A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
28 pág.
05   PLANEJAMENTO URBANO E MEIO AMBIENTE   Slides

Pré-visualização | Página 2 de 2

econômica.
*
Agenda 21
*
A Agenda 21  é um instrumento de planejamento voltado à construção e adequação de sociedades sustentáveis
Concilia métodos de proteção ambiental, justiça social e eficiência econômica.
Não está somente relacionada ao meio ambiente, mas também às questões sociais e econômicas nos meios urbanos e rurais.
*
Agenda 21
*
Combate à pobreza
Cooperação entre as nações-desenvolvimento sustentável 
Sustentabilidade e crescimento demográfico 
Proteção da atmosfera 
Planejamento e ordenação no uso dos recursos da terra 
Combate ao desmatamento
*
Preservação dos diversos ecossistemas
Desenvolvimento rural com sustentabilidade 
Preservação dos recursos hídricos
Combate à desertificação e seca
Tratamento e destinação dos diversos tipos de resíduos 
Principais temas tratados na agenda 21. 
Agenda 21
Planejamento Urbano e Meio Ambiente
Catherine D’Andrea
Atividade 5
*
*
Por que segregar os resíduos sólidos urbanos?
Quando falamos em resíduos sólidos, estamos nos referindo a algo resultante de atividades de origem urbana, industrial, de serviços de saúde, rural, especial ou diferenciada.
Esses materiais gerados nessas atividades são potencialmente matéria-prima e/ou insumos para produção de novos produtos ou fonte de energia.
*
Exemplo de sucesso
A parceria público-privada entre a empresa australiana Global Renewables e o governo municipal de Sydney é um modelo bem sucedido de reciclagem, poupando 210 mil toneladas de emissões de CO2 por ano.
O programa Recursos Urbanos - Redução, Reutilização e Reciclagem é um tratamento mecânico e biológico que processa resíduos sólidos por meio de triagem e processos biológicos de compostagem.
O processo separa e limpa a parte orgânica dos resíduos domésticos, produz energia renovável e devolve carbono ao solo. 
*
*
O programa evita o despejo de mais de 70% de recursos dos resíduos nos aterros sanitários.
A infraestrutura de reciclagem pode ser implementada em qualquer área urbana onde cerca de 150 mil toneladas/ano de resíduos urbanos possam ser recolhidos e entregues regularmente (semanal ou quinzenalmente).
A instalação é projetada para ser autossuficiente em energia, com saldo zero de água (dependendo da composição dos resíduos) e com odor e ruído que a tornam adequada a ser localizada em zona industrial próxima de áreas residenciais, facilitando o transporte. 
O impacto ambiental e social é mínimo, facilitando a aprovação do seu planejamento.  
*
*
Objetivos
Captar e reciclar mais eficientemente resíduos domésticos.
Gerar biogás suficiente para criar energia verde, exportada para a rede local.
Recuperar água, geralmente o necessário para ser autossuficiente neste quesito.
Reduzir a necessidade extrair matéria-prima, substituindo-a por descartados no aterro sanitário.
Reduzir as emissões de gases de efeito estufa.
Produzir material orgânico limpo reciclado para solos agrícolas, fechando o ciclo de carbono.   
*