títulos a receber, etc.
Obrigações
Valores a serem pagos a terceiros. Fazem parte do PASSIVO.
Quando se compra um bem a prazo, ele se integra ao Patrimônio a partir do momento que o fornecedor o entrega. Como foi uma venda a prazo, a empresa passa a ter uma obrigação com o fornecedor, representada por uma conta a pagar equivalente ao preço do bem. 
Exemplos de Obrigações: 
Salários a pagar - Aluguéis a pagar, 
Contas a pagar - Fornecedores 
Duplicatas a pagar - etc.
Impostos a pagar (ou impostos a recolher)
A Situação Patrimonial Líquida também faz parte do PASSIVO, mas contém uma natureza especial, onde também, faz parte das obrigações (direitos dos acionistas, sócios ou titular da empresa individual) em relação ao patrimônio da pessoa jurídica.
O Patrimônio Líquido é a diferença entre os valores do ativo (+) e do passivo (-) de uma entidade em determinado momento.
Representa aquilo que, de fato, a empresa tem. Isto é, sua riqueza efetiva, o que lhe sobra depois de pagar todas as suas dívidas.
Patrimônio Líquido (PL)
Caixa
Aplicações Financeiras
Duplicatas a Receber
Estoque de Mercadorias
Duplicatas a Receber a partir de 2020
Bancos C/ Movimento
Duplicatas a Pagar
Participações Societárias
Imóveis
Salários a Pagar
Capital Social
Instalações
Máquinas e Equipamentos
Marcas e Patentes
Reserva Legal
Promissórias a Receber
Dividendos a Pagar
Empréstimos 
Financiamentos 
Computadores
Reserva de Reavaliação
Veículos
Lucros ou Prejuízos Acumulados
Móveis e Utensílios
Reserva de Lucro
ICMS a Recolher
Títulos a Pagar
INSS a Recolher
Estoque de Material de Expediente
Provisão para Contribuição Social
Provisão para Imposto de Renda
Reserva de Capital
CONTAS PATRIMONIAIS
PLANO DE CONTAS
Disponibilidades
Caixa
Bancos C/ Movimento
Aplicações Financeiras
Clientes
Duplicatas a Receber
Promissórias a Receber
ICMS a Recuperar
Créditos Vencidos e Não Liquidados
Estoques
Estoque de Mercadorias
Material de Expediente
Despesas Pagas Antecipadamente
Juros Passivos a Vencer
Prêmio de Seguros a Vencer
Assinaturas e Anuidades
ATIVO CIRCULANTE
ATIVO NÃO CIRCULANTE
Participações Societárias
Imóveis não Destinados ao Uso
ATIVO REALIZÁVEL LONGO PRAZO 
Duplicatas a Receber
Promissórias a Receber
INVESTIMENTOS
IMOBILIZADO
Computadores
Imóveis
Instalações
Móveis e Utensílios
Veículos
Máquinas e Equipamentos
(-) Depreciação Acumulada
INTANGÍVEIS
Marcas e Patentes
PASSIVO CIRCULANTE
Fornecedores
Duplicatas a Pagar
Títulos a Pagar
ICMS a Recolher
PIS a Recolher
INSS a Recolher
FGTS a Recolher
Salários a Pagar
Dividendos a Pagar
Provisão para Contribuição Social
Provisão para Imposto de Renda
Empréstimos 
Financiamentos
PASSIVO NÃO CIRCULANTE
PASSIVO EXIGÍVEL A LONGO PRAZO
PATRIMÔNIO LÍQUIDO
Duplicatas a Pagar longo prazo
Títulos a Pagar longo prazo
Empréstimos longo prazo
Financiamentos longo prazo
Capital Social
Reserva Legal
Reserva de Reavaliação
Reserva de Lucro
Lucros ou Prejuízos Acumulados
ATOS E FATOS ADMINISTRATIVOS
Fatos administrativos – Acontecimentos que provocam variações nos valores patrimoniais, podendo ou não alterar o Patrimônio Líquido.
Por modificarem o Patrimônio, devem ser contabilizados através das Contas Patrimoniais e das Contas de Resultado.
Atos Administrativos – Acontecimentos que ocorrem na empresa e que não provocam alterações no Patrimônio.
Exemplo: Admissão de empregados, assinaturas de contratos de compras, de vendas e de seguros diversos, aval de títulos.. Etc.
Classificação dos Fatos administrativos
1. Permutativos 
Aqueles que permutam os elementos componentes do Ativo e/ou Passivo, sem modificar o valor do Patrimônio Líquido.
Exemplo: Uma empresa recebeu a importância de R$ 500,00, em dinheiro, referente a uma Duplicata
Permutativo Aumentativo:
Compra de Móveis, a prazo, no valor de R$ 700,00. 
Permutativo diminutivo:
Pagamento de Duplicata no valor de R$ 500,00.
2. Modificativos 
Acarretam alterações, para mais ou para menos, no Patrimônio Líquido.
Modificativo diminutivo:
Pagamento de despesas telefônicas no valor de R$ 100,00.
Modificativo Aumentativo:
Recebimento da importância de R$ 200,00 proveniente de Receitas de aluguéis de Imóveis.
– Envolve, ao mesmo tempo, um fato permutativo e um fato modificativo. Pode, portanto, acarretar alterações no Ativo e no Patrimônio Líquido, ou no Passivo e no Patrimônio Líquido, ou no Ativo, no Passivo e no Patrimônio Líquido ao mesmo tempo.
– Os móveis e utensílios, que custaram R$ 700,00, foram vendidos, à vista, por R$ 750,00. 
3. Mistos
Misto aumentativo: 
( Aumentará o Ativo, pela entrada de R$ 750,00, em dinheiro, no Caixa; e aumentará o Patrimônio Líquido pelo lucro auferido de R$ 50,00).
Misto diminutivo:
(diminuição no Passivo, pela extinção da obrigação em Duplicatas a pagar, no valor de R$ 200,00; e diminuição no Patrimônio Líquido, pela redução dos lucros em R$ 20,00, devido à despesa ocorrida).
– Pagamento de uma duplicata no valor de R$ 200,00, em dinheiro, tendo pago, também, R$ 20,00 de juros pelo atraso. Pagou, portanto R$ 220,00.
 Fatos Mistos – Envolvem mais de uma conta patrimonial e uma ou mais contas de resultado ou do patrimônio liquido. 
RESUMINDO
Fatos Permutativos – Envolvem apenas Contas Patrimoniais.
Fatos Modificativos – Envolvem apenas uma conta patrimonial ( Bens, direitos ou obrigações) e uma ou mais Contas de Resultado ou do Patrimônio Líquido).