A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
145 pág.
Apostila Mercado de Capitais 2018

Pré-visualização | Página 20 de 49

Deverá ser creditada quando da contabilização dos encargos da operação contratada e debitada quando da apuração de resultado ao final do exercício social, no caso das instituições financeiras o BACEN determina que elas devem encerrar balanços em 30 de junho e 31 de dezembro de cada ano .
21 - Rendas a Apropriar de Empréstimos Títulos Descontados Pessoa Física: Esta conta deverá ser utilizada sempre que o prazo da operação de empréstimos títulos descontados, contratada pela instituição financeira com um cliente pessoa física, ultrapassar o mês em curso, obedecendo o regime de competência 
mensal, pois a contabilidade das instituições financeiras trabalha com o regime de competência mensal, onde as receitas devem ser apropriadas no período a que elas se referem, independentemente de serem recebidas, portanto os valores já conhecidos das receitas de períodos subseqüentes devem ser creditadas nesta conta e debitadas à medida que a receita efetiva da instituição financeira vai sendo apropriada mensalmente, até o vencimento da referida operação .Na data de vencimento da operação esta conta estará encerrada e os valores já transferidos para a conta rendas de empréstimos títulos descontados, conforme já dito obedecendo ao regime de competência mensal.
22 - Rendas a Apropriar de Empréstimos Títulos Descontados Pessoa Jurídica: Esta conta deverá ser utilizada sempre que o prazo da operação de empréstimos títulos descontados, contratada pela instituição financeira com um cliente pessoa jurídica, ultrapassar o mês em curso, obedecendo ao regime de competência mensal, pois a contabilidade das instituições financeiras trabalha com o regime de competência mensal, onde as receitas devem ser apropriadas no período a que elas se referem, independentemente de serem recebidas, portanto os valores já conhecidos das receitas de períodos subseqüentes devem ser creditadas nesta conta e debitadas à medida que a receita efetiva da instituição financeira vai sendo apropriada mensalmente, até o vencimento da referida operação. Na data de vencimento da operação esta conta estará encerrada e os valores já transferidos para a conta rendas de empréstimos títulos descontados, conforme já dito obedecendo ao regime de competência mensal.
23 - Rendas de Empréstimos Títulos Caucionados: Esta conta tem por finalidade registrar os valores cobrados pelas instituições financeiras correspondentes aos encargos decorrentes das operações de empréstimos sob a modalidade de títulos caucionados com seus clientes. Tais encargos são registrados obedecendo ao regime de competência mensal pela contabilidade. Deverá ser creditada quando da contabilização dos encargos da operação contratada e debitada quando da apuração de resultado ao final do exercício social, no caso das instituições financeiras o BACEN determina elas devem encerrar balanços em 30 de junho e 31 de dezembro de cada ano.
24 - Rendas a Apropriar de Empréstimos Títulos Caucionados Pessoa Física: Esta conta deverá ser utilizada sempre que o prazo da operação de empréstimos títulos caucionados , contratada pela instituição financeira com um cliente pessoa física, ultrapassar o mês em curso, obedecendo o regime de competência mensal, pois a contabilidade das instituições financeiras trabalha com o regime de competência mensal, onde as receitas devem ser apropriadas no período a que elas se referem, independentemente de serem recebidas, portanto os valores já conhecidos das receitas de períodos subseqüentes devem ser creditadas nesta conta e debitadas a medida que a receita efetiva da instituição financeira vai sendo apropriada mensalmente, até o vencimento da referida operação. Na data de vencimento da operação esta conta estará encerrada e os valores já transferidos para a conta Rendas de empréstimos títulos caucionados, conforme já dito obedecendo ao regime de competência mensal.
25 - Rendas a Apropriar de Empréstimos Títulos Caucionados Pessoa Jurídica: Esta conta deverá ser utilizada sempre que o prazo da operação de empréstimo, contratada pela instituição financeira com um cliente pessoa jurídica, ultrapassar o mês em curso, obedecendo o regime de competência mensal, pois a contabilidade das instituições financeiras trabalha com o regime de competência mensal, as receitas devem ser apropriadas no período a que elas se referem, independentemente de serem recebidas, portanto os valores já conhecidos das receitas, devem ser creditadas nesta conta obedecendo o regime de competência e debitadas à medida que as receitas vão sendo apropriadas no decorrer do período até o vencimento da referida operação. Na data de vencimento da operação esta conta estará encerrada e os valores já transferidos para a conta
Rendas de empréstimos títulos caucionados, conforme já dito obedecendo ao regime de competência mensal.
26 - Rendas a Receber de Empréstimos Títulos Caucionados Pessoa Física: Esta conta deverá ser utilizada sempre que a instituição financeira contratar uma operação de empréstimos títulos caucionados com uma pessoa física e o recebimento dos encargos ocorrer no final de cada mês ou ao final da operação, como a contabilidade das instituições financeiras trabalha com o regime de competência mensal, as receitas devem ser apropriadas no período a que elas se referem, independentemente de serem recebidas, portanto os valores já conhecidos das receitas, devem ser creditadas nesta conta obedecendo o regime de competência e debitadas quando da recebimento efetivo dos encargos. Na data de vencimento da operação esta conta será encerrada e os valores já transferidos para a conta Rendas de empréstimos títulos caucionados, conforme já dito obedecendo ao regime de competência mensal.
 27 - Rendas a Receber de Empréstimos Títulos Caucionados Pessoa Jurídica: Esta conta deverá ser utilizada sempre que a instituição financeira contratar uma operação de empréstimos títulos caucionados com uma pessoa física e o recebimento dos encargos ocorrer no final de cada mês ou ao final da operação, como a contabilidade das instituições financeiras trabalha com o regime de competência mensal, as receitas devem ser apropriadas no período a que elas se referem, independentemente de serem recebidas, portanto os valores já conhecidos das receitas, devem ser creditadas nesta conta obedecendo o regime de competência e debitadas quando do recebimento efetivo dos encargos. Na data de vencimento da operação esta conta será encerrada e os valores já transferidos para a conta Rendas de empréstimos títulos caucionados, conforme já dito obedecendo ao regime de competência mensal.
28 - Valores em Garantia Pessoa Física: Esta conta deverá ser utilizada pela instituição financeira quando da contratação de uma operação de empréstimo sob a modalidade de títulos caucionados, com um cliente pessoa física. No momento em que o cliente entregar ao banco a garantia, que servirá para lastrear a operação, ou seja, “a caução” a instituição financeira debitará esta conta” Valores em Garantia Pessoas Físicas”. Esta conta pertence ao grupo de contas de COMPENSAÇÃO ou CONTINGENCIAS. As contas de compensação ou contingências são contas que representam bens e direitos que se encontram dentro da instituição, mas não pertencem ao patrimônio da instituição, está temporariamente no patrimônio daquela instituição por estar caucionando alguma operação. Esta conta fica do lado do Ativo da demonstração financeira. Este grupo de contas de compensação vem antes de finalizar o total do ativo, no balanço patrimonial, ou seja, após o grupo de contas do ativo permanente. Este grupo de conta não faz parte do modelo de publicação das demonstrações financeiras das instituições financeiras.
29 - Valores em Garantia Pessoa Jurídica: Esta conta deverá ser utilizada pela instituição financeira quando da contratação de uma operação de empréstimo sob a modalidade de títulos caucionados, com um cliente pessoa jurídica. No momento em que o cliente entregar ao banco a garantia que servirá para lastrear a operação, ou seja, “a caução” a instituição