Livro Microeconomia
189 pág.

Livro Microeconomia


DisciplinaMicroeconomia I8.316 materiais213.060 seguidores
Pré-visualização22 páginas
\ufffd
O símbolo de percentagem
(%), comumente usado pelos
profissionais dos segmentos
de administração e custos,
é empregado nesta obra
para representar o grupo
de disciplinas que tratam
dessas áreas.\ufffd
Microeconomia\ufffd
\ufffd
\ufffd
Apresentação
Este livro apresenta os principais tópicos da disciplina de Micro-
economia I, oferecida para os cursos de Economia, Admi-
nistração e Ciências Contábeis. Serão enfatizados nesta obra
conteúdos de interesse para os que atuam nas áreas especi-
ficadas e em empresas.
No primeiro capítulo, realizaremos uma revisão dos
conceitos básicos de microeconomia. Inicialmente, discuti-
remos a origem da economia, depois analisaremos a orga-
nização e o sistema econômico, as fronteiras de produção e
as diferenças entre o estudo da micro e da macroeconomia e,\ufffd
por fim, verificaremos a importância de se estudar microe-
conomia e a definição dos mercados.
No segundo capítulo, abordaremos a demanda e a
oferta de mercado, especificando todos os seus determi-
nantes, até gerar as suas curvas de mercado.
No terceiro capítulo, faremos a análise do equilíbrio de
mercado, trabalhando a demanda e a oferta em conjunto.
Buscaremos entender o comportamento do consumi-
dor no quarto capítulo. Nesse momento é relevante mapear
os gostos e as necessidades dos consumidores para saber
como eles atingem o maior grau de satisfação.
No quinto capítulo, apresentaremos as elasticidades,
que são definidas como uma medida de sensibilidade que
tem como objetivo aprofundar a análise dos movimentos
dos preços e seus efeitos no mercado, tanto no que se refere
à demanda como à oferta.
Abordaremos no sexto capítulo a teoria da produção
no curto prazo, que se refere ao lado da oferta de mer-
cado. Demonstraremos, também, como os produtores se
comportam nos mercados e como otimizar a produção de
acordo com determinadas variáveis.
No sétimo capítulo, veremos a teoria da produção no
longo prazo e, no capítulo seguinte, discutiremos os cus-
tos de produção no curto prazo. O objetivo é entendermos
como se comportam os custos na produção.
No penúltimo capítulo, analisaremos os custos de pro-
dução no longo prazo. E, no último, finalmente estudare-
mos as estruturas dos seguintes mercados: competitivo,
monopólio e oligopólio. Nesse cenário, e por considerar
o fato de que em alguns mercados a hipótese de compe-
tição perfeita pode não ser a melhor, consideramos que
seja importante um estudo de decisão em mercados não
competitivos, nos quais monopólio e oligopólio formam o
mesmo núcleo.\ufffd
Sumário
( 1 ) Conceitos básicos de microeconomia, 11
Origem da economia, 14
Fronteiras de produção, 17
O que é microeconomia?, 18
O que é macroeconomia?, 20
Limitações da teoria microeconômica, 23
Por que estudar microeconomia?, 25
O que é um mercado?, 26\ufffd
( 2 ) Demanda e oferta de mercado, 31
\ufffd
2.1
2.2
\ufffdDemanda, 34
Oferta, 42
\ufffd
( 3 ) Equilíbrio de mercado, 51
Oferta e demanda em conjunto, 54
( 4 ) Comportamento do consumidor, 63
Teoria do comportamento do consumidor, 66
Restrições orçamentárias: o que o consumidor pode gastar, 74
( 5 ) Comportamento do consumidor \u2013 elasticidades, 87
Elasticidades da oferta e da demanda, 90
Elasticidades da demanda, 91
Receita total e elasticidade-preço da demanda, 99
Outras elasticidade da demanda, 100
A elasticidade-preço da oferta, 102
Elasticidades no curto e no longo prazo, 104
( 6 ) Teoria da produção no curto prazo, 111
Tecnologia de produção, 115
Análise da teoria da produção no curto prazo, 117
Produto total, médio e produto marginal, 119
Rendimentos de escala no curto prazo, 122
( 7 ) Teoria da produção no longo prazo, 127
\ufffd
7.1
7.2
\ufffdIsoquanta, 130
Isocustos, 132
\ufffd
Taxa marginal de substituição técnica (TMST), 135
Rendimentos de escala no longo prazo, 137
( 8 ) Custos de produção no curto prazo, 143
O que é custo de produção no curto prazo?, 146
\ufffd
8.2
\ufffdCusto total, 148
Custo marginal (cmg), 152
Outros custos de produção, 153\ufffd
( 9 ) Custos de produção no longo prazo, 159
O que é custo de produção no longo prazo?, 162
Economias e deseconomias de escala, 164
( 10 ) Estruturas de mercado, 171
10.1 Mercados competitivos, 174
10.2 Monopólio, 177
10.3 Oligopólio, 179
Referências numéricas, 183
Referências, 185
Gabarito, 187
\ufffd
\ufffd
(1)
Conceitos básicos
de microeconomia\ufffd
Jacqueline A. H. Haffner, natural de Santiago,
Chile, é bacharel em Ciências Econômicas pela
Universidade Católica de Campinas \u2013 PUCCAMP
(1989), especialista em Finanças pela Universidade
Católica de Porto Alegre \u2013 PUCRS (1992), dou-
tora em História Econômica pela mesma institui-
ção e pós-doutora em Economia pela Universidade
Federal do Rio Grande do Sul \u2013 UFRGS (2001),
universidade na qual trabalhou entre 2000-2002.
É Professora da Universidade Luterana do Brasil \u2013
Ulbra, desde 2003, atuando nos cursos de Ciências
Econômicas, Administração e Ciências Contábeis
nas disciplinas de Microeconomia, Introdução à
Economia e Economia Brasileira. E nos cursos de
Pós-Graduação da área.\ufffd
Jacqueline A. H. Haffner
\ufffd
(
\ufffd
)
\ufffd
Economia
\ufffd
é uma ciência social que estuda o modo
\ufffd
como os indivíduos e a sociedade decidem utilizar recur-
sos produtivos escassos na produção de bens e serviços, de
modo a distribuí-los entre os grupos da sociedade, com a
finalidade de satisfazer as necessidades humanas.
A economia repousa sobre os atos humanos e é por exce-
lência uma ciência social. Segundo Pinho e Vasconcellos,
citados por Dias e Silva: \u201cApesar de a tendência atual ser
a de se obter resultados cada vez mais precisos para os\ufffd
fenômenos econômicos, é quase que impossível se fazer
análises puramente frias e numéricas, isolando as com-
plexas reações do homem no contexto das atividades
econômicas\u201d1.
Neste capítulo, será feita uma introdução ao estudo
da economia e da sua origem. Também será apresentada
a diferenciação entre macro e microeconomia, além de
serem analisados outros conceitos gerais do estudo da
microeconomia.
(1.1)
Origem da economia
O termo economia deriva do nome grego oikonomía, que
significa \u201caquele que administra o lar\u201d.
A economia trabalha com dois problemas fundamen-
tais, os quais estão relacionados com as necessidades
humanas: ilimitadas/infinitas versus os recursos produti-
vos (fatores de produçãoa \u2013 limitados e finitos).
Dessa forma, podemos entender que o problema eco-
nômico se relaciona com a escassez e a natureza limitada
dos recursos da sociedade, ou seja, com a restrição física
dos recursos existentes na natureza.
Para resolver os problemas econômicos fundamentais,
devemos responder a três questões essenciais, que estão
diretamente relacionadas com a escassez dos recursos dis-
poníveis na natureza, as quais serão analisadas a seguir:
a. Recursos naturais, mão-de-obra, capital.\ufffd
O que e quanto produzir?
A resposta está relacionada com as escolhas da socie-
dade. Devem-se produzir mais bens de consumo ou
bens de capital? Mas quanto? Na verdade, deve-se pro-
duzir até satisfazer às necessidades e aos desejos dos
consumidores.
Como produzir?
Esta é uma resposta à questão de eficiência produtiva.
Deve-se utilizar mais capital ou mais mão-de-obra
intensiva na produção? Pode ser produzido o mesmo
produto com combinações diferentes de fatoresb?
Para quem produzir?
Como será a distribuição de renda gerada pela ativi-