A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
WEB AULA  01 E 02   ACDS

Pré-visualização | Página 4 de 4

2000, p. 23).
E nos tempos mais recentes, na virada do século XXI, as modificações nos processos econômicos e sociais, com a hegemonia do mercado e com a globalização, as expressões da questão social se apresentam em múltiplas manifestações e num patamar de complexidade decorrente da imposição de novas formas de dominação. Este aspecto é concreto, pois do ponto de vista do funcionamento do capitalismo mundial, a questão social se materializa mediante os ricos ficam mais ricos e os pobres ficam mais pobres.
Sendo mais objetiva ainda, podemos enumerar como questão social o aumento da pobreza, o desemprego estrutural, crise fiscal e aumento dos oligopólios, aspecto problematizado por Pereira (1999, p. 43):
[...] se no passado quem tomava as grandes decisões econômicas eram os agentes governamentais, regulando inclusive o mercado, no presente são as empresas privadas gigantes que decidem e controlam o Estado, bem como definem o uso e a direção do avanço tecnológico. Tais empresas, que geralmente operam fora do seu país de origem, em busca de mão de obra mais barata, automatizam-se velozmente, terceirizam parte do trabalho e exigem a quebra da proteção social ao trabalhador. Disso decorrem sérias implicações que conferem na configuração à questão social.
Desta forma, quero lembrá-los de que o foco da nossa disciplina é discutir e aprofundar os aspectos que constituíram as desigualdades sociais no Brasil, tendo como referência a acumulação capitalista. Acredito, porém, que se faz importante a analogia e discussão das características da questão social industrial e a contemporânea, pela complexidade dos desafios, bem como, o surgimento de novos protagonistas e novas bases de regulação social, em que o cidadão é portador de direitos e o Estado se compõe como provedor.
Amarrando as ideias...
O surgimento da "questão social", conjunto de problemas econômicos, sociais, políticos, culturais, ideológicos que circunda o surgimento da classe operária, entendida neste contexto de conflitos de classes que se aflora com a consolidação do sistema capitalista, origina a profissão de serviço social e a transforma em parte desse projeto de exploração!